Geologia e Ambiental

30 de dezembro de 2006

Mais um dia qualquer...

Uma resposta de um desabafo sobre desejos em 2007, ensejou o envio desta linda poesia pelo Val-Mutran.
Então porque não compartilhar neste ocaso de 2006?

Lá vai:
TEMPO. . .

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,

a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.


Industrializou a esperança

Fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano
Se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação
e tudo começa outra vez com outro número
e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante vai ser diferente......

Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.

Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
que sua família esteja mais unida,
que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
Mas nada seria suficiente...

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes
e que eles possam te mover a cada minuto,
Ao rumo da sua FELICIDADE!!!


(Carlos Drummond de Andrade)

29 de dezembro de 2006

UM DIA QUALQUER...

O ano já está indo.
Para alguns com alívio e para outros com mais alívio ainda.
Poucos estão satisfeitos com os resultados alcançados.
Muitos repousam suas esperanças na Mega-Sena de 31/12/2006 (inclusive eu).
Poucos esperam que o ano legislativo/executivo inicie para que suas chances de "se dar bem" seja concreta.
Muitos, mas muitos mais, ainda, somente desejariam um lugar ao sol. Um trabalho que o remunerasse de forma condigna e que lhe permitisse levar para casa ao final do dia uma cesta básica para alimetar seus rebentos.

Então, para aqueles que repousam suas esperanças nestes irreais sonhos fica minha vontade de que os mesmos sejam realizados.

Afinal, que perde a vontade de sonhar perde a vontade de viver!

Feliz Ano Novo!

28 de dezembro de 2006

Foi lançado, em 19/12/2006, o livro "Carajás - Geologia e ocupação humana", obra organizada pelo pesquisador João Batista Guimarães Teixeira, da Universidade Federal da Bahia, e pelo geólogo Vanderlei de Rui Beisiegel, que conta a história da mineração na Serra de Carajás.

Publicada pelo Museu Paraense Emilio Goeldi, o livro vai além da ocupação moderna da área, iniciada em 1967 (quando se descobriu a jazida de minério de ferro no local), e traz textos de autoria de vários autores, dividindo-se em quatro partes, a saber:

- Conteúdos de referência sobre os fundamentos geológicos da Serra de Carajás;

- A história dos primeiros homens a ocupar a região;

- A recente história da mineração na região;

- Os impactos ambientais da estrada de ferro do projeto de mineração para o sudeste paraense.

Esta obra será referência na mineração paraense.

26 de dezembro de 2006

De minha tutora no IBEAM:

"A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo".

(Aristóteles Onassis)

Neste momento estou morrendo de rir de minha situação atual. Ainda não sei se de pena ou de alegria.

25 de dezembro de 2006

FELIZ NATAL!

Embora tardiamente desejo a todos meus amigos e leitores um Feliz Natal e que a brisa do Ano Novo seja um vendaval de oportunidades e de realizações

8 de dezembro de 2006

93 ANINHOS!


Aniversaria hoje o célebre Bráulio.
Dos tempos do refresco de mangarataia, abacaxi e maracujá no antigo estádio municipal Elinaldo Barbosa, quando anunciava sua chegada através de assovios característicos.
Era o energético da época.

Longa vida!

Pondo a Casa em Ordem!


Na sessão do Legislativo Municipal de Jacareacanga de hoje foi cassado o vereador Tabaco, lider do Governo naquela Casa.

O prefeito viajou imediatamente para Itaituba e, provavelmente Belém, para providenciar um HC para suspender a decisão da Câmara local.

O motivo anunciado: falta de decoro parlamentar, através de denúncias de pedofilia - prostituição e abuso sexual de adolescente, conforme já havia sido anunciado neste blog.

O motivo presumido: avisar ao prefeito atual que suas ações esdrúxulas à frente do Executivo Municipal estão "enchendo o saco" dos parlamentares. A maioria agora é da oposição.

Assume a vaga o suplente Heuder Pereira Pires, sobrinho da ex-primeira dama Leonor Pires.

Vai rolar sangue, suor e lágrimas no Executivo Municipal daqui prá frente, dizem os analistas políticos locais.

*********************************************************************************

Em Tempo:

O nome do ex-vereador Tabaco é ARNOLDO PINHEIRO, do PSDB e foi eleito com 251 votos. É pai dos donos da concessionária COSANJA e FH CONSTRUÇÃO.

Oito de Dezembro

Hoje festeja-se o dia de Nossa Senhora da Conceção, padroeira de Santarém.

Para nós, os Cabral, lembramos com pesar o aniversário de falecimento do velho Jubal.

Descanse em paz, meu pai!

Reunião Mineral em Itaituba

Há, aproximadamente, oito anos a CPRM (que ainda não era o Serviço Geólogico do Brasil) fechou as portas de seu escritório em Itaituba. Foram muitos os motivos, mas ocorreu uma decepção generalizada com a atitude. Todos os que labutam na área mineral ficaram órfãos desta situação. Agora, diante da euforia generalizada com a "invasão" das juniores autralianas, canadenses e asiáticas a entidade resolveu levar seu olhar de volta para a região. Assim leiam abaixo o que ocorreu esta semana, segundo o Boletim Virtual do Serviço Geólogico do Brasil:

O secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral (SGM-MME), Claudio Scliar, destacou as metas e diretrizes governamentais para a Amazônia, diante de um público de brasileiros e estrangeiros, composto por geólogos, técnicos, dirigentes de empresas de mineração, consultores do setor mineral, e representantes do Ministério de Minas e
Energia (MME).
O discurso foi proferido no dia 4 de dezembro, em Itaituba, Pará. Scliar esteve na cidade juntamente com técnicos do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), para fazer uma apresentação
sobre ouro na região de Tapajós, na Amazônia. No encontro, realizado a convite da Associação dos Mineradores de Ouro do Tapajós (Amot), as geólogas da CPRM Maria Glícia
da Nóbrega Coutinho e Patrícia Duringer Jacques apresentaram a palestra "Província Mineral Tapajós: Geologia, Metalogenia e Mapa Previsional para Ouro em GIS" em Itaituba (PA).
Após a palestra ocorreu uma ampla discussão sobre o conhecimento técnico-científico da província. No debate, ficou claro o interesse das empresas em ter acesso às informações geradas pela CPRM sobre a região. Defenderam, também, que a CPRM tenha acesso às novas informações, que estão sendo geradas pelas empresas em operação na região, para o aprimoramento do Mapa Previsional para Ouro no Tapajós.
"O encontro criou a oportunidade de aproximar o poder público e o setor mineral no Tapajós,
região que vem assumindo relevância diante do seu potencial aurífero, e que vem elevando o nível de investimentos na região", afirmou um do participante.
O evento, organizado pelo presidente da Amot, Ivo Lubrinna de Castro, contou ainda com a presença do chefe do 5º Distrito do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Every Aquino e representantes do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará.

Claro que existem exageros na nota, mas estava na hora da volta do órgão a Itaituba. Pena que seu acervo tenha se perdido, o prédio sirva de hospital da FUNASA e os servidores da época estejam aposentados ou na rua da amargura.

7 de dezembro de 2006

INGRATIDÃO!

A frase que foi colocada para definir as convicções do secretário especial de Jacareacanga, Francivaldo Matos (fpmatos@hotmail.com) revela uma profunda ingratidão.

Diz: "O Senhor é meu Pastor e nada me faltará..."

Deveria ser: "O Carlinho (prefeito) é meu Senhor e nada me faltará".

Pelo menos até dezembro de 2008, se a Justiça continuar cega!

Que Dureza!



Até as proximidades do Natal, este blog vai ser alimentado desta forma ao lado.
Os locais onde ando não me permitem atualização constante.
Enquanto isso, os meus 2 leitores poderão se deliciar com as minhas sugestões dos links ao lado.

Agora vou quebrando pedras neste Pará.

VÍTIMAS DO SISTEMA "SANTINO" DE PROTEÇÃO POLICIAL

Ontem foi dia de reencontro, em Santarém.
Com o infeliz trambiqueiro Pedro "Nota Fria" Barros.
Azar dele estar na loja da TIM.
Bem na esquina de casa.
Teve que se explicar prá mim e pro meu acompanhante.
Falou "fininho".

Por conta disso, o Pipa teve um "piripaco". Mas já está bem, obrigado!

SANTARÉM DA CONCEIÇÃO



Ontem uma apresentação do Coral da FIT e do cantor Rick Miranda.
Este último nos levou ao tempo em que o Bom Paladar era point da noite nos finais de semana para a "caçada".

Hoje a pedida é o show "Violões Santarenos", promovido pelo Taré. Afirmou que vai ter a presença do habilidoso Sebastião Tapajós, entre outros excelentes violonistas santarenos.

SOLUÇÃO PARA O ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Estamos enviando mensagens para os inventores de plantão para solucionar, em parte, o crônico problema de falta de água no Pará.
A deputado federal Vic Franco dá uma sugestão (post Expert) no blog Quinta Emenda.
Eu estou submetendo a idéia de que os pratos e talheres a serem utilizados nas refeições sejam, também, comestíveis.
Assim: dia de macarronada com molho de tomate; então os utensílios seriam fabricados pelo mesmo produto.
Economia na lavagem dos pratos: 100% a menos;
Despesas na fabricação dos pratos: 100% a mais.

De qualquer maneira é bobagem por bobagem. Então também viro político da hora.

6 de dezembro de 2006

Olha a confusão aí, gente!

Começou na segunda-feira (4), com término previsto para o dia 9, na Casa da Cultura em Porto de Moz, o 6º curso de formação de Agentes Ambientais Voluntários (AAV) promovido pelo Ibama.
Participam do curso 35 agricultores e ribeirinhos que fazem parte de 21 comunidades da base extrativista que habitam o interior e o entorno da Reserva Extrativista Verde Para Sempre.
A reserva com 1,3 milhões de hectares é a maior reserva extrativista do País, e está localizada no rio Xingu, município de Porto de Moz, a 700 km da capital Belém.

Em tempo: A Polícia Militar está participando deste curso. Com certeza para aprimorar a defesa de seus contratados.

ATÉ QUE ENFIM...

O trabalho de regularização de áreas de várzea na região de Santarém vem sendo tentado há muito tempo, mas sempre esbarrou em atos técnicos ( O Dr. Paraguassu Elleres dia que aquela área sofria a influencia da maré, conforme dados de mil oitocentos e caquerada), além da "sabedoria" de alguns grandes posseiros, que quando viam que ia sair uma solução já avançavam nas áreas dos pequenos.
Agora está sendo tentada uma solução através de uma ação piloto, a partir da criação de projetos de assentamento agroextrativistas.
Em janeiro do ano passado, o ProVárzea/Ibama apresentou ao Incra e à SPU uma proposta de regularização fundiária da várzea, por meio do estabelecimento de contratos de concessão de uso coletivo do território com as associações de moradores.

Saiba mais aqui.

5 de dezembro de 2006

O setor mineral, representado pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), endossa as críticas do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos entraves que emperram projetos de infra-estrutura, lembrando que sofre as mesmas dificuldades, como a lentidão nas concessões de licenciamento ambiental.

Em 12 de dezembro, os principais executivos do setor – inclusive das duas maiores mineradoras do mundo – estarão em Brasília para comemorar os 30 anos do Instituto e listar medidas que entendem ser essenciais para o crescimento sustentável nas próximas décadas.

Diante das críticas feitas por ambientalistas do próprio governo federal e ONGs a Lula, o presidente do IBRAM, Paulo Camillo Penna, diz que a indústria da mineração fala com conhecimento de causa: “um dos principais obstáculos ao desenvolvimento da mineração e do Brasil diz respeito à gestão dos assuntos que envolvem o meio ambiente”.

O trabalho sério de ambientalistas, diz, muitas vezes é engolido por burocratas e ecoxiitas, que agora se voltam contra o Presidente. “Tem que colocar um basta nessa situação porque a conseqüência é que a opinião pública recebe informações de que o setor produtivo não dá a devida atenção ao meio ambiente, quando é justamente o oposto”, afirma.

A própria mineração, informa, coleciona casos de sucesso de atividade em terras indígenas, em regiões de fronteira, em áreas de proteção ambiental, conjugando produção com desenvolvimento local e preservação do meio ambiente. “Mas ninguém quer saber disso. Parece ser mais fácil vetar novos projetos e o crescimento do País que fique para segundo plano”, reclama.

Para o presidente do IBRAM, o chefe do Executivo precisa aproveitar a recomposição da base de seu governo e promover mudanças para remover “entraves humanos”, além dos obstáculos burocráticos. “Sempre é preciso qualificar a gestão das questões que envolvem os reais interesses do País e, nesse sentido, o desenvolvimento sustentável tem papel fundamental”, avalia.

“Assim como outros setores, a mineração corre o risco de ficar estagnada por causa dos obstáculos apontados pelo Presidente Lula, entre outros, embora tenha contribuído ao longo dos anos para o desenvolvimento e seja uma das esperanças de crescimento sustentável para o País. É um non-sense que precisa ser corrigido e o Seminário Indústria da Mineração e IBRAM: Perspectivas das Próximas Décadas se propõe a apresentar a posição do setor mineral”, diz o presidente do IBRAM, promotor do evento.

Fonte: Comunique-se

CABIDES VAZIOS

No Quinta Emenda, uma nota que vai deixar muitos com as penas na mão:

Roda da Vida

Fonte do blog confirma: Ana Júlia já "decretou" a morte das secretarias especiais, e o "nascimento" da secretaria da Pesca. E se tivesse que arriscar um palpite, apostaria que Ana Júlia anuncia a nova equipe no sábado de manhã, dia 9.

CONTRA ATAQUE PÍFIO

O governador paraense, Simão Jatene ( tentou formular um contra ataque fulminante na degradação ambiental com a assinatura de sete dos nove decretos que criam a maior área de conservação ambiental contínua do planeta, num total de 16,4 milhões de hectares.

Muitos ativistas ambientais bateram palmas estrondosamente. Repercutiu no mundo inteiro.

Eu não. Preocupa-me, sobremaneira, se não tiver fiscais ambientais e se a PM ainda estiver agindo naquela região.

Que se lixe o próximo governo com a fiscalização ambiental no estado. Ou alguém acredita que os próprios moradores não continuarão vendendo árvores a R$1,00?

Mas foi uma ação preservacionista. E delas precisamos cada vez mais.

AGENDA IMPORTANTE!

O melhor programa para a próxima semana já pode ser agendado: estão abertas as inscrições para a segunda edição do Simpósio da Biota Amazônica, que será realizado pelo Museu Paraense Emilio Goeldi e pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), de 11 a 14 de dezembro, em Belém.

O evento, que pretende discutir os avanços e as mudanças ocorridos na Amazônia durante os últimos 40 anos, será dividido em cinco grandes temas: “Geociências”, “Conservação”, “Zoologia”, “Botânica” e “Ciências Sociais”.

Serão mais de 30 palestrantes de instituições como Embrapa Amazônia Oriental, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade de Brasília (UnB), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Mais informações: www.museu-goeldi.br ou telefones (91) 3249-6373 e 3249-1302.

4 de dezembro de 2006

DEFINIÇÃO DOS MALUCOS...



Geólogo é como a Ilha de Caras: a gente sabe que existe, mas poucos privilegiados conhecem.
Parece que se trata de uma espécie meio alienígena, que usa um dialeto todo especial.
Conseguem ver, nas pedras, coisas que os demais mortais nem sonham - isso, antes de tomar umas cervejas. Depois, então...
São tão bons em inventar histórias que acabam por acreditar nelas e, com suas mentiras, convencem os homens do dinheiro a gastar milhões só pra abrir buracos.
O mais incrível é que acabam achando ouro, petróleo, pedras preciosas e minérios simplesmente manipulando uns poucos lápis de cor.
Vivem em bando nos acostamentos das estradas, batendo em pedras indefesas com martelos especiais, que só eles sabem onde comprar.
São pais corujas e maridos desligados.
Geólogos gostam de cozinhar; geólogas, não.
Costumam ser personagens desonestos nos filmes e novelas, mas isso é pura inveja dos roteiristas.
Bom mesmo foi o geólogo de "Pedra sobre pedra"que, mesmo depois de morto, comia todas as mulheres da cidade.

P.S.: vocês identificaram alguém dentro destas descrições??

Seminário Mineração e Meio Ambiente

A Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia promove às 9h30 de 5 de dezembro o Seminário Mineração e Meio Ambiente – Estudos Temáticos: Baixo Impacto, Pesquisa Mineral, Relevância de Cavernas e Passivo Ambiental.

O encontro tem como objetivo discutir a conceituação técnico-científica, caracterização e propostas de marcos regulatórios na atividade mineral.

O evento já é resultado de demandas apresentadas pelo IBRAM ao Ministério, que tem solicitado empenho daquela instituição na busca de soluções para problemas que afligem a atividade minerária, como o das cavernas, um dos temas que será tratado nesse Seminário, e que está praticamente inviabilizando atividades minerárias importantes para o País. "É preciso equacionar esses problemas com urgência", diz o presidente do IBRAM, Paulo Camillo Penna.

O seminário será realizado no Auditório do Subsolo do Ministério de Minas e Energia, Esplanada dos Ministérios, Bloco “U”, Brasília-DF.

Índio é tudo igual...

Washington Novaes, em artigo para o canal Ecodebate analisa a questão indígena no Brasil.
Sob o título "Índio é entrave ao desenvolvimento?" ele expõe algumas questões sobre essa polêmica:

Há uns 20 dias, no lançamento do livro Populações Indígenas no Brasil (Instituto SocioAmbiental - ISA, 870 páginas), o índio guarani Timóteo Verá Popyguá, para certo espanto da platéia, lembrou que todos os 150 mil hectares do Município de São Paulo “eram território indígena” - e que hoje seu povo tem apenas 17 milésimos dessa área, exatamente 26 hectares. No Brasil, os índios, que ocupavam todo o território, têm hoje 12,74% dele, diz o livro. Ainda assim, o próprio presidente da República, em discurso recente - ao inaugurar 14 quilômetros de uma rodovia (com licenciamento duvidoso) que beneficia o maior plantador de soja do País, o governador de Mato Grosso (Estado campeão nacional do desmatamento) -, incluiu os índios entre os “entraves ao desenvolvimento”, ao lado de “ambientalistas, quilombolas, licenças ambientais, Ministério Público”.

Te Cuida, Jacaré...

A utilização de informações financeiras pelas autoridades fazendárias não viola o sigilo de dados bancários.
Este é o entendimento da Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) tomado durante o julgamento de recurso interposto contra a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF) que teria permitido a quebra de sigilo.

Campanha da Fraternidade

Ivo Poleto, sociólogo e educador popular, assessor da Caritas Brasileira, expõe o flanco das migrações na Amazonia neste artigo:

O tema da Campanha da Fraternidade de 2007 é Fraternidade e Amazônia, e seu lema, Vida e Missão nesse Chão.

Trata-se do acolhimento, por parte da CNBB, de um grito das igrejas e povos da Amazônia. Essa decisão significa colocar esta Região no centro das atenções dos cristãos/as da Igreja Católica e de toda a sociedade brasileira. E é um convite para que todas as pessoas que têm sentimentos de humanidade sejam solidárias, e de forma bem concreta, com a Amazônia.

Clique para saber mais aqui.

QUEM FEZ A BESTEIRA?

Poderemos saber quem está fazendo o que na área ambiental depois que a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou nesta semana o Projeto de Lei 1710/03, do Senado Federal, que determina que as informações sobre licenciamento ambiental fiquem disponíveis para consulta na internet.
O projeto está indo para votação em plenário.

3 de dezembro de 2006

BRINCADEIRA DE CRIANÇA...

A nota abaixo, publicada no site do Pará parece que faz parte daquela musiquinha: Brincadeira de criança...

Na APA ou na FLOTA, as comunidades podem participar da exploração econômica sem ônus, sem pagar por isso, ao contrário das empresas, que só podem explorar a área mediante licitação pública e pagamento para o Estado. “Significa que o Estado tem total controle das áreas, reduzindo conflitos, eliminando posses fraudulentas ao mesmo tempo em que garante os direitos das comunidades nativas”.

Favor avisar para a PM sobre o assunto. Vai, Xuxa, vai...

PRÓXIMO INCÔMODO

"Há sete meses sem incentivos fiscais, há empresa no Pará operando, como se diz, na bitola. Devagar, quase parando".

A nota acima, publicada no R70 de hoje, demonstra a preocupação da situação de alguns aliados dos emplumados, que se "debruçaram no prato" do Estado.

2 de dezembro de 2006

1,5%


Sobre os bastidores da célebre "inauguração" do Palácio da Justiça, em Belém recomendo a leitura do Quinta Emenda.

Para quem quer discutir sobre a sacanagem que é cometida pelos elaboradores quando são preparados os EIA's/RIMA's é bom ler o artigo de Aline Ribeiro, em O Eco, que começa assim:

"Quem pede licença sabe que está prestes a invadir um espaço que não detêm ou a fazer algo que não é esperado, mas como não quer ter problema, pede autorização para agir. A licença ambiental não foge a essa regra de respeito mútuo. No caso, entre um empreendedor e a sociedade. E para garantir a consideração ao direito coletivo na hora de mudar uma paisagem em nome de um suposto progresso, leis criadas em 1980 e 1981 para definir a Política Nacional de Meio Ambiente transformaram o licenciamento ambiental numa exigência legal – cumprida mal e porcamente pelos seus principais atores".

1 de dezembro de 2006

MINERAÇÃO EM ÁREAS INDÍGENAS

Deu no canal Geólogo:

"Na última terça-feira, dia 28, a mineração em terras indígenas foi debatida na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

O diretor-geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) do Ministério de Minas e Energia, Miguel Antônio Cedraz Nery, explicou aos deputados que o projeto é discutido há dois anos e meio, em conjunto com o Ministério da Justiça e a Fundação Nacional do Índio (Funai). Nery diz que o projeto de lei que será feito traz a exigência de dois pareceres sobre a existência ou não de condições da comunidade indígena de conviver com a mineração. Um seria dado pelo próprio DNPM e o outro, por um órgão ligado aos indígenas.

O senador Romero Jucá (PMDB/RR) declarou não ver, nas comunidades indígenas, nenhuma indisposição à negociação, mas sugeriu que fosse criado um novo projeto, ao invés de se aproveitar o que circula na Câmara, em tramitação há mais de dez anos.

O Instituto Socioambiental (ISA) vê como questão adicional a regência, por parte do artigo 231 da Constituição, também do aproveitamento de recursos hídricos em terras indígenas. A preocupação do ISA é que os requerimentos de pesquisa ou concessões de lavra, anteriores a 1988, sejam incluídos na nova legislação".

UM PASSE DE MÁGICA


Durante as paradas nos semáforos, é comum ver pessoas que aproveitam o tempo de espera para fazer uma faxina no carro; e elas não se inibem em arremessar o seu próprio lixo na rua. Mas há aqueles ainda mais "desinibidos", que aproveitam praças ou qualquer cantinho escuro prá fazer xixi, principalmente à noite, na volta dos bares.
Tentando enfrentar esse problema, as autoridades da cidade de Victoria, Canadá, tiveram uma idéia interessante: um banheiro público que desaparece de dia, para não atrapalhar a paisagem dos parques e jardins, e que aparece "magicamente" à noite, pronto para atender às necessidades fisiológicas dos passantes.

TÔ ESCAPANDO NESTE ANO...

Após uma queda entre 1999 e 2002, os casos de malária na Amazônia Legal, região que concentra 99% da ocorrência da doença no Brasil, vêm aumentando nos últimos três anos. Entre 2004 e 2005, esse crescimento foi de 29,4%, passando de cerca de 464,3 mil doentes diagnosticados para aproximadamente 600,9 mil novos casos.

Lá onde estou "morando" a incidência é enorme. Mesmo com cuidados especialíssimos, sempre ocorrem casos semanais. Quando necessitamos de um cuidado mais específico temos que "sequestrar" um técnico da FUNASA e mandar fazer exames em todos os que sentem sintomas.

A prevenção? Ora, ora...

84ª Reunião do Conama

Algumas resoluções interessantes que foram propostas e aprovadas nesta reunião do CONAMA:
  1. Concessão de termo de depósito provisório de animais silvestres. O objetivo da nova resolução é disciplinar a destinação de animais apreendidos pelo Ibama.
  2. A revisão da Resolução 289/2001, que estabelece diretrizes para o licenciamento ambiental de projetos de assentamentos de reforma agrária. A revisão foi feita com base em formulários da Secretaria de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, aplicados por órgãos estaduais de meio ambiente e no Seminário Nacional sobre Licenciamento Ambiental de Projetos de Assentamentos de Reforma Agrária. O objetivo da alteração foi tornar mais claras as diretrizes para o licenciamento dos projetos de assentamento e dinamizar sua aplicação.
  3. Proposta de resolução que simplifica o processo de licenciamento ambiental para agroindústrias de pequeno porte. De iniciativa da Secretaria Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a proposta beneficia estabelecimentos com área construída de até 250 m² e que trabalham com produtos provenientes de explorações agrícola, pecuária, pesqueira, aqüícola, extrativista ou florestal não-madeireira. São agroindústrias, instaladas em áreas rurais e urbanas, que oferecem pouco impacto sobre o meio ambiente.
  4. Proposta de resolução que define limites máximos para a emissão de poluentes por equipamentos, instalações ou processos de produção fixados em lugar específico, chamados fontes fixas. Ela estabelece uma base de referência nacional nas emissões de poluentes atmosféricos, como óxidos de nitrogênio, óxidos de enxofre, monóxido de carbono e material particulado.
  5. Proposta de resolução que trata da atividade da cremação. Ela atende a uma reivindicação do setor e estabelece mudanças na Resolução 316, de 29 de outubro de 2002, que trata do assunto. Foram corrigidos alguns equívocos conceituais relativos à pressão na câmara de combustão e definidos critérios de monitoramento das emissões atmosféricas geradas a partir das cremações.

Informações complementares podem ser adquiridos no site da CONAMA.

Utilidade Pública

O sistema de utilidade pública comunica:

"O Sistema Confea/Crea, em atendimento à Resolução 494, de 24 de julho de 2006, está iniciando o recadastramento de todos os seus profissionais com a finalidade de confeccionar uma nova carteira profissional, pois a antiga perderá a validade em janeiro de 2008. Com essa iniciativa, o Sistema vai criar um Cadastro Nacional de Profissionais para assegurar o funcionamento do Sistema Nacional de Informações (SIC)".

Já me comunicaram na sede do CREA que após junho de 2007, a nova carteira vai ser paga.

Que novidade!

PROCURA-SE SUSAN DESESPERADAMENTE!

Cliente garimpeiro, bem situado, solteiro e "por cima da carne seca", alarmado com a possibilidade de um tumor na próstata, procura desesperadamente um proctologista de sexo feminino, que seja paciente com as neuras dele.
Se não for possivel, que lhe seja informado um outro rico, solteiro e que lhe telefone regularmente após o exame.
Segundo o mesmo ainda não conseguiu encontrar este espécime raro no mundo da medicina. Mas ...

Quem souber, favor informar ao poster.

************************************

Atualização às 11:20 hs.

Que tal Um Dedinho de Prosa sobre o assunto?

30 de novembro de 2006

Libertem Abdelkareem Soliman!


Está sendo deflagrada uma campanha mundial em favor da liberdade de Abdelkareem Soliman, um egípcio de 22 anos que, no começo deste ano foi expulso da Al Azhar Universit, em razão de opiniões emitidas em seu blog .
Posteriormente, continuou a escrever sobre direitos femininos, liberdade de religião e acadêmica.
Em 06 de novembro foi interrogado pela polícia sobre suas postagens. Um advogado do Arabic Network for Human Rights Information estava lhe representando e acompanhando.
Foi preso.
Você pode participar da campanha pela liberdade deste blogueiro e passar esta mensagem para todos os seus leitores.
Basta acessar a página HAMSA ( Hands Across Mideast Support Alliance) e se juntar a muitos outros.

Amazônia em Destaque

Deu no Jornal do Meio Ambiente:

"Durante conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, um tema central foi colocado em discussão: a necessidade de se criar emprego e renda na região amazônica através de um modelo sustentável de crescimento.

Quer dizer: não é aceitável que se proteja a maior floresta do mundo sem promover meios para que seus habitantes tenham condições de se manter e conservar o seu entorno.

Boa discussão.

ATÉ QUE ENFIM!

Sete estados do País ingressarão nesta quarta-feira (29) no Portal Nacional de Licenciamento Ambiental (PNLA).
São eles: Amazonas, Amapá, Roraima, Pará, Rondônia, Rio de Janeiro e São Paulo.
Com o ingresso deles, todos os estados brasileiros estão representados.
A incorporação ocorrerá durante a última reunião anual do Conselho Nacional de Meio Ambiente, no auditório do Ibama.
O portal oferece dados sobre os órgãos ambientais licenciadores e sobre licenças ambientais emitidas para atividades eempreendimentos potencialmente poluidores em todo o território nacional.
Contém ainda informações sobre estudos ambientais, publicações, bem como outros dados relacionados ao licenciamento ambiental.
No momento da formalização do ingresso dos sets estados ao portal, serão lançadas duas publicações: uma sobre resíduos sólidos urbanos e sistemas de tratamento de esgotos, outra sobre assentamento de reforma agrária.
Elas estarão disponíveis no endereço do portal: www.mma.gov.br/pnla.

Alô, Valdir!

Tive a sorte de parar na Casa da Picanha, ontem.
Lá revi o Valdir.
Boa praça, não deixou de lembrar dos "causos" do Corujão da década de 70.
Como ele diz, muitos já previram sua morte, mas mostra seu álbum de fotos e indica aqueles que já bateram as botas antes dele.
Promete que ainda vai durar muito.
Paulo "Currupio" Moraes, "Alemão" Meschede, Zé Maria, "Bazinho" Trindade, Manoel Acácio e tantos outros foram lembrados pela excelente memória do Valdir.
Longa vida, camarada!

A Tartarugada de Santarém

Ainda espero (diuturnamente) pela narrativa do Juca Arruda, sobre o Festival Gastronômico Sabor Amazônia, em Santarém.
Conta, Juca, conta alguma coisa!

Reflexão dos Atos

O Papão não conseguiu (ainda) escapar da Série C.
O foguetório come solto pelos remistas em virtude desta (re)caída.
Deveria ser ao contrário. Afinal, o Bruno Lopes, Zé Carmona e muitos outros se derretem todas as vezes que o Leão bate o Papinho (na descrição deles) até em mesa de bar.
Os advogados do Paysandu vão recorrer.
Mas já avisam: "É uma Missão Impossível".
Então é melhor contratar o Tom Cruise.

29 de novembro de 2006

Ah! O CREA ...

Está na edição de hoje do Diário:
"Em obediência à Lei Federal 5.194/66, que exige que o profissional tenha o competente registro e pague sua anuidade, o Crea-PA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) cancelou os registros de 821 profissionais e 143 empresas - a maioria na área de engenharia -, que estavam inadimplentes por mais de dois anos.
A partir de agora, o Crea informa que quem contratar os serviços de empresas e profissionais nessa situação não terá qualquer garantia legal. Para evitar problemas, antes de contratar, empresas ou órgãos públicos devem solicitar ao Crea a certidão de registro do profissional ou empresa, serviço que é oferecido gratuitamente ao público em geral".

Agora pergunte e responda se a entidade toma alguma atitude quando as obras são "feitas" por empresas que só levam o nome de engenharia nas prefeituras municipais?

Sob denúncia dizem que "estão tomando as devidas providências". Sem elas? Nem pensar.

E os TCM, ou TCE ou TCU?

MUDANÇA DE RUMO

Segundo o biólogo Paulo Moutinho, Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), de Daniel Nepstad, do Centro de Pesquisa de Woods Hole, e de Britaldo Soares-Filho, da Universidade Federal de Minas Gerais "a política do governo federal de formar um mosaico de unidades de conservação na Amazônia para frear o avanço da fronteira agropecuária pode gerar dinheiro dentro de um mecanismo que valorize a floresta em pé.
Segundo cálculo feito por pesquisadores do Brasil e dos Estados Unidos, destinar 240 mil quilômetros quadrados em 2004 e 2005 para a preservação teve como efeito collateral positivo a prevenção do desmatamento de outros 60 mil km2, uma vez que os desmatadores tendem a abandonar a região ou mudar de atividade"
.
Os dados foram apresentados na última Conferência das Partes da Convenção do Clima (COP), que aconteceu neste mês em Nairóbi, no Quênia.

CALHA NORTE

Ainda sobre a polêmica que os decretos de UC's a serem assinados pelo governador Simão Jatene. o ISA - Instituto Sócioambiental - publicou artigo e explica:

"Projetos de infra-estrutura como hidrelétricas, estradas, pontes e hidrovias tem efeitos diretos e indiretos sobre os ecossistemas. É exatamente para avaliar estes efeitos e buscar minimizá-los ou, eventualmente, compensá-los que a legislação ambiental institui a obrigatoriedade de estudos de impacto ambiental (EIA) para empreendimentos potencialmente danosos ao meio ambiente".
Vale a pena ler.

28 de novembro de 2006

Calha bem verdinha

Já comentado no RD e no Blog do Jeso, o canal Ecodebate publica um artigo de Manoel Francisco Brito - Calha Verde - sobre as unidades de conservação na Calha Norte, que o governador Simão Jatene pretende decretar nestes próximos dias.

Caboclas e Amazonicas

O livro como "Sociedades Caboclas Amazônicas, Modernidade e Invisibilidade", que foi lançado nesta segunda-feira (27) em São Paulo, editado pelos antropólogos Cristina Adams, Rui Murrieta e Walter Neves traz dados novos sobre a vida na imensidão verde.
Entre outros aspectos, se volta para a questão alimentar e apesar da mandioca e do pescado, o caboclo vive no limiar da subnutrição, mas somente no que diz respeito a calorias (alimentos que fornecem energia para o organismo consumir, como açúcares e gordura). No quesito proteínas (nutrientes importantes para a estrutura do corpo), está bem servido com os peixes, que também fornecem caloria na forma de gordura.
Foram pesquisadas cinco comunidades paraenses, três na ilha de Marajó e duas na ilha de Ituqui (região de Santarém).

Especialistas x Sociedade

De Waldir Mantovani, professor titular e vice-diretor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (USP), no campus USP Leste, sobre o distanciamento dos especialistas e a sociedade, em relação as questões ambientais que não podem ser resolvidas por meio apenas de um enfoque disciplinar:
“É impossível tratar de questões ambientais apenas com base nos efeitos físicos e biológicos da natureza. Como a maior parte dos problemas é causada por pessoas, as questões ambientais estão essencialmente relacionadas com a humanidade. Entender esse processo é o obstáculo mais difícil a ser vencido pela comunidade científica”.

UM EXEMPLO PORRETA!

Segundo reportagem de André Campos, da Repórter Brasil, "o diretor executivo da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), Tito Martins, declarou, na última quarta-feira (22), que a empresa irá parar de vender minério às produtoras de ferro-gusa no Brasil suspeitas de utilizar matéria-prima produzida por escravos. Segundo informações da assessoria de imprensa da CVRD, a renovação dos contratos com as siderúrgicas só será feita com aquelas que tiverem sua situação ambiental e trabalhista regularizadas. A maioria desses contratos expiram-se em 31 de dezembro de 2008".
Bom exemplo a ser seguido em todos os segmentos industriais.

MÁ NOTÍCIA

Uma má notícia circula nos meios, sobre a utilização da soja na produção do biodiesel. O mercado internacional de grãos, soja, milho e trigo, nos últimos 30 dias, subiu bem acima de qualquer previsão das mais otimistas feita por qualquer bom analista de mercado. Persistindo essa tendências de alta nos preços destes commodities agrícolas no mercado internacional, a produção de biodiesel no Brasil vai por água abaixo.
Assim, a produção espetacular de grãos tão esperada no Baixo-Amazonas não vai produzir os lucros esperados pelos agricultores.

27 de novembro de 2006

Prá matar... de inveja!

Aviso bem humorado do Dudu Dourado:
"Não se esqueça que hoje é dia de Segunda Espetacular no restaurante Casarão do Imperador. Hoje o prato é Mujica de Tambaqui. Voce paga 10 reais e come a vontade.
Hoje especialmente com a presença do jornalista e bloqueiro Juvencio Arruda, do blog Quintaemenda.blogspot.com".

LIÇÕES PARA A COSANPA

"Em muitos países, o déficit na cobertura de água e esgoto e a deterioração da infra-estrutura do setor são resultado dos investimentos insuficientes e da ineficiência das empresas públicas, mas isso não significa que conceder os serviços a empresas privadas seja a saída para oferecer saneamento com equidade, qualidade e preço justo.
A conclusão é do RDH (Relatório de Desenvolvimento Humano) 2006, lançado pelo PNUD, que fez um raio-x do desempenho do setor em 177 países e territórios.
O estudo afirma que, mais importante que a natureza do responsável pelos serviços, é a regulamentação, que exerce um “papel-chave” no estabelecimento de preços e padrão de qualidade".
Esta é a conclusão de um estudo anual do PNUD diz que tanto empresas públicas como privadas conseguem ser eficientes e que o fundamental é a regulamentação.
Quem sabe sirva de lição para que a COSANPA e as prefeituras municipais se organizem e regulamentem a exploração e a distribuição da água no solo e sub-solo paraense.

Mercado para o Turismo Sustentável

Os resultados do estudo de mercado para o Turismo Sustentável da Amazônia Legal serão apresentados no dia 30 de novembro, em Porto Alegre (RS), durante o seminário Aliança Natural para o Turismo Consciente da Biodiversidade, promovido pelo Secretariado da Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB).
No encontro, que será aberto pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, será lançada a rede de Turismo e Preservação da Biodiversidade, apoiada pelo Secretariado da CDB.

NOVE...DADES

Esta me foi passada pelo Carmona (não é o deputado intinerante).
"Uma pergunta aos torcedores do (rebaixado-esperançoso-de-subir-de-novo-se-o-Ceará-cair) Paysandu faz os remistas ficarem nas alturas: "Quais são as nove...dades ?"

China domina o mercado de créditos de carbono

Atualmente a China absorve 60% do comércio de créditos de carbono no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) criado pelo Protocolo de Kyoto.
Sua posição dominante no florescente mercado representa uma grande mudança em relação há poucos anos, quando assumiu apenas 5% do volume estipulado.
O MDL permite às empresas poluentes de um país ganhar créditos reduzindo suas emissões de gases que causam o efeito estufa em outro. Como o aquecimento é um fenômeno global, não importa onde ocorram as reduções. E já que implementá-las nos países em desenvolvimento costuma ser mais barato do que nos industrializados, os poluidores destes últimos se beneficiam comprando créditos de carbono por meio de projetos em países como a China.

Fonte: Envolverde

26 de novembro de 2006

DESCONFORTO BICOLOR

A bondade azulina chega a limites inimagináveis.
Resolveram ajudar na contratação de um novo goleiro azulino. Vai ser contratado um goleiro nos Balcãs: TOMASNOV!

Enquanto isso...

O PMDB não quer nada no governo da Ana Júlia. Só interessa minar e explodir o império cambaleante dos Maiorana.
Através da SEFA e da FUNTELPA. Só isso!

Agonia ou Êxtase

É palpável o desconforto dos atuais dirigentes de órgãos estaduais em Itaituba.
Em janeiro perdem a boquita.
Deve estar lhes ocorrendo uma dúvida cruel: PMDB do Walmir Climaco ou PT do Afábio Borges?

O PÊSO DOS INCOMPETENTES

Está em O Liberal:
"Os municípios brasileiros nunca tiveram um crescimento no orçamento tão grande para trabalhar, mas ainda assim estão terminando o ano no vermelho".
Pudera! Os prefeitos também tem que formar sua aposentadoria precoce com frota de carros de aluguel, mansões, viagens de turismo com as putas (ops, suas amantes) e com a troca de cheques com os agiotas de plantão. Fora a "retirada compulsória" dos seus asseclas mais chegados. Né, Carlinhos da Cerpa?

25 de novembro de 2006

PARA REGISTRO


A Engenheira Agrônoma Rafaela Cabral, ontem, no dia de sua formatura.

O VILÃO DA MINERAÇÃO TERÁ GUIA

O IBRAM e a ANA se reuniram para promover um relatório técnico sobre ações de reuso de água, tratamento de efluentes, entre tantas, todas adequadas à lei federal n/ 9.433/1997, também conhecida como Lei das Águas.
A obra A Gestão de Recursos Hídricos e a Mineração pretende ser uma referência para que todo o setor de mineração se engaje nessa empreitada de aperfeiçoar as técnicas de gerenciamento da água.
O trabalho evidencia parcerias que podem ser replicadas em qualquer parte doPaís, envolvendo universidades, comunidades, cooperativas de empresas,instituições técnicas e de pesquisa, entidades de classe, entre outras.
Maiores informações procure o IBRAM.

Bactérias sem luz do sol e oxigênio?

Um grupo formado por pesquisadores de diversos países encontrou, em escavações em uma mina de ouro na África do Sul, bactérias vivendo em rochas a 2,8 mil metros de profundidade. Trata-se da primeira comunidade microbial até hoje descoberta que depende exclusivamente de hidrogênio e enxofre produzido geologicamente. Mais: os organismos encontrados, pertencentes ao filo Firmicutes, são completamente independentes da energia derivada da luz solar. De onde retiram energia para se manter? Da conversão de moléculas de água por minerais radioativos, como urânio e tório.
Li-Hung Lin et alli, em um artigo publicado na revista Science - "Long-Term Sustainability of a High-Energy, Low-Diversity Crustal Biome" afirma que "São bactérias realmente únicas, no mais puro sentido da palavra. Essa descoberta mostra que conhecemos surpreendentemente muito pouco a respeito da origem, da evolução e dos limites da vida na Terra"

UM POÇO ...DE CARBONO

Nos anos recentes, o volume de CO2 liberado na atmosfera passou a ser o foco principal de atenção de todos os que se preocupam com a saúde do meio-ambiente em termos globais.
Agora, pesquisadores brasileiros e franceses, trabalhando conjuntamente, vão criar um "poço de carbono". Não se trata de nenhuma cisterna, de onde se possa retirar ou depositar carbono, mas de uma floresta, criada artificialmente.
O experimento é de longo prazo. Durante os 40 anos previstos para a duração da experiência, os cientistas poderão acompanhar em detalhes todo o processo de captura e liberação de carbono em uma área definida, coberta por uma massa vegetal também controlada.
O principal objetivo é quantificar a absorção e a liberação do carbono na atmosfera. O trabalho será feito pela Agência Nacional de Florestas e pela ONG franco-brasileira Pro-Natura International, em uma área de 5.000 hectares localizada no estado de Mato Grosso. Todo o experimento será financiado pela fabricante de automóveis Peugeot.
O poço de carbono envolverá o plantio de nada menos do que 10 milhões de árvores, recuperando a floresta em uma área em que a cobertura vegetal original foi devastada e transformada em pastagem.

APAS SÃO LESADAS

Entre as áreas protegidas da Amazônia Legal, são as Áreas de Proteção Ambiental (APA) que apresentam maiores índices de desmatamento. A porcentagem média da retirada florestal nesses territórios é de 20%, contra 1,2% em Reservas Indígenas e 1% em Unidades de Conservação de Proteção Integral.
"Isso acontece porque não estão sendo implementados os planos de manejo, indispensáveis para essa categoria de unidade de conservação", diz o pesquisador Leandro Ferreira, do Museu Paraense Emílio Goeldi.

Os analistas ambientais do IBAMA e da SECTAM precisam agir antes que as APAs se tornem desnecessárias.

24 de novembro de 2006

A ENERGIA DAS ONDAS

Apropriado para os países onde jorra petróleo, pesquisadores britânicos descobriram que Ondas do mar poderão propiciar uma forma energeticamente eficiente para dessalinizar água do mar.
Enquanto sistemas convencionais de purificação exigem grandes quantidades de energia para funcionar, o movimento oscilante de bóias flutuantes poderá ser utilizado para acionar um sistema de bombas de dessalinização.

Nestas épocas de viroses brabas ...

Um xarope à base de xaxim (Dicksonia sellowiana) desenvolvido por Elzo Ferreira, gaúcho radicado em Curitiba (PR), vem se constituindo numa promessa concreta de minimizar os sofrimentos causados pela asma, doença que hoje no Brasil ocupa o quarto lugar entre motivos de internações no Sistema Único de Saúde, sendo responsável por cerca de duas mil mortes anuais, conforme dados da Associação Brasileira de Asmáticos – Abra.
Mais informações sobre o assunto clique aqui.

REGISTRO INÉDITO DE UMA ERUPÇÃO SUBMARINA

Uma equipe de pesquisadores conseguiu, pela primeira vez, registrar uma erupção vulcânica submarina, a milhares de metros sob o leito do Oceano Pacífico. O evento é descrito em artigo publicado no sistema de divulgação prévia online da revista científica Science, o Science Express.
Leia mais aqui.

23 de novembro de 2006

AGORA É O TRÔCO!

Dias antes do 2º turno das eleiçoes entrei em um restaurante familiar e sentei junto com duas pessoas que vivem de política em Itaituba. Na conversa manifestei meu desejo de vitória da Ana Júlia. Logo, logo fui "embarcado" por um de meus interlocutores na canoa de algemados e, conforme sua expressão, se admirava muito de um cara instruído estar querendo andar com estes algemados e outras insinuações malidicentes. Calei e engoli em sêco todas as ofensas. Ao partir, meu "amigo" ainda virou e me disse prá não me aborrecer que eu era do peito. Pudera!
Ao vir visitar minha famíla e consultar a caixa de mensagens deparei com um artigo da Ana Célia Pinheiro que reproduzo (mesmo sem a licença da autora vou ser perdoado) para a resposta aos "honestos" parceiros do PSDB:

A Honestidade de R$ 1,99


"Sinceramente, não sei se rio ou se choro dessa mania tucana de satanizar os adversários. Quem não conhece os meandros do tucanato paraense, acaba até acreditando que está diante da quintessência da Moralidade: é tudo querubim ungido!

Mas, no que consiste, de fato, essa “ética” tucana?

É fato que o palanque paraguaio da bondade deles tem bem poucos algemados. Mas também é fato que eles ergueram, em 12 anos, uma autêntica muralha de impunidade, a impedir a investigação de inúmeros escândalos.

Veja-se a Prev Saúde, a empresa da mulher e do filho do secretário de Saúde, Fernando Dourado, com os quase R$ 8 milhões que já faturou junto ao Executivo, justamente, na área da Saúde.

Vejam-se as denúncias de superfaturamento de remédios pela Sespa – e só a Controladoria Geral da União, na única inspeção realizada ali, flagrou um rombo de cerca de R$ 14 milhões.

Veja-se o exemplo de Eduardo Salles, o sobrinho do governador Simão Jatene, com a fortuna que acumulou à sombra do tio – e cuja reportagem completa, aliás, está arquivada neste blog.

Vejam-se os mais de 20 parentes de Jatene, nomeados para o Governo do Estado, num autêntico “condomínio de contracheques”, como classificou um advogado.

Vejam-se os R$ 10 milhões adquiridos pela mesma Sespa junto a KM Empreendimentos, uma empresa enrolada até o pescoço, nas investigações sobre a máfia dos sanguessugas.

Vejam-se as inúmeras denúncias de superfaturamento de obras públicas, como a Estação das Docas e o Centro de Convenções – cujo metro quadrado, a R$ 3.400,00, é seis vezes mais caro que o mais alto custo do metro quadrado do país.

Veja-se o Hospital Metropolitano, cuja construção consumiu R$ 28 milhões, o dobro do inicialmente previsto, e onde só uma pracinha ficou em quase R$ 1 milhão.

Veja-se o caso Cerpasa – e só aí “sumiram” R$ 45 milhões em dívidas fiscais.

Veja-se a Clean Service, ligada a Marcelo Gabriel, filho do ex-governador Almir Gabriel, que já faturou, pelo menos, R$ 15,1 milhões junto ao Governo do Estado.

Veja-se o autêntico “laranjal” do empresário Chico Ferreira e os contratos milionários que abocanhou, nos últimos 12 anos, também do Governo do Estado – e que ultrapassam, largamente, os R$ 50 milhões.

Vejam-se os R$ 450 milhões da venda da Celpa, que até hoje os paraenses se perguntam onde foram parar.

Mas, de quanto é que estamos falando, mesmo? Qual o total de recursos públicos que desapareceram em tais escândalos?

Será que o saque se torna “menor” porque praticado pelo “Midas da Moralidade”?

Será que a impunidade torna o infrator menos rapace?

Ou será que falta é a Justiça agir, de fato, como Justiça?

Quantas algemas os “mocinhos”, os querubins ungidos desse palanque paraguaio da bondade estão a merecer?

Mas permanecem, todos, livres, leves e soltos, não é mesmo? A apontar o dedão acusador para tudo e todos, acionistas que são da Perobal S/A.

E seguem assim porque a “ética” que apregoam é, simplesmente, a da varrição da sujeira para debaixo do tapete. É o amordaçamento das instituições que têm a obrigação de acabar com essa festança.

No fundo, a “ética” do tucanato tem por alicerces a censura, o aliciamento e a perseguição. É um autêntico Bataclan, no qual se corrompe, até, o chefe de polícia. Daí inexistirem, entre os tucanos, as algemas que tanto aplaudem nos pulsos alheios.

Falam em despreparo de Ana Júlia. Mas, quem tem preparo? Valéria Pires Franco? Vic?

Falam em palanque da maldade. Mas, quem são os mocinhos deles? Marcelo Gabriel? Chico Ferreira? Eduardo Salles? Fernando Dourado? Raimundo Santos? Duciomar Costa? O algemado cidadão Flexa Ribeiro?

É engraçado. Nesse palanque paraguaio da bondade, nessa honestidade de R$ 1,99, há gente acusada de ligação com o crime organizado, de envolvimento no escândalo dos sanguessugas, de receptação e até de estupro e de corrupção de menores. Há bacanagens para todos os gostos: todo tipo de fraudes licitatórias e de malversação do dinheiro público que se possa imaginar.

No entanto, dizem eles, os bandidos somos nós. Vai ver que é porque se esqueceram de olhar de perto a própria latrina"
.

Que tal servir como reflexão sobre o slogan do Almir de que "em seu palanque não sobe bandidos"? E agora, depois das algemas em seu filho e no Chico Ferreira?
Os cães ladram e a caravana passa, né, companheiro?

BIODIESEL É INVIÁVEL

A recente valorização nas cotações do óleo de soja fez as indústrias de biodiesel recalcularem seus custos de produção. Conforme a Tetras Corretora, o preço do produto, cotado ontem em São Paulo a R$ 1.800 a tonelada, subiu 63,6% no ano e 38,5% desde o fim de setembro, quando a soja iniciou ciclo de alta na bolsa de Chicago por conta da demanda para produção de biodiesel nos EUA. O preço já supera o do biodiesel, que no último leilão da Petrobras ficou em R$ 1.746,66 a tonelada.

22 de novembro de 2006

COISAS DE UM VELHO PAI...

Já viram um pai bobão?
Hoje sou eu.

Raridade Mineral

Uma opala de 300 quilos e 15 milhões de anos foi encontrada na Hungria, em uma pedreira em Kisnana, a leste de Budapeste, informa a imprensa local.
A pedra, cujo tamanho é considerado incomum e um recorde na Hungria, foi levada para o Museu de Ciências Naturais de Budapeste.

Fonte: O Estadão

DE TIRAR O SONO

Os prefeitos de Itaituba, Jacareacanga, Trairão, Novo Progresso e Aveiro que demonstraram serem péssimos líderes municipais e não conseguiram carrear votos para eleger seu candidato a governador estão pensando como se safarão das contas assumidas. A Gorete (PMDB), de Aveiro ainda pode voltar atrás (se o Jáder aceitar a traição) se roer a corda que o PSDB lhe deu, mas os outros...

Notas do Jacaré

Meu informante anuncia que:

  1. Foi aberto processo de cassação do vereador Tabaco, de Jacareacanga, por quebra de decoro parlamentar. Prostituição, estupro e demais crimes contra crianças e adolescentes agora são chamados de decoro. O pau vai quebrar na Câmara de lá, nesta semana.
  2. O prefeito dos cheques voadores resolveu (à la Hugo Chávez) instituir um jornaleco para divulgar suas obras. Tomara que desta vez não publique fotos de obras do prefeito anterior como se fossem suas.
  3. Uma grande festa em comemoração ao aniversário de Jacareacanga (dia 13 de dezembro) vai ser promovida pelo ex-prefeito Eduardo Azevedo no clube Emoções. Isto está tirando o sono e aumentando a bílis do atual dono do poder. Inveja pura.

PROSTITUIÇÃO AMBIENTAL

Notícias recentes do governo Lula vão causar preocupações no quesito meio ambiente. Reclamam que a infra-estrutura não avança devido a imposição precisa da legislação ambiental e já pensam em modificar (atenuar as exigências) para que se possa abrir estradas, construir hidrelétricas e o diabo a quatro sem EIA/RIMA ou qualquer outro tipo de licença ambiental.
Também, no Brasil é tudo igual: em todo lugar tem floresta amazônica ou atlantica, árido e semi-árido, manguesais, caatingas, índios, quilombolas, castanheiras, pau-brasil, buritizal, fazendeiros, madeireiros, caminhoneiros e tudo o mais.
Então deixa levar que amanhã a gente planta, faz outra floresta, uns campos de futebol, quem sabe um autódromo no Jamanxin ou em Tabatinga.
Vai, companheiro, faz a merda completa e te livra deste tal de meio-ambiente. Aliás, porque num é inteiro invés de só meio, né Lula?

A VOLTA

Muitos dias me separaram desde a última postagem.
Fico imaginando como aqueles leitores teimosos se sentiram quando abriram esta página e não encontraram nenuma novidade. Pois eu sentia uma frustação enorme quando consultava meus blogs e deparava com uma nota antiga. Agora, mais paciente e menos afobado vou colocando em dia as novidades que consegui receber e o dia a dia de meu caminho pelas pedras.
Abraços!

24 de outubro de 2006

TABACO & CIA.

Hoje, aqui em Itaituba tem uma audiência(?) na Delegacia da Mulher.
Vai ser ouvido o líder do Governo Municipal e vereador de Jacareacanga, Tabaco.
A acusação é gravíssima: sedução, estupro, prostituição e aliciamento de menor.

ENSINANDO A BLOGAR!

Muitos participantes da curriola do prefeito de Jacareacanga tem reclamado de meus post. Mas não dirigem a reclamação a mim. Nem mesmo quando me encontram perambulando pelas ruas e avenidas de Itaituba e Jacareacanga.
Preferem se queixar ao ex-prefeito, como se ele tivesse alguma responsabilidade sobre meus post.
Devo comunicar que tenho vida, logo existo. E, se existo, logo penso. Pensando bastante concluí que devo me posicionar contra as ações de corrupção dos mesmos. Não sou dirigido por ninguém, exceto por minha linha de pensamento. Ou vice-versa.
Se quizerem se queixar pessoalmente ao blog vou ensiná-los a postar:

  1. Enviem uma mensagem via email clicando numa figura parecida com um envelope, que está no final das instruções, após a postagem;
  2. Ou mandem uma colocação clicando onde está escrito COMENTÁRIOS. Garanto-lhes uma resposta!
  3. Não tirem o cyber do ar quando houver uma postagem sobre Jacareacanga. Por favor!

Se quiserem (como propalam) fazer uma representação criminal contra mim estou aguardando para lhes dar as respostas.

Continuem com a mão no saco! Por enquanto, tá?

ESTATUTO DO GARIMPEIRO

O projeto de lei que institui e dá garantias trabalhistas aos garimpeiros é uma farsa anunciada pelo Governo Federal.
Eles precisam saber como são os trabalhos garimpeiros na Amazonia e modificar urgentemente um monte de artigos.
A verificar.

20 de outubro de 2006

ESCRITOR FANTASMA

Descoberto o escritor fantasma (ghost writter) do Prefeito de Jacareacanga.
Agora ele está correndo prá sustar os cheques emitidos com a sua assinatura.
Vai dar um "bode" danado.
E agora quem te salvará?

__________________________________________________________

Atualizado em 21/10/2006:
São vários escritores que assinam cheques e projetos em nome do prefeito. Que corja!

Estatuto do Garimpeiro

O Poder Executivo enviou ao Congresso Nacional o Projeto de lei nº 7.505, de 2006, que vem instituir o Estatuto do Garimpeiro dentre outras providências.
O Estatuto do Garimpeiro proposto apresenta importantes elementos que se coadunam com as políticas para o setor mineral.
Veja a notícia completa aqui.

4 de outubro de 2006

"O problema é que os prefeitos em todo o Brasil transformaram esta campanha na mais cara e ilegal da história. Quase nenhum prefeito ou vereador resiste hoje a uma investigação. (...) Os vereadores foram comprados, e por todos os partidos sem exceção. Como a lei obrigava a ter o caixa um na campanha de rua, o caixa dois se terceirizou com o vereador e com o prefeito."

De Paulo Delgado, professor de Sociologia e Política da Universidade Federal de Juiz de Fora, derotado nas urnas em entrevista especialíssima (como recomenda o Quinta Emenda), publicado no Blog do Moreno.

3 de outubro de 2006

APÓS A FARRA ELEITORAL ...

Ao terminar as eleições em Jacareacanga, os partidários do atual prefeito fizeram uma carreata, com fogos de artfício e palavras de ordem contra o ex-prefeito e contra o candidato Peninha, derrotado nas urnas.
Nesta semana começam a pulular as denúncias de corrupção, atrazo no pagamento dos programas federais (PETI, etc.), a distribuição de combustível pela cúpula governamental local, notas frias de medicamentos da empresa DISMEBEL, notas frias da COSANJA e FH CONSTRUÇÃO e enriquecimento ilícito pelo prefeito e seus sequazes.

29 de setembro de 2006

AINDA SOBRE JACARÉ...

Comentam, a boca pequena, que o atual prefeito de Jacareacanga não assina nenhum documento para se livrar de demandas jurídicas e administrativas. Contratou um "ghost writer" para assinar em seu lugar.
Chegou a tal ponto que os projetos encaminhados à Câmara Municipal apresentam as assinaturas falsificadas.
Ah! E os cheques também!

__________________________________________________________
PS: Comentarei em próximo post sobre esta minha fixação contra o atual prefeito.

INSS reconhece direitos previdenciários dos garimpeiros

Em decisão inédita, o INSS, por meio da Instrução Normativa nº 11, de 2006, além de reconhecer os direitos previdenciários dos garimpeiros, faz também a sua revisão, com o objetivo de uma melhor aplicação das normas jurídicas pertinentes ao assunto.

Contribuições à Geologia da Amazônia

O Núcleo Norte da Sociedade Brasileira de Geologia acaba de lançar o quarto volume da série Contribuições à Geologia da Amazônia, que traz uma coletânea de 24 textos.
Eles foram resultado dos simpósios realizados em Manaus em 2003. De conteúdo variado, a publicação de 254 páginas tem temas variados, todos eles abrangendo a complexidade da região.
Para adquirir esse volume, entre em contato com a SBG-NO pelo fone/fax (0xx91)3276.2526, ou pelos e-mails 9sga@be.cprm.gov.br ou eklein@be.cprm.gov.br .
O preço é de R$ 40, incluídas as tarifas de envio pelo correio.

A SUBIDA DO OURO

Ouro sobe e com ele ações das mineradoras.Após grandes quedas, o ouro volta a superar a barreira dos $600 por onça, nas bolsas internacionais.
O mercado sentiu o fato e as ações das mineradoras tiveram uma forte aceleração.
Até quando esta tendência perdurará?
Como sempre a resposta está no futuro. Até lá vamos aproveitar o bom momento e aumentar a produção conscientemente.

28 de setembro de 2006

uma praga...

O QuintaEmenda publica a epígrafe da denúncia que o MPF oferece contra o Ademir Andrade e mais 30 nacionais, denunciados pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa, fraudes em licitações e estelionato, que teriam sido perpetrados na Companhia das Docas do Pará.
Eu aproveito para desejar o mesmo aos prefeitos (especialmente o dos cheques sem fundos) que estão assaltando os cofres municipais da mesma forma:

"Malditos sejais ladrões, gatunos, pichelingues, unhantes, ratoneiros, trabuqueiros dos dinheiros públicos, dos quais agadanhais, expropriais cerca de 20% de todos os orçamentos, deixando viadutos no ar, pontes em nada, esgotos a céu aberto e crianças mortas de fome, mortas de tudo, enquanto trombeteais programas populistas inócuos.” “Que a maldição de todas as pragas do Egito e do Deuteronômio vos impeça de comer o fruto de vossas fazendas escravistas, que não possais degustar o pão de vossos fornos nem o milho de vossos campos, e que vossas amantes rancorosas vos traiam e vos contaminem com as mais escabrosas doenças e repugnantes feridas!”

NA ESTRADA...

Desde ontem estou na estrada.
Portanto meus post vão depender dos cyber e do tempo que vai ficando mais reduzido.
Mas, não esqueçam de votar!
Até qualquer dia, por aí!

DO BLOG DO BARATA

Sobre a pesquisa eleitoral divulgada nesta quarta-feira, o jornalista Augusto Barata publica em seu blog o seguinte comentário:

A repercussão no Pará

Se ocorrer, a reeleição do presidente Lula ainda no 1º turno fatalmente repercutirá de forma intensa no Pará, onde os números das pesquisas de intenção de voto sinalizam que a disputa pelo governo do estado só será decidida em um 2º turno. Se assim for, o ex-governador tucano Almir José Gabriel, que postula um terceiro mandato, se defrontará com um quadro presumivelmente adverso.Seja qual for seu adversário, na possibilidade de um 2º turno Almir José Gabriel, que liderou até aqui as pesquisas de intenção de voto, enfrentará um adversário que inevitavelmente terá o calor do apoio presidencial, potencializado pelo prestígio de um presidente que acabou de ser reeleito ainda no 1º turno.

A expectativa, nesse caso, é de que a base de sustentação da candidatura de Almir José Gabriel deverá erodir, esfarinhando o favoritismo tucano, cujo principal combustível é o apoio da máquina administrativa estadual.A senadora Ana Júlia Carepa (PT) ou o deputado federal José Priante (PMDB), seja qual for deles que vá para o 2º turno, contará com o colossal poder gravitacional do Palácio do Planalto, do qual tanto dependem os prefeitos, cabos eleitorais de inquestionável importância.

Inevitavelmente, o primeiro turno e consequentea eleição dos deputados estaduais e federais no estado deverá indicar os rumos que os prefeitos tomarão no apoio de um eventual segundo turno.

A base governamental do atual governo, neste jogo deverá colocar em campo dez defensores, comprar o juiz da partida e, se possível, os torcedores do time adversário para continuar comandando os nossos desejos (?).

NOVAS EM JACARÉ?

Comunica-me o informante de Jacareacanga, que em comício programado pelo prefeito atual para enaltecer o deputado federal e candidato à reeleição Nicias Ribeiro foi um fracasso. Havia pouco mais de 45 gatos pingados, entre puxa-sacos e alguns curiosos.
Quase que o coitado do Nicias tinha um infarto quando viu a "expressividade política" do atual prefeito, entre seus munícipes.
Mas, o Nicias e demais candidatos apoiados pelo prefeito atual foram avisados (inclusive por este blog), que não deveriam procurar má companhia.
Pior, diz-me o araponga, que quando o prefeito foi falar (?) a debandada foi maior ainda. Nem os seus puxa-sacos aguentam ouvir suas besteiras.
Comunica-me também que os cheques da prefeitura na praça de Itaituba "parecem as pulargas" nos guichês dos bancos. Bate e volta.

27 de setembro de 2006

SÔBRE O DEBATE LOCAL...

Primeiro não entendi porque começou tão tarde. Será que era p'ros que levantam mais cedo não terem oportunidade de assistir e avaliar os candidatos?
De qualquer forma foi cansativo, repetitivo e sem graça. Tanto da parte do mediador como dos candidatos. Então uma avaliação minha sobre:
  • Almir 45 Gabriel - Ficou devendo. Uma coisa ele aprendeu com o Jatene: falar de números e mais números, mas não respondeu sobre o massacre dos Carajás, sobre as obras prometidas e nem iniciadas e outros temas importantes prá nós. Meu conselho: Dr. Almir, continue cuidando do orquidário e deixe a política ser mais transversal.
  • José 15 Priante - Não entendi se foi debater ou fazer tiro ao alvo no Almir. Poderia ter escolhido continuar com o mandato de deputado federal e ter suas "obras" garantidas pela MARTOP, né? Se muito fizer nestas eleições vai garantir o segundo turno prá Ana Júlia.
  • Ana 13 Júlia - Puxa, o bordão do "Quero dizer prá vocês" me fez mudar de canal várias vezes. Sua consultoria precisa mandar ela mudar este mote de campanha. Se for pro 2º turno este "pé quebrado" vai incomodar seus eleitores. Espera que colocasse mais ênfase em seu programa de governo, mas ...E ficou com peninha do ex-companheiro?
  • Edmil50n Rodrigues - este modo de falar sobre sua administração petista enche o saco. Queria saber sobre o desvio efetuado no recolhimento de parcelas do INSS e nunca repassadas ao órgão. Mas não decola sua avioneta. Nem sabe como se comporta o meio ambiente urbano, tanto que falou do mondrongo Aldeia Cabana como se fosse a obra prima de seu governo. E, pior, nunca respeitou seus parceiros, nem mediador nem espectador nos seus intermináveis pronunciamentos. Ora, ora... continue destilando seu veneno sobre ex-companheiros e só.

Bom, tava tão chato que às 00:37 resolvi desligar a TV e nem ouvir as considerações finais. Não valia a pena. E ainda tinha que acordar às 05:30 hs.

26 de setembro de 2006

DÁ PRÁ ACREDITAR?

Em entrevista à Folha, o senador pelo Maran..., ops digo, Amapá afirma que:

"Criei a zona de livre comércio, o porto de contêineres, conseguimos investimentos para um parque energético grande, para distribuição de energia no Estado. Conseguimos recursos para as BRs e estamos chegando ao Oiapoque com estrada que interessa ao Brasil, pois liga à Panamericana. Quem fundou a Universidade do Amapá fui eu, quem conseguiu escola técnica para Macapá fui eu". E outras baboseiras mais.

Em um adendo, a Alcinéa Cavalcante brinca: - Só faltou dizer que trouxe o rio Amazonas, as florestas e as pedras para a construção da bicentenária Fortaleza de São José. Deveria ter contado que em 16 anos como senador apresentou 23 projetos e destes apenas cinco para beneficiar o Amapá.

E, ela mesmo, restabelecendo a verdade: a BR começou a ser construída na década de 50, a hidrelétrica Coaracy Nunes foi inaugurada na década de 70 e foi feita com recursos provenientes dos royalties do manganês, não existe escola técnica no Amapá e a Universidade do Amapá foi fundada em 1990 - quando Sarney já não era presidente da República e ainda não era senador.

Leia o texto integral da entrevista aqui. E dê boas gargalhadas pelas respostas do imortal.

AINDA DÁ TEMPO DE SE PROGRAMAR

Os alunos da Universidade da Amazônia (Unama) terão a oportunidade de conferir nesta terça-feira várias possibilidades de emprego e negócios a emergir com a implantação dos projetos de mineração no Pará.
Será durante a palestra que a coordenação do Programa de Fornecedores do Pará (PDF) da FIEPA fará a convite da instituição, no auditório 4 da Unama BR, a partir das 19 horas.
A palestra visa orientar os profissionais, especialmente das áreas de Administração, Ciências Contábeis e Economia, a se inserirem no mercado de trabalho, em vagas no interior do Pará. Várias das vagas podem ser preenchidas por recém-formados e graduandos, uma informação importante quando se considera que 45,5% dos desempregados paraenses situam-se na faixa etária entre 16 e 25 anos. Além disso, o PDF propõe discussões acadêmicas sobre o conteúdo dos currículos dos cursos de graduação, visando a inserção de disciplinas que promovam o empreendedorismo.

Fonte: Geologo.com.br

MAIS UMA DO PASSAGEIRO!


O prefeito-falso médico-escritor de Nova Déli foi à SECTAM reunir-se com os técnicos para - pasmem! - propor a soma de esforços para evitar que a burocracia traga prejuízos ao empreendimento (Projeto ORLA), como por exemplo, a perda de recursos.

Então tá.

A partir de agora, Senhor Secretário, que, em relação ao Projeto ORLA, "se comprometeu a agilizar o trabalho para que a licença ambiental saia até o final deste ano", faça a dispensa das burocracias dos projetos de pedidos de licença ambiental que transitam neste órgão.

Inclusive o meu projeto (64506/2006), que está por lá desde fevereiro deste ano e tem mais uma exigência.

BLOG CONDENADO!

A nota abaixo está publicada no Diário de hoje:

"Blog divulga pesquisa sem registro
O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará multou um jornalista de Santarém (1.526 quilômetros de Belém) por divulgar em seu blog suposta pesquisa interna do PSDB.
O levantamento, que não foi registrado no TRE, era sobre o cenário na disputa para deputado federal no Estado.
Osvaldo Carneiro, conhecido como Jeso Carneiro, terá que pagar R$ 54.205. Como perdeu o prazo para recorrer da decisão, em um prazo de 30 dias será dado início ao processo de execução fiscal.
Carneiro disse que publicou a notícia a partir de informações do blog de um publicitário de Belém. “Só fiz copiar a notícia e dar o link para o outro blog”, disse o jornalista. A nota que citava a suposta pesquisa falava do desempenho do ex-prefeito de Santarém, Joaquim Lira Maia (PFL) - que é candidato a deputado federal -, nas intenções de voto do eleitorado.
Carneiro disse que acha que o processo aconteceu por razões pessoais. “Eu criticava a gestão do Lira Maia em minha coluna no jornal ‘Gazeta de Santarém’ quando ele era prefeito”.
Fonte: Folha On Line.
Se esta notícia for verdadeira (ainda não consegui contato com o Jeso), estaremos abrindo um canal de arrecadação para ajudar a pagar esta "aberração" ao TRE.
Vamos juntos ao Blog do Jeso dar uma força!

DIA DE ESTUDAR SEU CANDIDATO

Hoje é dia de debate nas emissoras da Glogo com os candidatos aos cargos máximos nos estados. Além do horário gratuito na TV.
Que tal avaliar seus candidatos pela ótica da não-ação popular, não participação coletiva e do costumeiro toma-lá-dá-cá corporativo?
Que tal observá-lo por suas ações em proveito próprio?
E, finalmente, compare seu estilo de legislar ou governar com o seu modo de vida. Era ou é isto que você quer?

25 de setembro de 2006

DAS PESQUISAS

O Blog do Noblat informa como será o calendário das pesquisas eleitorais até o dia da eleição. Siga as indicações:
  • Terça-feira, dia 26/09 - Pesquisa do Instituto Sensus fechada no último fim de semana;
  • Quarta-feira, dia 27/09 - Pesquisas IBOPE e Datafolha no Jornal Nacional;
  • Sexta-feira, dia 29/09 - Pesquisa Vox Populi na TV Bandeirantes e na revista Carta Capital;
  • Sábado, dia 30/09 - Pesquisas IBOPE e Datafolha no Jornal Nacional;
  • Domingo, dia 1/10 - Pesquisa de boca de urna do IBOPE na TV Globo.

PICARETA PROMOVIDO A ENGENHEIRO!

O jornal O Impacto, de Santarém/Pará, através do correspondente de Aveiro, Lúcio Costa, conseguiu uma façanha inédita: promoveu, com uma simples nota, o trambiqueiro PEDRO BARROS no engenheiro Pedro Alcântara.
Com a conivência da prefeita de Aveiro, do vice-prefeito, da empresa "campeã em licitações" MARTOP e do CREA.
Será que esqueci alguém, Raimundo?

DO BLOG DO LAURO BONFIM

Tem blog no Amapá e no Maranhão que não pode publicar estes post, mas eu vou fazendo. Do blog do Lauro Bonfim:
"Chegou a revolucionária linha de penicos "Xô!"
Não importa quantas cagadas você faça, os indesejáveis insetos nunca chegarão perto!Disponível nas cores "fúcsia", "furta-cor" e "burro-quando-foge".
Pré-venda especial para os Estados do Amapá e do Maranhão.
Reserve já o seu!
"
:

DO NOBLAT

NESTA SEGUNDA-FEIRA...

Continuamos pedindo para que não votem em politico oportunista, tipo Jáder Barbalho, Paulo Rocha, Raimundo Santos e demais corruptos, mensaleiros e sanguessugas deste país. Vote consciente e para o bem de sua região.
Vamos passar uma régua neste país!

24 de setembro de 2006

BLOGS RECOMENDADOS

Estes dois novos blogs são os recomendados da semana:
  1. Blog do Barretto, que trata de política, artes, literatura e o escambau (não necessariamente nesta ordem); e
  2. Blog do Barata, que nos remete a escândalos (ou realidades) políticos, sociais através do exercício de um jornalismo crítico e honesto.

EU NÃO VOTO EM POLÍTICO OPORTUNISTA!

Estou iniciando um mote de campanha "Eu não voto em Político Oportunista"!
Então, não pensem que vou indicar fulano ou sicrano de tal para um cargo político. Só vou dizer em quem não voto e porque.
  • Se morasse no Amapá, não votaria em Sarney!

É um aproveitador dos regimes militares e da "boa vontade" dos tribunais. Assim conseguiu sobreviver aos golpes de estado, estabelecer a sua candidatura pelo estado do Amapá e, provavelmente, se admitido na ABL. Atualmente, tem se dado ao trabalho de perseguir os blogueiros através de ações na justiça eleitoral.

  • Não voto no Lira Maia.

As razões são óbvias e talvez êle tenha se esquecido que foi de uma falsidade convincente quando assumiu a prefeitura de Santarém. Também tem se dado ao luxo de perseguir blogueiros. Pode ser que eu seja o próximo, mas não voto e aconselho a não votarem.

  • Não voto em mensaleiro, sanguessuga e corrupto.

Como a lista é muito grande não vou gastar a tinta de meus dedos citando estes meliantes.

  • E também não voto em candidato indicado por prefeitos que tentam se beneficiar do bem-bom governamental.

MINHA CAMPANHA ELEITORAL

Em oito dias (01/10/2006) estaremos votando em candidatos a Presidente da República, Governador de Estado, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual. Haja dedadas. O TSE diz que o tempo de votação vai ser, em média de 40 segundos. Não sei de onde tiraram esta média. É a visão caolha da Justiça Eleitoral, tão em voga neste País do Carnaval! Ora, se a maioria da população tem um nível de instrução muito pequena é claro que o tempo vai ser bem maior prá dedilhar estas "teclas maravilhosas". São 21 tecladas e, mesmo treinando (eu já fiz) bastante o cara gasta mais que os 40 segundos previstos.
E então, Tribunal? Que tal continuar dormindo com o inimigo?

23 de setembro de 2006

UM SEGUNDO TURNO?

Auncia o G1:

Esta pesquisa coloca em risco a planejada "blitzkrieg" que o Lula faria nos estados onde houvesse segundo turno e um dos candidatos fosse de sua trupe.
Caso aqui do Pará, por exemplo. Então pode ser que o Almir consiga se eleger (poderíamos chamar de tri-eleição?) no 1º turno por aqui depois de toda a inteligente trapalhada dos gestores de mídia do PT.

O Brasil ganharia se fizesse um domingo espanhol

É uma beleza esta crônica de André Petry, na Veja desta semana (ou fim de semana?):
"Em março de 2004, faltando poucos dias para a eleição na Espanha, aconteceu um terrível atentado que matou 191 pessoas em Madri. Logo o governo conservador de José María Aznar tentou manipular o episódio eleitoralmente – já sabia que as bombas eram obra do terrorismo islâmico, mas mesmo assim difundiu a falsa informação de que eram coisa de terroristas bascos. Achava que, sendo o atentado obra dos separatistas bascos, seu rival, o socialista José Luis Rodríguez Zapatero, sofreria prejuízos eleitorais. Antes do atentado, as pesquisas, inclusive, davam vantagem aos partidários de Aznar. O mundo lhe parecia perfeito. Mas a tática de ludibriar o eleitorado espanhol revelou-se um rombo pela culatra: os espanhóis descobriram a manobra e viraram as pesquisas. Zapatero foi eleito. Está no poder até hoje.

O episódio serve para mostrar a diferença entre um país e um bordel. Um país é assim: quando seu eleitorado percebe que está sendo vítima de manipulação, quando tem evidências de que o governante é um enganador, levanta-se – e usa as urnas para mandar seu recado. Num bordel, isso não existe.

O escândalo do dossiê é uma excelente oportunidade para o eleitorado brasileiro mostrar que vive num país. Nem precisa virar a eleição. Basta que, com seu voto, provoque a realização de um segundo turno na eleição presidencial. Basta que os eleitores envergonhados, aquela massa com pleno acesso à informação que vota em Lula mas não conta a ninguém, façam uma concessão ao tempo e uma homenagem ao debate. A esta altura, é o mínimo que um país, um país de verdade, poderia fazer.

Isso não significa que Lula não possa ser reeleito. Pelas regras do jogo, é claro que pode, desde que tenha mais votos que seu adversário. Talvez até venha mesmo a ser reeleito, a julgar pelo que informam as pesquisas. A questão é que um segundo turno, mesmo que não mude o resultado final da eleição, mesmo que acabe dando vitória a Lula e sacramentando a derrota de Geraldo Alckmin, mesmo assim, ajudaria a deixar o Brasil mais parecido com um país decente, no qual a sociedade pergunta e o candidato responde.

O segundo turno é entre dois candidatos e, nessas condições, fica mais difícil para qualquer um deles negar-se aos debates na televisão. Assim, vira uma chance de diálogo com o país: o presidente poderia explicar muitas coisas do passado e algumas coisas do presente. Se quisesse, numa resposta só, falar do passado e do presente, poderia explicar por que todo escândalo produzido pelo gangsterismo petista sempre chega às vizinhanças de seu gabinete no Palácio do Planalto. Por quê?

O segundo turno ainda tem a vantagem de evitar o triunfo da arrogância. Resolvendo a parada já no próximo domingo, Lula talvez se sinta revigorado para retomar a defesa da tese de que tudo – o mensalão, os bingos, o lixo, o caseiro, as cartilhas, o dossiê... – não passou de conspirata da elite.

O Brasil ganharia se fizesse um domingo espanhol."
Pescado do Blog do Noblat

A "ISPIA" DESTA SEMANA


A matéria especial que você pode ler na Veja desta semana:

Com seus métodos criminosos, o PT lançou o país em uma grave crise política. Às vésperas da eleição presidencial, o PT cometeu uma violência ao tentar influir nos resultados do pleito estadual paulista pela compra e divulgação de um dossiê falso sobre adversários.
O crime foi descoberto.

QUEREM AMORDAÇAR MAIS UM BLOG!

O texto abaixo esta no Blog do Jeso:

Acredite.

O texto desta nota (Falta muito), de autoria do publicitário Juvêncio Arruda, trata-se de uma suposta "pesquisa eleitoral" e, pior, num típico enredo kafkaniano, eu é quem sou punido por isso.

O juiz auxiliar José Alexandre Franco, do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará, com base em representação movida pela Coligação Liberal (leia-se ex-prefeito Lira Maia), multou o blog em R$ 54 mil por essa nota.

E mais: determinou a retirada da "pesquisa não registrada" deste espaço. O blog vai recorrer da decisão. Por obediência à lei e ainda que não tenha sido oficialmente comunicado da decisão, o blog vai retirar a nota do ar, aqui republicada com o título Queda livre.

Só não poderá fazê-lo com a nota originária, por razões óbvias. É a segunda ação movida por Lira Maia contra o blog. A primeira, sentenciada há poucos dias, também por suposto crime eleitoral, o advogado Sábato Rossetti perdeu.

Meu comentário:

Caro Jeso, não desvaneça jamais. Você como outros jornalistas e blogueiros do país dos escândalos está sendo vilipendiado por políticos de má envergadura, que, infelizmente, nós elegemos para nos representar e executar as obras que imaginávamos possíveis.

No Amapá, a jornalista Alcinéa Cavalcante trava uma luta contra o fardão Sarney. O Lúcio Flávio Pinto vem sofrendo diversas ações dos Maiorana. Outros jornalistas também vêm sendo alvo de representações nos TREs. Alguns conseguem uma ou outra vitória, mas enquanto a visão caolha da justiça civil, penal ou eleitoral permanecer neste "país do carnaval" continuaremos sendo vítimas da tentativa de amordaçamento que nos assola.

Acreditaríamos com maior prazer nesta justiça se o mais alto tribunal eleitoral não tivesse aberto a porta para os sanguessugas, euricos, mensaleiros e demais componentes da mais baixa classe de criminosos do país. É claro que existem exceções, mas são raras e se escondem quando é necessário aparecer. Vamos à luta, amigo. E venceremos todos os fardões, cipoalenses, sanguessugas e mensaleiros.

Comentário do Juca Arruda, do Quinta Emenda:

Mais do que a solidariedade, o Quinta Emenda, que não foi chamado à lide, reitera os termos do telefonema à Jeso Carneiro, há quinze dias, quando soube da querela: vai ajudá-lo a pagar a multa, caso o poster santareno não encontre provimento em seu recurso nas instancias superiores, o que este blog não acredita.

Comentário do Jeso Carneiro:

Não é a primeira investida dos cipoalenses - a versão mocoronga dos sanguessugas e mensaleiros - contra mim. E, acredite Jubal, não será a última. Essa turma, cuja mais completa tradução é o ex-prefeito Lira Maia, refugia-se na sombra, nos porões, acostumou-se à lama. A luz das informações age sobre eles como detergente. Daí a reação. Questão de sobrevivência.