Geologia e Ambiental

29 de abril de 2007

Prá Quem Precisa...


ABRAÇO


De repente deu vontade de um abraço...

Uma vontade de entrelaço, de proximidade...

de amizade...

sei lá...

Talvez um aconchego que enfatize a vida e amenize as dores...

Que fale sobre os amores, que seja teimoso e ao mesmo tempo forte.

Deu vontade de poder rever saudade de um abraço.

Um abraço que eternize o tempo e preencha todo espaço,

mas que faça lembrar do carinho, que surge devagarzinho

da magia da união dos corpos, das auras...

sei lá...

Lembrar do calor das mãos acariciando as costas a dizer "estou aqui."

Lembrar do trançar dos braços envolventes e seguros afirmando "estou com você"...

Lembrar da transfusão de forças com a suavidade do momento...

sei lá...

abraço...abraço...abraço...

abraço...abraço..abraço...

abraço...abraço...abraço...

O que importa é a magia deste abraço!

A fusão de energia que harmoniza,

integra tudo,

e que se traduz no cosmo, no tempo e no espaço.

Só sei que agora deu vontade desse abraço!

Que afaste toda e qualquer angústia.

Que desperte a lágrima da alegria,

e acalme o coração...

Que traduza a amizade, o amor e a emoção.

E para um abraço assim só pude pensar em você...

nessa sua energia,

nessa sua sensibilidade

que sabe entender o por quê...

dessa vontade desse abraço.


Um autor que não conheço.

Da Baixinha...

EXIGÊNCIAS DA VIDA MODERNA(quem agüenta tudo isso??)

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.

E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C.
Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir o diabetes.
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).
Cada dia uma Aspirina, previne infarto. Uma taça de vinho tinto também. Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso. Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem. O benefício adicional é que, se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.
Todos os dias deve-se comer fibra. Muita, muitíssima fibra. Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.
E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e, enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.
Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.
Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma. Sobram três, desde que você não pegue trânsito.
As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia. Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).
E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.
Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.
Ah! E o sexo. Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina. Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução. Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.
Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação. Na minha conta, são 29 horas por dia. A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!!
Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã e dê a banana na boca da sua mulher.
Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e, se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.
Agora tenho que ir.
É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal. Tchau....
Se sobrar um tempinho, me manda um e-mail.

Luís Fernando Veríssimo

Filme Antigo

O desaparecimento dos irmãos Novelino é um mistério.
Um filme (Bullit) que assisti na década de 1960 (com Jacqueline Bisset e Steve McQueen) trazia à baila uma quadrilha que dava sumiço nos corpos das vítimas transformando-os em enlatados. Crudelíssmo!
Mas ainda existem muitas perguntas e fatos a serem desdobrados.
Inclusive por que estes jovens foram sozinhos ao encontro destes facínoras? Ingenuidade? Credibilidade? Coragem? Destemor?

27 de abril de 2007

A Verdade dos Fatos

Em Geologo.com.br:

"Não faz muito tempo (foi no ano passado, na verdade) que saíram por aí soltando rojões sobre a auto-suficiência brasileira em petróleo. Para o governo, a inauguração da plataforma P-50 da Petrobras, a 21 de abril do ano passado, virou o marco oficial do fim da dependência do país na produção do óleo. Seguiu-se, até dois meses depois, uma campanha publicitária de R$ 37 milhões de reais sobre o feito. Um ano depois, o país de fato já tem uma procução excedente de barris. A exportação brasileira de petróleo ficou em 2,39 milhões de barris de óleo cru no ano passado, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), e nos dois primeiros meses de 2007, as exportações superaram as importações em 1,8 milhão de barris. Isso, no entanto, não quer dizer que o país já aufere lucros com a auto-suficiência. A explicação é a diferença de cotações entre o petróleo pesado que o Brasil vende, mais barato, e o leve, que importa e é mais nobre - assim, o saldo da balança comercial de petróleo segue negativo. Segundo previsão da Petrobras, somente em 2010 o país conseguirá zerar, de fato, as perdas. A solução para isso passa pelas refinarias, projetadas para processar o petróleo leve importado principalmente do Oriente Médio, e que não aproveitam plenamente a produção brasileira. Hoje as refinarias operam com uma mistura que varia de 80% a 85% de óleo pesado, completando com óleo leve. A despeito de ser uma porcentagem relativamente pequena, a diferença de preço pesa nas contas. No ano passado, o preço médio do barril importado foi de 68,61 dólares, 34% maior que os 51,32 dólares médios do barril exportado. Em fevereiro deste ano, a diferença se acentuou – 61,28 dólares por barril comprado, ante 44,97 dólares, uma diferença de 36%".

Pode Acreditar!

Em O Eco:

"O rei da soja, ou “diabo da floresta”, como certa vez se autodenominou, parece agora querer ser o anjo dela. Blairo Maggi, o insustentável governador do Mato Grosso, disse que os cientistas do IPCC abriram seus olhos e que agora defende uma porposta de compensação financeira para os proprietários rurais que não desmatarem. Afirmou que pretende deixar a floresta em pé. A notícia é da Folha de São Paulo. A Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso também mudou o tom do discurso. Em reportagem do Estado de São Paulo criticou proposta do senador Jonas Pinheiro (DEM-MT) de mudar lei refrente a reserva legal no estado".

25 de abril de 2007

É de Graça!

O Theatro da Paz, em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura (Secult), apresenta gratuitamente nos próximos dias 25 e 26 de abril, às 20h, o Concerto Sinfônico da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP).
Na programação, concertos de violinos, de trombone e para finalizar a 8ª de Dvorák, uma grande sinfonia romântica, todos regidos pelo maestro Mateus Araújo, apontado pela revista 'Bravo' como um dos mais promissores da música erudita no Brasil.
LEIA MAIS

The Brighton Accord

Entre os dias 12 e 16 de março de 2007, reuniram-se na pequena cidade litorânea de Brighton, ao sul de Londres, 81 profissionais das Geociências representando 43 nações e 53 entidades nacionais e internacionais, para discutir e chegar a um consenso sobre a forma de aperfeiçoar a acessibilidade às informações sobre mapas geológicos globais, regionais e nacionais, e assim incrementar sua utilidade para a sociedade.
As recomendações emanadas desse histórico encontro estão sintetizadas no que se denominou de “The Brighton Accord”.

Que Bonito É!

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (25) projeto que cria um monitoramento eletrônico em presos que cumpram regime semi-aberto, tenham direito a saídas temporárias ou liberdade condicional.
A proposta ainda permite ao juiz trocar a prisão preventiva por esse tipo de controle externo.

Quero ver políticos, magistrados e demais da "classe" com estas belas pulseiras. Afinal, todos eles estão em regime semi-aberto!

24 de abril de 2007

As Consequências do Desmatamento

O desmatamento da Amazônia não causa apenas a perda da sua rica biodiversidade. A destruição da floresta também contribui para o aumento da temperatura do planeta, a extinção de espécies e o colapso das economias locais, alertou o pesquisador Leandro V. Ferreira, do Museu Paraense Emílio Goeldi, durante o II Seminário de Ciências da Terra e Ecologia, realizado ontem, dia 23, em Belém (PA).
Segundo o pesquisador, que participou do Zoneamento Econômico Ecológico da BR-163, estrada que liga Cuiabá (MT) a Santarém (PA), a ocupação territorial da Amazônia ainda é bastante desordenada e está baseada na demanda por infra-estrutura e por commodities regionais, como madeira, pecuária e soja. “O plantio da monocultura da soja já ocupa cerca de 40% de toda área plantada na Amazônia”, alerta Leandro.
Leandro explica que as emissões de gás carbônico na atmosfera, resultante da queima da floresta, contribuem para o aumento da temperatura do planeta e afetam diretamente o clima e o ecossistema da região. “Cerca de 74% das emissões brasileiras de gás carbônico são resultantes do desmatamento, que ocorre, em grande parte, na Amazônia”, afirma.
Segundo Leandro, o aumento de 2 a 3 °C da temperatura do planeta já seria o suficiente para ocasionar um colapso da floresta amazônica. “Estamos passando por uma nova onda de extinção”, alerta.
Para reverter este cenário pouco animador, Leandro ressalta a necessidade de se investir em atividades econômicas ecologicamente e socialmente mais sustentáveis. “Nós vivemos um impasse muito grande na região. Infelizmente, a maioria dos grandes projetos agro-extrativistas na Amazônia são pilotos e sobrevivem com subsídios governamentais”, explica. “Além disso, a nossa capacidade de transferência de renda é muito limitada”.
Segundo Leandro, a construção de um território sustentável depende da estruturação de um conjunto de áreas protegidas e de corredores, associados às áreas destinadas para atividades econômicas localizadas em locais adequados e respeitando o meio ambiente. Outro grande desafio apontado pelo pesquisador é a implantação de instituições de pesquisa e de centro de excelência em todas as regiões em desenvolvimento na Amazônia a fim de gerar mão de obra qualificada para trabalhar na região amazônica.

Texto: Maria Lúcia Morais – Assessoria de Comunicação Social do Museu Goeldi.

Planeta Habitável?

Do site Geologo.com.br:

"Uma equipe de astrônomos do Centro Nacional de Pesquisas Científicas da França, reforçada por pesquisadores do Observatório de Genebra e do Centro de Astronomia de Lisboa, detectou pela primeira vez um planeta "do tipo terrestre habitável", capaz de abrigar vida extraterrestre, em um sistema planetário extra-solar, segundo um estudo que será divulgado na quinta-feira na revista "Astronomy and Astrophysics".

O planeta gira em torno da estrela Gliese 581 (Gl 581), que dista 20,5 anos-luz de nosso planeta, e é o primeiro dos cerca de 200 conhecidos até hoje a "possuir ao mesmo tempo uma superfície sólida e líquida e uma temperatura próxima da encontrada na Terra".

A temperatura média fica entre 0 e 40 graus Celsius, o que permite que haja a presença de água líquida em sua superfície; seu raio seria de 1,5 vez o da Terra, o que indicaria uma constituição rochosa (como na Terra), ou uma superfície coberta de oceanos. A gravidade do planeta é de é 2,2 vezes a da superfície da Terra, e sua massa, o quíntuplo da da Terra".

Sem...

Do Nec Plus Ultra:

"Desde as 10:00h da manhã aproximadamente 5.000 pessoas interromperam o tráfego da PA-279, uma das mais importantes estradas do Sul do Pará. O protesto é contra a lei estadual que alterou os limites territoriais dos municípios de Água Azul do Norte e Ourilândia do Norte, cedendo a este uma grande parcela do território daquele. Alegam os manifestantes a inconstitucionalidade da proposta e vícios em sua tramitação e aprovação.
O pomo da discórdia entre os dois municípos é que no território "perdido" pelo município de Água Azul localiza-se a rica jazida de níquel do projeto da mineradora Onça Puma, atualmente de propriedade da Companhia Vale do Rio Doce, que pretende iniciar em breve sua exploração. Vão-se as terras e os royalties também"
.

Este jogo do empurra-empurra leva a uma trombada política estadual.

Utilidade Pública

Pais desesperados solicitam informações sobre o paradeiro desta criança:


Bom Exemplo!

Do site Salada Verde, de O Eco:

Ao trocar o carro pela bicicleta você colabora diretamente para o equilíbrio do planeta. O exemplo dado por Paulo Moutinho, Diretor Científico do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia é simples. Se você tem um carro novo e roda 50 km por dia , seu carro emite quase quatro toneladas de gás carbônico por ano. Para uma frota de 700 mil veículos, o total seria de 2,8 milhões de toneladas anuais, o que equivale à derrubada e queima de quase 10.000 campos de futebol de florestas na Amazônia. Se, por acaso, você e seus vizinhos decidissem deixar o carro na garagem, a emissão calculada seria zero, o que reduziria a quantidade total de emissões na cidade, no país e no mundo.

Audiência Pública em Santarém - Pará

A Subcomissão Especial Destinada a Tratar de Questões Fundiárias e Agrárias da Amazônia realizará reunião de audiência pública nos dias 25 e 26 de abril do corrente ano, quarta e quinta-feira, às 14 horas, na Câmara de Vereadores de Santarém (PA).
O objetivo da audiência será discutir a proposta de regularização de assentamento coletivo em áreas de várzeas, conforme requerimento do Deputado Federal Lira Maia.

A EMBRAPA FUNCIONA

O avanço da atuação da Embrapa Meio-Norte, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no ambiente produtivo do Maranhão, em dois anos, é expressivo. De 2004, ano da celebração de um convênio de cooperação técnica com o governo maranhense, até dezembro de 2006, a Unidade beneficiou mais de cinco mil famílias de produtores rurais em 54 municípios, com ações de pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologias.
O atendimento do ano passado, comparado a 2005, aumentou em mais de 200 por cento, segundo o relatório anual da Unidade de Execução de Pesquisa – UEP, instalada no campus da Universidade Estadual do Maranhão, no bairro Tirirical, em São Luis. Os números são realmente grandes. Trinta e dois projetos nas áreas de culturas alimentares, pastagens, horticultura, sistemas agroecológicos, sócio-economia e transferência de tecnologias estão sendo desenvolvidos no Maranhão.
O balanço das ações de transferência de tecnologias conduzidas em 2006, também foi positivo.

Vitória de Pirro

Do site Pará Negócios:

O terminal graneleiro da Cargill Agrícola no porto de Santarém, no oeste do Pará, continuará a funcionar normalmente, mas a empresa terá que realizar o Estudo de Impacto Ambiental (Eia/Rima). Foi esta a decisão tomada nesta segunda-feira (23) pela 6ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, em Brasília, por maioria de dois votos a um, com derrota do relator, desembargador Souza Prudente.

23 de abril de 2007

Te Cuida, Lula 51!

O ex-presidente da Rússia, Boris Ieltsin, morreu nesta segunda-feira, de acordo com o serviço de imprensa do Kremlin.
Segundo Serguei Mironov, chefe do Centro Médico do gabinete da presidência russa, a morte foi provocada por uma "progressiva insuficiência cardiovascular".
A primeira guerra na Chechênia (1994-96) e a crise interna na Rússia começaram a revelar a imagem de um Yeltsin cuja capacidade para governar cada vez despertava mais dúvidas, sobretudo por sua queda pelo álcool e seus problemas de coração.
O governo de Ieltsin também ficou marcado pela corrupção, e a privatização do Estado acabou propiciando a emergência de magnatas como Boris Berezovski e Roman Abramovich que, a partir do petróleo, passaram a controlar diversos setores da economia.
Apesar disso, foi reeleito presidente da Rússia em 3 de julho de 1996. Em dezembro do mesmo ano, foi submetido a uma operação para a implementação de cinco pontes de safena.
Durante seu segundo mandato, começou a enfrentar constantes problemas de saúde e não conseguiu completar seu segundo mandato.

Para não Alegar Desconhecimento...

DIÁRIO OFICIAL Nº. 30910 de 23/04/2007PARTICULAR
PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA
REAVISO DE LICITAÇÃO
PREGÃO PRESENCIAL N° 006/2007

O Pregoeiro do Município de Jacareacanga comunica a quem interessar possa que no dia 07/05/2007, às 10:00 horas, no auditório da Prefeitura Municipal, sito à Av. Haroldo Coimbra Veloso, n° 34, Centro, estará realizando a abertura do certame acima mencionado, cujo objeto destina-se a aquisição de medicamentos, bem como de materiais técnicos, odontológicos, químicos e permanentes, conforme descrições contidas em edital disponível aos interessados no endereço acima, mediante o pagamento da taxa de R$ 50,00 (cinqüenta reais). Jacareacanga (PA), 23 de abril de 2007.
Arildo Tavares Repolho - Pregoeiro

Vou avisando logo: se não aparecer ninguém neste pregão vai ter notas fiscais compradas aos borbotões para fechar o caixa do prefeito e seus asseclas.

Quem tem medo?

As críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao processo de licenciamento ambiental de hidrelétricas, feitas na reunião do Conselho Político de quinta-feira, antecipam um movimento crescente dentro do governo com o objetivo de tirar das mãos do Ibama o poder de veto ao início de grandes projetos de geração de energia hidrelétrica. Esse movimento já articula no Congresso, por exemplo, a aprovação de um projeto de lei apresentado em “caráter pessoal” pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Jerson Kelman, que transfere para o Conselho de Defesa Nacional (CDN) as decisões de licenciamento mais importantes.
A proposta, justificada sob o argumento de acelerar a geração de energia e o crescimento econômico, chega ao ponto de incumbir o Ministério do Planejamento pelos estudos de impacto social dos projetos, o que é considerado uma “aberração” pelos técnicos da pasta do Meio Ambiente. “O Ministério do Planejamento não tem nenhuma vocação para analisar impactos sociais de usinas hidrelétricas”, critica um alto funcionário do Meio Ambiente.
Esse técnico lembra que atualmente os impactos sociais são tão ou mais importantes quanto os ambientais nos processos de licenciamento analisados pelo Ibama. Quando uma usina hidrelétrica é construída, uma enorme área em torno da barragem fica alagada, afetando as populações ribeirinhas
.

Esta discussão vai nos levar à idade das trevas ambientais. Após um avanço espetacular na contenção de desmatamentos, o governo não quer mais que a sociedade discuta e se organize para direcionar os empreendimentos.

Quem viu essa turma de operários grevistas e quem vê essa mesma turma de governantes ditatoriais, né?

Síndrome de Lula 51

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, afirmou que ela e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm sempre em mente que as propostas de desenvolvimento econômico devem respeitar a questão ambiental. Por isso, acrescentou, ela se sente respaldada por Lula em suas ações à frente da pasta e nas alterações na estrutura do ministério, programadas para os próximos dias.
"Ninguém pára uma estrada que está sendo asfaltada contra a militância veemente de 18 prefeitos e dois governadores e uma massa de opinião pública se não tiver o respaldo do presidente. Ninguém nega um licenciamento ambiental como foi o caso de Ipueras, no primeiro leilão do setor elétrico, se não for respaldado pelo presidente", disse. "Ninguém determina a retirada de águas do rio São Francisco de 146 metros cúbicos por segundo para 26 metros cúbicos por segundo sem ter o respaldo do presidente. Se eu disser que tudo foi feito apenas por mim, estaria usurpando quem tem poder para fazer isso".

Então tá, ministra!

21 de abril de 2007

O Desgosto do Lula 51

A irritação demonstrada pelo presidente Lula na quinta-feira em relação ao processo de licenciamento das usinas do Rio Madeira tem motivo bem simples: o parecer do Ibama referente à licença prévia foi negativo.
A conclusão de que o projeto é complexo, contém brechas e pode prejudicar a migração de peixes na bacia Amazônica e causar impactos a países vizinhos custou os cargos de Luis Felipe Kunz, diretor de licenciamento ambiental do Ibama, e de Claudio Langone, Secretário-Executivo do Ministério do Meio Ambiente. Ambos tentaram mostrar ao governo o porquê da decisão contrária ao empreendimento. Acabaram sendo convidados a deixar a equipe pela própria ministra.
Em fevereiro, Kunz prometeu que até o fim do mês um parecer seria liberado sobre o licenciamento das usinas de Santo Antônio e Jirau. Segundo fontes do Ibama, o parecer não foi divulgado no site do Instituto, como de praxe, porque estuda-se a possibilidade jurídica de se pedir um novo Estudo de Impacto Ambiental (EIA-Rima). As empresas responsáveis pela obra, Odebrecht e Furnas, foram informadas sobre o parecer, mas não o consideram a resposta final do governo.

Fonte: O Eco

Quero Ir Embora!

Nem sei de quem é este escrito.
Só sei que encontrei-o entre meus arquivos e resolvi abraçá-lo e fazê-lo meu.
Se o dono aparecer...
Então vamos lá:

QUERÊNCIA


Quero ir por onde ninguém possa ir, quero ir embora, estou cansado de estar aqui. Exausto até mesmo dos desafetos com os que, um dia, foram adorados fetos, e também da coca-cola que não quero na mesa comigo. Quero seguir sem ser seguido e sentir que valeu a pena minha história. Ser apenas eu. Ter apenas a mim. Talvez um barco, uns livros raros, um radio, um notebook e um cachorro, quem sabe um bonito canto?
Eu quero andar pelos rios que nem um peixe dos mais vagabundos, chutar uns portos e cantar umas músicas em pedaços e esquecer da minha vida de ontem. Tudo de bom e de ruim. Eu quero ir embora e deixar todas as fotos e lembranças da minha vida que vai ser vida passada e começar tudo de novo em um lugar onde só me encontre quem eu permitir, onde vou aplicar a sabedoria de todas as merdas que eu fiz para nunca mais repetir. E provavelmente fazer outras.

Todo dia eu perco a esperança de acreditar, todo dia ela brota de novo como um fungo, uma doença, uma infiltração dentro de mim. Todo dia ela nasce e morre, todo dia, sempre igual, como verdadeira praga e eu não consigo me livrar dela. Maldita esperança filha-duma-puta.

Vivo paralelo a mim mesmo, me remoendo com um baseado do lado numa casa destruída, desmontada, triste, as paredes brancas, e eu querendo ir embora e a outra metade dizendo fica, fica, as coisas podem dar certo, essa ri e se diverte, ah como a vida dela é legal. Tudo dando errado, mas parecendo que está certo. Não agüento mais ficar no meio do ringue. É uma repetição, é o ninguém em lugar nenhum de antes, é todo mundo em todos os lugares e eu aqui e agora em um posto onde não quero estar. Mas estou.

Estou preso, mas posso ir embora quando quiser. Quero morar em um barco na imensidão da Amazônia, longe, longe, feliz, longe e novo, longe e renovado, porque não adianta continuar aqui no mesmo chão que me dá os mesmos frutos. E no fim ainda ouço “você é possesso, doido, surtado”. Sempre alguém me diz isso e eu sangro mais e concordo. Só que eu nunca disse que sofrer não é legal. Não é, não é. Alguém me disse para celebrar a dor e eu vou tentar fazer isso, vou tentar chacoalhar a dor pra fora nos dias que haverão de vir, expulsar todo “o mal dos outros” de dentro de mim, quero fazer a faxina planejada celebrando a liberdade.

20 de abril de 2007

AGENDE-SE!

Nesta segunda (23/04/2007) tem início o II Seminário de Ciências da Terra e Ecologia. Inscreva-se e participe gratuitamente. Mais informações pelo telefone: (91) 3217-6159.

OS ELOS DA BAUXITA

Rogério Almeida, colaborador da rede www.forumcarajas.org.br, colaborador e articulista do EcoDebate faz um levantamento da cadeia produtiva do alumínio neste artigo.
Vale a pena ler.

AGILIDADE AMBIENTAL

No site Pará Negócios:
"Dentro de 20 dias a secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente do Pará (Sectam) deverá liberar os primeiros planos de manejo florestal para a indústria madeireira do estado. Para isso o governo deverá contar com o apoio de uma equipe formada por dez funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). Serão analisados os primeiros 35 planos, de um total de 270 processos que existem atualmente na fila da Sectam. A secretaria também deverá contratar funcionários temporários para esse trabalho".

Aviso dado, meta cumprida: a SECTAM queria porque queria cuidar da área florestal do Pará, mas sem pessoal competente e contratado tá fazendo água o barco furado.

19 de abril de 2007

Tô Maluco!

A Justiça Federal no Amapá acatou pedido de liminar proposto pelo Ministério Público Federal e determinou o afastamento cautelar dos funcionários do Ibama/AP Marcos Antônio Marques Pereira, Lucirene Raiol de Jesus e Lucivânia Barbosa Costa.
Os acusados respondem pela prática de improbidade administrativa em razão de suas participações no esquema de compra e venda ilegal de autorizações de transporte de produto florestal (ATPFs), o qual tinha por finalidade dar aparência de legalidade a desmatamentos realizados sem autorização do Ibama.

Matar ou Morrer?

O tema licenciamento ambiental suscita dúvidas e controvésias profundas.
No artigo de Paulo Bessa podemos vizualizar uma série de dificuldades impostas a quem tenta um licenciamento ambiental. Diz o mestre e Doutor em Direito:

"Um ponto fundamental em toda a questão do licenciamento ambiental é que ele é um procedimento administrativo que, como qualquer ato administrativo é passível de ampla revisão judicial (CF, artigo 5º, XXXV). Na verdade, um dos pontos básicos e geradores das dificuldades do licenciamento ambiental é que ele antes de jurídico é muito técnico, o que faz com que o controle de legalidade se torne mais e mais complexo. A definição da margem de discricionariedade da Administração é extremamente difícil e, como sabemos todos, as opções a serem tomadas pelo administrador são múltiplas".

Quer mais? Então clique aqui.

Responsabilidade Ambiental

Nota do Eco.net:

O Brasil ocupa a primeira colocação no ranking dos bancos nacionais signatários dos Princípios do Equador (PE). Eles apontam caminhos para a exigência, pelos bancos, de critérios ambientais no financiamento de projetos acima de 10 milhões de reais. Um relatório do International Finance Corporation, braço privado do Banco Mundial, interpretou a posição das instituições financeiras tupiniquins como resultado, entre outras coisas, da pressão de Ongs. Desde 2000, pede-se aos bancos para que assumam responsabilidades ambientais ao concederem empréstimos. A notícia é do Estado de São Paulo.

Quem sabe poderíamos convencer os compradores de ouro (DTVM) a assumir a responsabilidade pelo passivo ambiental dos garimpos?

Avisem ao Lula 51.

Cientistas norte-americanos divulgaram nesta terça-feira, um estudo em que alertam para os perigos da poluição causada por veículos a álcool para a saúde pública. Eles dizem que os problemas são iguais ou maiores do que os provocados pelo carro a gasolina. É que a queima do etanol libera muito ozônio, uma substância nociva aos nossos pulmões. Os pesquisadores utilizaram modelos de computador para simular a qualidade do ar em 2020, em diferentes cenários. E descobriram que a incidência de asma e outras doenças respiratórias aumentaria caso todos os carros do país fossem movidos a etanol.

O Perigo está no Álcool ou na Gasolina?

Um estudo divulgado pela universidade de Stanford está causando sensação nos Estados Unidos. De acordo com o professor Mark Z. Jacobson, a substituição da gasolina por etanol não reduziria os problemas de saúde causados pela poluição atmosférica. Ele rodou simulações matemáticas e concluiu que o número de internações e de mortes nos EUA continuaria o mesmo com uma mistura de 15% de etanol na gasolina. Cidades como Los Angeles, que já sofrem com um problema sério de smog, seriam prejudicadas por emissões ainda maiores de ozônio.
O trabalho de Jacobson, amplamente noticiado - pela Associated Press, New Scientist, e Los Angeles Times, entre outros - tem a virtude de abrir um pouco mais esse debate. Que etanol gera poluição do ar, não é novidade nenhuma, como confirmou para o Eco a professora Adalgiza Fornaro, do Departamento de Ciências Atmosféricas do IAG da USP. E ela nos lembra que modelos matemáticos são muito sensíveis ao tratamento dado pelos autores às diversas variáveis envolvidas.
Há muito o que pesquisar ainda.

Cão de Fila

O Senador Flexa Ribeiro ontem, em discurso na sessão do Senado cobrou posição concreta na governadora Ana Júlia sobre suas palavras em relação ao massacre de Eldorado de Carajás.
Ela acusou o ex-governador de ser o mandante da ação policial que vitimou 19 sem-terras:
"Um governante tem que ter compromisso com a verdade e respeitar as instituições de um Estado Democrático. Recuso-me a acreditar que a governadora tenha responsabilizado o ex-governador Almir Gabriel, passando por cima da verdade e da decisão do egrégio Superior Tribunal de Justiça, que o isentou de qualquer responsabilidade", discursou o senador.

Só faltou chamar o ex de probo e responsável!

O Que Será?

Do amanhã.
Como vai ser o meu destino?
Sabem, o Peninha foi nomeado Gerente Regional do DETRAN em Itaituba.

Dia do Índio

Tem alguma coisa prá comemorar nesta data?

18 de abril de 2007

INFIDELIDADE PREMIADA

No blog do Jeso, uma nota que mostra que a infidelidade pode ser premiada.
O "infiel" vereador Reginaldo Campos, após se eleito saiu do PTB e foi para o PSB. Agora é o dirigente máximo do novo partido em Santarém.
Incoerência ou premiação?

ESPECIALIZAÇÃO EM ARQUEOLOGIA

A UFPA, por meio do Departamento de Antropologia, está ofertando o primeiro Curso de Especialização em Arqueologia da região.
O curso vem suprir uma grande lacuna nessa área, visto que a região necessita de profissionais tanto para atuar na pesquisa quanto na preservação de seus sítios arqueológicos espalhados por todos os estados.
Na área de pesquisa, uma das principais questões investigadas atualmente na Amazônia diz respeito à forma como viviam e se organizavam os habitantes pré-colombianos.

Leia mais aqui.

COMEMORAÇÃO

Estamos convidados:
Lançamento de livro "Governança, Integração e Meio Ambiente na Amazônia".

Evento da programação comemorativa aos 15 anos do Núcleo de Meio Ambiente da UFPA
Realização: Dia 20, hall do prédio da Reitoria, 17h.

MESTRADO EM GESTÃO AMBIENTAL

A Coordenadoria de Aperfeiçoamento de pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou a instalação do primeiro mestrado profissional em Gestão dos Recursos Naturais e Desenvolvimento Local.
O curso é vinculado ao Núcleo de Meio Ambiente (Numa), que, desde 1992, oferece cursos de pós-graduação lato sensu na área ambiental.
De caráter multidisciplinar, o curso terá duas linhas de pesquisa: Gestão Ambiental e Uso e Aproveitamento dos Recursos Naturais. A aprovação do mestrado profissional que inicia no segundo semestre é fruto de quinze anos de dedicação do núcleo aos estudos ambientais.
Os caminhos trilhados para a consolidação do Numa como referência em estudos ambientais, os benefícios que as linhas de pesquisa do mestrado trarão para a região e as metas para o futuro também são aqui destacados.

EXAME DE ORDEM DA OAB

Informa o portal OAB/Pará, sobre o Exame de Ordem:

"Dos candidatos inscritos no Exame de Ordem, 35,28% foram aprovados na prova objetiva, a primeira fase da seleção para o ingresso na Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O percentual representa 327 candidatos aprovados.
O resultado foi divulgado pela Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB-PA após validação dos dados da prova realizada no último domingo, dia 15, nas cidades de Belém, Marabá e Santarém.
Dos 945 inscritos nas três cidades, apenas 18 faltaram ao exame. Na capital Belém, 708 candidatos estiveram presentes. No município de Marabá, 74 candidatos fizeram a prova, e em Santarém, 145 bacharéis compareceram à prova. Em Belém, 271 candidatos foram aprovados. Em Marabá, 27 alcançaram o índice e em Santarém o número chegou a 29.
Os nomes dos aprovados nesta primeira fase estão disponíveis na sede da OAB nas cidades de realização da prova ou no link do Exame de Ordem no site da OAB-PA.
No dia 18 de maio, os aprovados realizarão a prova subjetiva e segunda fase do Exame de Ordem
".

DUVIDO!

Informa o portal do governo do estado do Pará:

"A conclusão de rodovias historicamente esquecidas, como a Transamazônica, a construção das eclusas de Tucuruí e da hidrelétrica de Belo Monte vão, enfim, sair do papel, graças aos investimentos previstos para a região Norte pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)".

Alguém paga prá ver?

NA MIRA

Em meados de maio próximo, o Ministério do Meio Ambiente colocará em funcionamento uma nova arma contra o desmatamento ilegal da Amazônia Legal. Entrará em operação um novo sistema de monitoramento por satélite da região - o Detecção de Exploração Seletiva (Detex). Com ele, o governo federal passa a contar com três sistemas simultâneos de rastreamento da floresta amazônica, cada qual com uma função técnica. A soma das imagens oferecidas por eles tornará ainda mais difícil ao infrator derrubar a floresta sem ser descoberto, dando maior agilidade à intervenção em campo dos fiscais.
O Detex será operado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que também administra os outros dois sistemas usados pelo governo para vigiar a floresta amazônica, o Programa de Cálculo de Desflorestamento da Amazônia (Prodes) e o Detecção em Tempo Real (Deter).

REGRAS DE ATRAÇÃO

O Diário Oficial da União divulgou ontem as regras que a Fundação Nacional do Índio (Funai) seguirá para participar de processos de licenciamento ambiental de empreendimentos potencialmente causadores de impacto em terras indígenas. A partir de agora, quando houver informação, por parte de organizações indígenas, ou ONGs que acompanham populações indígenas, de que uma obra ou projeto impactará uma área indígena, a Funai poderá solicitar que o licenciamento seja feito pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama)
A instrução normativa refere-se a hidrovias, exploração pesqueira em bacias hidrográficas, estradas, linhas de transmissão de energia, mineração e atividades de turismo e lazer em terras indígenas.
O acompanhamento dos empreendimentos será de responsabilidade da Coordenação-Geral de Patrimônio Indígena e Meio Ambiente (CGPIMA) da Funai.
Mais informações aqui.

17 de abril de 2007

Serviço Gratuito

Este é um serviço gratuito de monitoramento ambiental.
Vá ao site do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos - CPTEC.

E os Indígenas...

Só querem ser tratados como iguais. Desilusão certa.

Às Portas da Miséria

O Museu Emilio Goeldi divulgou nota sobre a penúria em que vive para atender os trabalhos de pesquisa e demais atividades-fim está perguntando o que fazer com os parcos recursos. Diz um trecho da nota:

"Seja no Parque Zoobotânico – área do Centro de Belém de crucial importância para as atividades de comunicação e educação em Ciências –; no Campus de Pesquisa, localizado à Avenida Perimetral; ou na Estação Científica Ferreira Penna, na Floresta Nacional de Caxiuanã, município de Melgaço, no arquipélago do Marajó, há sempre uma necessidade a ser atendida e o alcance das possibilidades do Museu é restrito às condições concretas de seu orçamento".

Lula 51 não quer saber de desenvolvimento. Só de viagens.

NOVO FÔLEGO

A Cargill ganhou novo fôlego. O blog do Jeso anuncia:

Remarcado
Adiado para a segunda, 23, o julgamento, pela 6a. Turma do Tribunal Regional Federal da 1a. Região, da ação principal movida pelo MPF (Ministério Público Federal) contra a Cargill.O porto graneleiro da multinacional em Santarém continua operando normalmente, desde sexta-feira.

Enquanto isso o fi-ó-fó de muitos vai ficar sem piscar por uns dias.

16 de abril de 2007

Não Agrida a Inteligência das Pessoas!

Este é o apelo do Quinta Emenda ao Consultor Geral do Estado, Carlos Botelho, sobre a sua explicação no caso de contratações, diárias, jatinhos, presunção de inocência e parentada em matéria de O Liberal de 15/04/2007.

Seminário Amapá e Mineração

No dia 20 de abril acontecerá, no auditório da reitoria da Universidade Federal do Amapá, UNIFAP, o Seminário Amapá e Mineração: Uma discussão a partir do projeto MMX.
O evento é uma realização do Comitê Acorda Amapá que reúne organizações não governamentais da sociedade civil preocupadas em discutir e informar à população sobre os projetos de mineração implantados no Estado, seus impactos sócio-ambientais e econômicos.
O objetivo principal é fornecer subsídios para que a sociedade compreenda e possa participar ativamente no processo de instalação dos empreendimentos de mineração na Amazônia e no Amapá.
Informações sobre o evento podem ser adquiridas através de:
Carlos Henrique: 99723097, José Reinaldo: 81114585 e, Lucinete: 81142728
carhenschmidt@oi.com.br; institutoiesa@gmail.com; klaraluci@yahoo.com.br; jreinaldo_picanco@hotmail.com

RETIRADA DE RESEX

A Santa Rosa Indústria, Comércio e Beneficiamento de Madeiras Ltda deve deixar a área que ocupa na Reserva Extrativista Arioca-Pruanã, em Oeiras do Pará, nordeste do estado. O mandado de segurança que autorizava a expedição de uma autorização de exploração (Autex) para a empresa foi suspenso pelo Supremo Tribunal Federal.
A Reserva Extrativista Arioca-Pruanã foi criada em novembro de 2005 e apenas a população extrativista tradicional que vive na região pode aproveitar os recursos florestais da área. A Resex é de domínio público.

DIA DE DECISÃO

Também vai ser um dia tenso para a Cargill.
Hoje acontecerá no Tribunal Regional Federal- 1a Região, em Brasília, o julgamento que decidirá se a Cargill deve ou não fazer estudo de impacto ambiental (EIA-RIMA) de porto, construído há 7 anos.
Além disso, os desembargadores do TRF vão avaliar se, em caso do EIA ser necessário, o porto poderá continuar funcionando.
O fi-ó-fó de sojeiros e dos dirigentes da empresa vai ficar tintilando.

EXAME DE ORDEM DA OAB

Ontem foi o dia "D" para muitos bacharéis de Direito se tornarem advogados.
Vai ser um período tenso até sair os resultados.
Tanto para os candidatos como para as instituições de ensino.

15 de abril de 2007

Sacanagem Ambiental

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, Jerson Kelman, defendeu o fim do licenciamento ambiental para projetos do setor energético reconhecidos como de interesse nacional, ao participar de audiência pública realizada nesta quinta-feira, 12 de abril, pelas comissões de Minas e Energia, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados.
Kelman disse que a Aneel vai enviar ao Congresso Nacional uma minuta de projeto com essa sugestão que, segundo ele, torna mais ágil a aprovação dos projetos.

Leia mais aqui. Ditadura mais explícita que esta só no antigo regime militarista dos anos 1960.

13 de abril de 2007

Uma Escada

Do site o Eco:

A Cargill, empresa multinacional do setor agrícola, mal terá tempo de abrir as portas de seu porto em Santarém e já estará sob risco de vê-las fechadas novamente na segunda-feira.

Na tarde desta quinta, a companhia obteve liminar para colocar em funcionamento o terminal, fechado desde 24 de março.
Mas na segunda, acontecerá no Tribunal Regional Federal- 1a Região, em Brasília, o julgamento que decidirá se a Cargill deve ou não fazer estudo de impacto ambiental (EIA-RIMA) de porto, construído há 7 anos.
Além disso, os desembargadores do TRF vão avaliar se, em caso do EIA ser necessário, o porto poderá continuar funcionando.
Quem aposta como fechará de novo?

Sobre Sapos e Lagartos

O geólogo Fernando Lemos, popularmente conhecido na turma como Arraia, manda a seguinte colaboração sobre o post abaixo:

"Seria bom também que se exigisse que os barcos que trafegam pelos rios da Amazonia, inclusive os de Juruti, que ofertassem melhores condições de conforto para os passageiros, tivessem mais higiene no preparo de alimentos e utilizassem tratamento quimico nos sanitarios dos barcos pois os mesmos lançam toneladas de dejetos humanos nos rios poluindo os mesmos.

A população deveria dar bom exemplo para a mineradora construindo em suas casas as fossas com tratamento para suas fezes, não simplesmente as lançando ao tempo.

Naõ é bom se exigir dos outros o que não se faz".

Alguma reclamação agora, jurutienses?

E a Cargilll

Da página de O Estado do Tapajós:

O desembargador federal Carlos Fernando Mathias, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, concedeu mandado de segurança nesta quinta-feira, 12, em favor da reabertura do terminal da Cargill no porto de Santarém. Com a decisão o porto pode retomar as suas atividades a partir desta sexta-feira, 13.

Fernando Mathias decidiu que o fechamento do porto é conflitante com a sentença de primeira instância do processo, que mandou a empresa realizar os estudos de impactos ambientais, mas não determinou o fechamento do terminal.

Segundo o desembargador, a liminar concedida em 2000, que determinada o embargo das atividades, perdeu validade com a sentença de 2004.

E agora, José? Quer dizer que pode realizar atividades ilícitas, entrar na justiça (se for obrigado a licitar) e continuar trabalhando? É brincadeira!

12 de abril de 2007

ALCOA ENFRENTA PROTESTOS

A população jurutiense, nesta semana resolveu fazer um protesto exemplar contra a mineradora de bauxita ALCOA, quando os manifestantes percorreram as principais ruas de Juruti com faixas, cartazes e com discursos contra a empresa, que segundo eles está poluindo o meio ambiente e dando pouco retorno social para a população local.
O protesto teve momentos de tensão, mas acabou de forma pacífica e sem incidentes.
Todos estes fatos são narrados em O Estado do Tapajós.

Bem a propósito, será que a população vai se lembrar de juntar aos protestos contra a ALCOA alguns petardos ambiuentais àqueles que poluem as águas do rio Amazonas, nas viagens de barco regulares, aos donos de postos flutuantes e retalhistas de combustível e ao matadouro municipal (vergonha!)?

Isso seria de bom alvitre: juntar o feio e o horroroso para pedir que se melhore tanto as ações públicas como as ações privadas. Bem que a promotora local poderia ter a iniciativa de fechar o matadouro municipal, exigir água tratada para os munícipes e iniciar uma campanha de licenciamento ambiental obrigatório para todos os que reclamam ou não da mineradora.

Senão tudo vai pelo ralo!

Prá Discutir

No início de maio, o Ministério Público vai realizar audiência pública no município de Juruti para discutir com a comunidade, poder público municipal e a diretoria da empresa Alcoa Alumínio S/A, os impactos sociais e ambientais do projeto de implantação da fábrica de extração e beneficiamento de bauxita no município pela mineradora.
A decisão de realizar audiência pública foi tomada após a apresentação do relatório de vistoria e avaliação técnica elaborada pelo engenheiro civil Dilaelson Rego Tapajós, que aponta, entre outros aspectos, que o projeto da Alcoa vem provocando danos ambientais desde o início de sua implantação, como em 2006, o derramamento de esgoto nos dois principais mananciais que abastecem a cidade, o lago Jará e o igarapé do Fifi.
E a governadora vai para...? Eldorado dos Carajás, no dia 17 para recordar (sic) o massacre de 19 sem-terras, que ocorreu na noite de 17 de abril de 1996, depois de um chamado à Polícia Militar para desobstruir uma rodovia na região ocupada por trabalhadores do movimento sem-terra em protesto.
Na ocasião, 19 trabalhadores foram mortos e outros 69 feridos, assim como doze policiais.
Os comandantes da operação que resultou no massacre foram condenados, mas continuam em liberdade.

11 de abril de 2007

Audiência Pública PAC Região Norte

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo estará em Belém para uma Audiência Pública com o Governo do Estado, setor produtivo, sociedade civil organizada e lideranças comunitárias. Em pauta, a aplicação dos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a Região Norte em obras como as Eclusas de Tucuruí, Usina Hidrelétrica de Belo Monte, rodovia Transamazônica, rodovia Santarém-Cuiabá, Usina Hidrelétrica do Estreito, nos estados do Maranhão e Tocantins, e recursos para moradia e saneamento na Região Norte.
A audiência ocorrerá a partir das 10 horas, no Hotel Paramazônia, localizado na rua Professor Nelson Ribeiro, nº 132. O evento está sendo organizado pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Semana dos Povos Indígenas

Índios de 37 etnias do Pará participam, entre os dias 16 e 22 deste mês, da Semana dos Povos Indígenas, promoção do governo do Estado em parceria com o governo federal, Prefeitura de Belém e setores da sociedade civil ligados à cultura e direitos humanos.
O evento, que acontecerá em diversos pontos de Belém, compõe as ações na área de políticas sócio-culturais e educacionais do governo estadual.
A abertura, com o Fórum das Questões Indígenas, será dia 16, às 9 horas, no Parque dos Igarapés.
Serão discutidos temas como "Propriedade e patrimônio dos povos indígenas", "Educação indígena", "Saúde indígena", "Questão fundiária" e "Estatuto do índio".
O evento terá também uma programação cultural, com peças de teatro e exposições que vão apresentar a cultura indígena para estudantes.
A semana comporta ainda mostras de cinema e apresentações típicas de aldeias e etnias. As apresentações das aldeias acontecerão no São José Liberto. Entre os dias 18 e 21, sempre às 18 horas, as tribos assurini e xikrin farão apresentações típicas. No Centur, as duas tribos mais a tribo way-way, mostrarão um pouco da sua cultura em apresentações entre os dias 18 e 21 deste mês, sempre às 20 horas.
A cerimônia de encerramento da Semana Indígena será no Memorial dos Povos Indígenas, no Ver-o-Peso, dia 22, em programação das 16 às 21 horas.

II Seminário de Ciências da Terra e Ecologia - Museu Goeldi

Ciências da Terra e Mudanças Globais” é o tema do evento que o Museu Paraense Emílio Goeldi promove em parceria com a Associação Brasileira de Química – Regional Pará.

O evento será realizado no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, localizado no Parque Zoobotânico do Goeldi.
O Seminário visa apresentar à sociedade contribuições e descobertas científicas relacionadas às mudanças globais, tema que desperta grande preocupação entre a população mundial.
As inscrições são gratuitas e os interessados devem enviar seus dados - nome completo, endereço, telefone e instituição a qual pertence - para o e-mail seminariocte@yahoo.com.br. Mais informações pelo telefone (91) 3217-6159.

A Mão que Balança o Berço

Presidente Lula anunciou que vai dar mais 1% (um por cento) de aumento aos prefeitos no FPM.
Vai ser uma festa só!
Mais carros para a frota do Carlinhos da Cerpa de Jacareacanga. Mais ouro, mais viagens, mais neguinhas e por aí afora.
Mas não vai ser só dele a farra. Todos vão ficar com 1% destes 1%, com certeza!

5 de abril de 2007

Pausa

Como ninguém é de ferro vou estacionar as notas em um local especial e tirar uns dias de mordomia no Mosqueiro.
Tudo por conta da minha irmã mais velha, é claro!

E as Guseiras?

Quem sabe se a pressão da Vale no caso das guseiras tenha um resultado diferente.
Até agora nenhuma ação governamental deu resultado.
É um fecha e abre de guseiras irregulares sem precedentes.

CACHORRO EM MUDANÇA

Deu no site Amazonia:

Cobrar soluções da Justiça e do Ministério Público Federal para o caso da Cargill, que teve suas atividades paralisadas no dia 24 passado, é a meta da comissão formada por deputados eleitos pela população da região Oeste do Pará. A idéia é sensibilizar as autoridades sob alegação de que a empresa não pode simplesmente parar e prejudicar vários setores.

Os deputados estaduais, Antônio Rocha (PMDB), Alexandre Von (PSDB), Carlos Martins (PT) e Júnior Ferrari (PTB), estiveram reunidos, na manhã de terça-feira, 3, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces) para debater o assunto. Representantes do comércio e dos produtores rurais participaram do encontro e lamentaram os prejuízos que têm acumulado com o fechamento da empresa.

Embora Santarém e Belterra representem apenas 5% da exportação do produto, os mais de 270 produtores cadastrados à empresa já contabilizam a perda de mais de R$ 5 milhões para a região.

O presidente do Sindicato Rural, Adinor Batista, embora não tenha divulgado com bastante clareza sobre o caos que atravessa a categoria com o fechamento da multinacional, disse que os produtores estão perdidos e ainda não sabem para onde enviar a safra que deverá ser colhida nos próximos dias. Disse ainda que não foi definido sobre o pedido de indenização para os produtores que investiram na plantação do produto e fizeram empréstimos nas agências bancárias. “Não temos idéia da quantidade de dinheiro investido, mas é uma quantia considerada”, frisou.

Coitadinhos deles. Quem mandou esnobar a legislação ambiental. Agora tem que correr atrás. E muito.
É uma pena que os políticos não tivessem atentado para a derrocada da Cargill, em virtude do não cumprimento do licenciamento ambiental pertinente.
Poderíamos todos ter saídos ilesos deste evento.

Mais uma Bagunça na Área Mineral

Sempre consideramos como de grande valia a área mineral (mineração organizada).
A CVRD, através da subsidiária Onça Puma, que atua no município de Tucumã extraindo ferro-níquel sem atentar para o despreparo urbano deu início aos seus trabalhos no Município. O resultado é uma invasão desordenada de milhares de pessoas em busca de emprego e renda, provocando um caos social.
O prefeito decretou estado de calamidade pública, a Defesa Civil já está por lá tentando ajudar e o IBGE ainda não se deu conta de que o censo tem que ser atualizado imediatamente para que o município possa se beneficiar das cotas-partes de ICMS, que dependem da população existente.
E mais: até agora a extração do minério não rendeu um tostão furado ao município.

I Curso de Especialização em Política e Economia Mineral

Estão sendo realizadas as inscrições para o I Curso de Especialização em Política e Economia Mineral, da UFPa. É um curso à distãncia.
Maiores informações no seguinte endereço:
sead.pem@ufpa.br
Telefones: (91) 3201-7619 / 7613 / 7834.

NA CARGILL

Correu notícia por aqui que um alto funcionário da Cargil teria sido sequestrado em Santarém.
Desmentido logo em seguida pelos seguintes fatos:
  • primeiro: o cara que foi sequestrado não era alto funcionário;
  • segundo: a não ser o diretor da Cargill, não existe nenhum outro mais alto funcionário;
  • terceiro: os sequestradores, presos mais tarde, disseram à policia que sequestraram o cara errado;
  • quarto: o alvo errado dos sequestradores era realmente funcionário da Cargill, mas um subalterno;
  • quinto: os supostos sequestradores eram amadores e, pior, menores de idade;
  • sexta: com a Cargill fechada, a cotação no mercado de sequestros dos funcionários da empresa caiu estupidamente.
Supõe-se que a notícia plantada tenha derivado de desespero dos plantadores de soja da região.

4 de abril de 2007

Putada Virtual

Não sabia que era tão fácil participar de uma putada virtual!
É só pegar uma presa fácil, enviar algumas mensagens carinhosas e... voilá!
Participe. É moleza!

2 de abril de 2007

E agora, Padre?

Uma ação inusitada adentrou na Justiça em Castanhal: Noiva processa padre!
Assim vai ficar mais difícil casar e descasar.
E se começar a chover processos das Igrejas pelos atrazos contumazes dos nubentes?

Vai pro trono ou não vai?

Através do Quinta Emenda, no blog do AK (Maria Ama Simão é o nome do post) chegamos à declaração de tietagem da gestora de Santarém, Maria do Carmo ao ex-governador Simão Jatene.
Será que o Jatene vai cobrar o dito? Ou vai ficar o dito pelo não dito? Ou o Von vai usar para dar um troco na atual presidente da AMUT?

Shopping em Parauapebas

'Tá correndo a maior confusão por conta de uma anunciada construção de um Shopping Center em Parauapebas.
Município que abriga a Vale e muitos outros empreendimentos minerais chamou a atenção para a construção de um mega empreendimento.
Agora, o empreendedor de um lado e as autoridades locais de outro quebram o maior pau. Um se faz de santinho e o outro de diabinho. Quem será quem nesta historinha?

Parabéns prá você...

Aniversário do blog "Pelos Corredores do Planalto", do Val-Mutran.
Lá de Brasília, as notícias correm solta pela net.
Ele ainda nos brinda com elogios.
Prá frente, parceiro!

Sem Licença Ambiental

A SEDURB já publicou em jornal, na semana passada, que a SECTAM deu a Licença Ambiental para as obras de orla em diversos municípios.
No caso de Itaituba, nada, nadinha.
Também por lá, nenhum, repito nenhum posto de combustível tem licença ambiental. Somente um distribuidor de combustível fezo dever de casa. O resto neca, neca.
Informação do link SEIAM da SECTAM.

Olimpíadas de Mineração

Deu no canal Geólogo:

Portal do Geólogo traz ao Brasil as Olimpíadas da Mineração

Em mais uma iniciativa pioneira no setor de mineração, o seu Portal do Geólogo traz para o Brasil um projeto pouco divulgado mas de grande importância na relação da atividade com a população: entre 11 e 14 de outubro o Portal promove, em Brasília, os primeiros Jogos Olímpicos de Mineração.
A iniciativa foi inspirada pelo Fingal Valley Festival, da cidade de Fingal, na Tasmânia (Austrália); a região tem uma grande atividade mineradora, e isso fez com que os organizadores incluíssem, no programa das atividades do festival, duas competições relacionadas à mineração. Na primeira delas, os competidores precisam encher uma caçamba, semelhante à dos tira-entulhos da construção civil com 500kg de carvão; o vencedor deste ano levou impressionantes 32s3 para, com uma pá, lotar a caçamba com meia tonelada do combustível. A outra prova é um campeonato para saber quem é o melhor aparafusador no concreto: armados de furadeiras especiais, os candidatos devem fazer furos de 1,5m de profundidade, na vertical e para cima, aplicando uma determinada pressão. Critérios como velocidade e precisão são levados em conta, e o parafuso precisa ficar justinho no furo.
Nas Olimpíadas brasileiras as duas provas serão acompanhadas de outras cinco:
- Reconhecimento gastronômico de minérios: de olhos vendados, os competidores colocarão na boca amostras de dez minérios diferentes, tendo apenas o paladar para identificar cada um;
- Táxi alemão em gaiola: a conhecida prática do táxi alemão (andar no elevador, mas em cima dele, como no surfe ferroviário) será realizada em elevadores do tipo gaiola, desses de minas, para testar o equilíbrio de cada um;
- Corrida com dinamites, onde cada atleta terá de correr 1.500 metros com um cinturão de bananas de dinamite, até uma entrada de mina com potencial de exploração; lá chegando, eles devem colocar os explosivos, acendê-los... e correr 1.500 metros de volta, claro;
- Grande Prêmio de Tratores: pilotar caminhões da Fórmula Truck já era. Com estas fantásticas máquinas das mais modernas minas do mundo, a promessa é de muita emoção, adrenalina e ultrapassagens... a 35 km/h;
- Maratona: a tradicional prova de resistência ganha uma versão nacional, onde os atletas são testados até o limite para, em um único dia, realizar 27 tarefas burocráticas relacionadas à mineração, do recolhimento de impostos e taxas à verificação da tramitação de processos no DNPM, da contratação de segurança particular para as minas à obtenção de licença ambiental; nesta dura briga, é bem possível que a medalha de ouro fique nas mãos de um brasileiro.

Interessou-se em participar?

Lamentamos dizer, mas as Olimpíadas da Mineração não existem: você caiu na tradicional homenagem do seu Portal do Geólogo ao dia Primeiro de Abril...

PROFIMA XXI

O pré-especialista em Gestão Ambiental pelo NUMA, Clóvis Jr. mandou avisar que vai fazer sua defesa no dia 13 de abril.
O tema é sobre o abastecimento de água na região de Barcarena (Vlia São Frqancisco).
Então, pessoal do PROFIMA XXI aprontem suas malas e cuias que vai ser "o encontro" após a apresentação.
Ainda assim faltam muitos para apresentar suas monografias (inclusive o poster).

_____________________________________________________________

Atualizado em 02/04/2007 às 17:42
O Clóvis manda avisar que o local é a sala FP 02, das 07:00 às 10:00 horas.

Agonia 2 x 0 Êxtase

Botafoguenses em Transe.

Sem Comentários!

1 de abril de 2007

MILÉSIMO

Hoje, clássico carioca: Botafogo x Vasco (só está assim por causa do mandante do jogo, mas a orde natural sempre foi inversa).
O Jogo em si, pouco importa. Vai ser vitória cruzmaltina.
Os holofotes estarão voltados para o Baixinho e seu milésimo gol.

E a Cargill...

Passados alguns muitos dias desde o fechamento do porto da Cargill, em Santarém, não se ouve nenhum rugido sobre o "affair".
Logo que o mesmo foi lacrado pelos fiscais do IBAMA, os usuários, advogados e dirigentes anunciaram que reabririam logo, logo.
Não é isso que vai acontecer.
Então, acho melhor começar a realizar o EIA e depois "traduzi-lo" ao RIMA.
________________________________________________________________

Atualizado às 09:37 de 01/04/2007:

A bem da verdade, a Cargill Agrícola S. A. havia recebido licença para movimentação de carga de grãos em 23/02/2007 com validade até 22/02/2008, conforme licença expedida pela SECTAM.

E as Ongs chiam...

Desde que começaram a surgir desconfianças de que as Ong's serviam de fachada para lavagem de dinheiro (vide o caso do petista Jorge Lorenzetti no escândalo da compra do dossiê contra tucanos paulistas) a discussão acelera.
Com a criação de uma CPI, estão sendo investigados contratos com o Governo desde a era Fernando Henrique Cardoso.
Coloca-se em dúvida os termos Ong, Fasfil (Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos) e outras denominações para movimento sociais.
Na verdade, haverá de se separar o joio do trigo. Àquelas que estão trabalhando em prol de desenvolvimento deverá ser reconhecido e às outras... cadeia pros responsáveis.

1º de Abril

Nesta data sempre se propagava muitas mentiras com tom verdadeiro.
Agora não se precisa mais do "primeiro de abril" prá transmitir mentiras e conversa fiada.
Todos os dias os políticos, os tribunais e o povo em geral se encarregam de desmitificar o Dia da Mentira.
Vejamos alguns casos bem regionais:
  1. O TCM aprovou as contas do Dudu;
  2. O HR de Santarém foi inaugurado prá funcionar;
  3. A COSANPA vai colocar água nas torneiras de boa qualidade dos paraenses;
  4. A Cargill vai fazer o EIA/RIMA do porto em Santarém;
  5. A população não vai mais jogar lixo nas vias públicas;
  6. A FUNASA vai cuidar da saúde indígena com mais atenção;
  7. O Diário e O Liberal vão se fundir em um só grande jornal amazônico.

É pouco?