Geologia e Ambiental

31 de março de 2006

A SUCESSÃO (?) NO PARÁ


O artigo de Lúcio Flávio Pinto, publicado em O Estado do Tapajós merece uma profunda reflexão.
Nele, o jornalista demonstra como anda o quadro político para a eleição, em outubro, para o cargo de Governador. Mostra algumas variações para o Senado Federal e para a Câmara dos Deputados, mas sua concentração é no cargo majoritário.

IMAGENS QUE FALAM. DE NOVO!

Inauguração de escola na Aldeia Karapanatuba - Jacareacanga/Pará
Data: 20 de abril de 2004.

IMAGENS QUE FALAM

Aldeia Karapanatuba, Rio Tapajós.
20 de abril de 2004.

30 de março de 2006

QUE TAL MUDAR A COR E O SABOR DE SEU REFRIGERANTE?

A empresa emergente Ipifini, dos Estados Unidos, que patenteou e está licenciando a criação, ter o seu "refrigerante customizado", com o sabor e a aparência de sua preferência, selecionados rapidamente por meio de uma série de botões instalados na própria garrafa, que promete revolucionar a forma como as pessoas encaram não apenas os refrigerantes, mas qualquer produto de consumo que venha no estado líquido.
Leia mais aqui.

"CURA" PARA EROSÃO

Então, nem tudo está perdido quando houver erosão!
O geólogo Álvaro Rodrigues dos Santos está aplicando uma técnica que evita que o solo agricultável seja erodido - levado pelos ventos ou pela água - na proporção incrível de 10 a 40 vezes mais rápido do que pode ser reposto. Leia mais aqui.

CHUVAS: ALAGAMENTO, SOTERRAMENTO E OUTROS RISCOS



Todos os anos, quando o período chuvoso aumenta, os riscos de alagamento nas zonas urbanas, de soterramento, de deslizamento de encostas acontecem com mais frequência.
O artigo do geólogo Álvaro Rodrigues dos Santos, especialista em Geologia de Engenharia e publicado em Ambiente Brasil tenta demonstrar que estes riscos podem ser fatalidade ou assassinatos.
Muito oportuno!

29 de março de 2006

DECISÃO ALVI-AZUL

Quem será o campeão paraense?
Ananindeua ou Paysandu?
Todos são alvi-azuis.

ANANINDEUA x CASTANHAL


Segundo os torcedores mais fervorosos do Paysandu, na festa do interior (jogo) de hoje à noite sairá o vice-campeão paraense.
O "Extâse" Leão vai ficar chupando o dedo por sua incompetência.
O "Agonia" Papão aguarda... prá mostrar a sua.

Chove, chuva. Chove sem parar!


A previsão é de a enchente vai ser estupenda neste ano. Poderíamos dizer "Um Fenômeno"!
Os mais antigos da região do tapajós nem se espantam, pois já previram que após a seca dolorosa iam ter água pra todos os gostos.
Em Itaituba, a Vila Caçula já deve estar embaixo d'água.
Brasília Legal, Apacê e outras localidades de Aveiro estão requerendo cuidados especiais da Prefeitura.
Em Santarém, a várzea já era.
Em Belém, todo dia é dia de penar. Ruas alagadas e lixo borbulhando prá todos os lados.
E ainda vai ter mais água, segundo a metereologia.

Belo Monte de m...

Iam ser realizadas audiências públicas em Altamira e Vitória do Xingu.
O juiz federal Antonio Carlos Almeida Campelo, que responde pela Subseção da Justiça Federal em Altamira concedeu no final da tarde de ontem uma medida liminar à ação civil pública ambiental ajuizada pelo Ministério Público Federal e foram suspensos todos os procedimentos do (IBAMA) e da ELETRONORTE para a concessão de licenciamento de construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na região do Xingu. Quem quiser desobedecer prepare-se para pagar multa no valor de R$ 1 milhão, além da 'responsabilidade solidária dos administradores responsáveis pelo descumprimento, sem prejuízo da responsabilidade criminal.
Colocaram água na farra dos prefeitos da AMUT. Agora vão ter que desarrumar a mala ou voltar pros seus lugares. De onde nem deveriam ter saído.

ECLIPSE

O Palofi já caiu. Dizem que um caseiro o derrubou.
O pseudo médico Dudu tá querendo se entregar. Dizem que o conjunto da obra (besteiras) vai derrubá-lo.
Quando será que cai o Beiçola? Dizem que o MP tá rondando com o rabecão.

28 de março de 2006

ECLIPSE SOLAR TOTAL


Nesta quarta-feira (29/03/2006) ocorrerá um eclipse solar total ao nascer do dia, quando a Lua cobrirá o Sol a partir do amanhecer no Brasil. Depois, a sombra passará pelo Atlântico, nordeste da África e Ásia central, terminando ao fim do dia na Mongólia.
O fenômeno será visto principalmente no hemisfério Norte. Apesar de começar no Brasil, ele poderá ser visto por aqui apenas em parte do Nordeste. A faixa da umbra, como se chama a região coberta pelo eclipse total, terá cerca de 129 quilômetros de largura e a linha central passará pelo Rio Grande do Norte, próximo às cidades de Currais Novos, Presidente Juscelino e São José de Mipibu.

Mais informações: www.astro.iag.usp.br/~picazzio/eclipses2006/eclipses2006.html.

A Nasa, agência espacial norte-americana, fará a transmissão do eclipse ao vivo pela internet, em parceria com o site Exploratorium e a Universidade da Califórnia em Berkeley, no endereço www.exploratorium.edu/eclipse/2006.

Não dá Inveja da iniciativa?

Publicado no Amazonia.org.br, conforme informações do Link: http://www.emtempo.com.br/

"As iniciativas empreendedoras ancoradas no princípio do desenvolvimento responsável no âmbito social, ambiental e econômico serão reconhecidas pelo Governo do Estado com o I Prêmio Zona Franca Verde de Práticas Sustentáveis para Micro e Pequenas Empresas. O prêmio será entregue durante a III Feira Internacional da Amazônia, que acontece em agosto, às empresas que apresentarem boas experiências de sustentabilidade nas categorias produção pesqueira, produção agropecuária e turismo".

Ah! O Pará ... reclama.

PROTOCOLO AMBIENTAL

Nota publicada no site do IBAMA:
"O gerente executivo do Ibama no Pará, Marcílio Monteiro assina amanhã, 29, às 9 horas, Protocolo de Intenções de Cooperação Técnica Ambiental com 21 prefeituras municipais do estado do Pará em solenidade no Palácio Antonio Lemos, sede do governo municipal, em Belém do Pará".
Quem quiser ver a relação das prefeituras contempladas vá ao link da Amazonia.org.br.
Será a continuidade da vontade político do gerente?
Nota publicada no site do

Será também afirmação de candidatura do gerente? Até 31 de março tem tempo de aparecer na telinha muitas vezes. Podia ser também para determinar abertura de inquérito sobre as denúncias de extorsão no Su-Sudeste do Pará, né?

ÁGUA PARA TODOS!


Merece uma visita ao Blog do Jeso para apreciar e participar de uma discussão sobre o abastecimento de água em Santarém. O "Baixinho" me colocou numa boa discussão e eu expus a minha opinião. Profissionais, peritos, prejudicados ou quase devem meter sua colher neste "molho", senão vai sobrar prá todos os que dependem do líquido em todos os municípios.
Quem receber a última gota que feche a torneira!

PRÁ LEMBRAR!

28 DE MARÇO.
DIA DE LEMBRANÇAS.
86 ANOS DA "VELHA" EDITH!

27 de março de 2006

Vai tomar conta de Árvores!

Neste domingo a coluna TuttiQui de O Liberal (cuja só a li nesta segunda-feira) publicou uma nota que dá a idéia (minúscula) do que pensa sobre uma SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE:

MORRENDO
"Se a prefeitura não agir rápido, através da Secretaria de Meio Ambiente, Belém, não demora muito, perderá uma de suas marcas registradas: o túnel de mangueiras da avenida Nazaré. As árvores estão, nas suas copas, tomadas por ervas-de-passarinho. Quanta falta faz o irmão marista Afonso Hauss, amante da cidade, que tinha um amor especial pelas mangueiras. Tanto que muitas que existem em Belém foram plantadas por alunos do Nazaré, orientados por ele, em entusiasmadas campanhas em favor do verde".

Os erros de gramática e pontuação foram deixados (propositalmente) para mostrar como anda a revisão do jornal.
Agora, se o colunista pensa que a SEMA serve para cuidar de árvores valha-nos quem? Ô secretaria de Meio Ambiente, que tal enviar uma resposta pro Tuttiqui?

26 de março de 2006

Quer entender a questão do Irurá?

Na coluna de Ércio Bemerguy, publicada em O Estado do Tapajós podemos visualizar como é o "imbroglio" do Anel Rodoviário em Santarém:

Irurá e viaduto

Sabe-se que algumas ONGs e o Instituto dos Mananciais da Amazônia ingressaram, recentemente, no Fórum da Comarca de Santarém, com uma ação cautelar contra a prefeitura do Município e a Construtora Melo de Azevedo, acusadas de estarem executando obras que estão causando danos irreversíveis aos mananciais que alimentam o Igarapé Irurá. Pedem, inclusive, a paralisação imediata dos serviços de construção do Viaduto.
Para que não pareça que somente agora surgiram entidades e pessoas em defesa dessa causa, resolvi consultar os meus arquivos e revelar, com base nos documentos que possuo, as inúmeras tentativas que foram feitas no sentido de impedir que o poder público municipal, à época comandado pelo prefeito Lira Maia, construísse o Anel Rodoviário. Trata-se de um principiar esquecido, sumido da memória de uns tantos e desconhecido, talvez, de grande parte daqueles que hoje decidiram colocar pra fora os seus sentimentos, as suas preocupações de cunho ambientalista e se tornar ecologistas ferrenhos, amantes da Natureza. Julgo importante, portanto, relatar, aqui, um pouco de tudo que já foi feito, esperando que essas informações possam, de alguma forma, contribuir para a solução definitiva de tão grave problema.
Irurá e Viaduto (II)
Em 16 de julho de 2002, subscrito por Tibério Alloggio (CEAPS/Saúde e Alegria); Glez Rodrigues Freitas (Grupo de Defesa da Amazônia); Maria do Carmo Azevedo (Instituto de Pesquisas Ambientais da Amazônia); Sérgio Campos (Cosanpa) e Benedita Fonseca de Souza (Sindicato dos Urbanitários), foi formalizado pedido de providências à Procuradora Geral da República, Solange Braga, no sentido de que fosse verificada a existência ou não de estudo prévio dos impactos ambientais referentes à área de preservação, local onde estava sendo construído o Viaduto.
Irurá e Viaduto (III)
No dia 14 de agosto de 2002, o Ministério Público Federal apresentou Ação Civil Pública, subscrita por cinco ilustres Procuradores - José Augusto Torres Potiguar, Ubiratan Cazetta, Felício Pontes Júnior, Solange Maria Braga e André Luiz de Menezes -, contra o Município de Santarém, Construtora Mello de Azevedo Ltda, Departamento Nacional de Infra-Estrutura (DNIT), União Federal e Estado do Pará, objetivando, basicamente, impedir a execução da obra denominada “Anel Rodoviário de Santarém”.
Entre outras, o MPF apresentou, no pedido, estas alegações:
a) O planejamento irracional das atividades até então desenvolvidas pelo Município de Santarém resultaram em prejuízos incalculáveis, que podem abranger até a condenação do sistema de água potável, uma vez que já existe a real possibilidade dos lençóis freáticos estarem contaminados pela água do igarapé Irurá;
b) Neste calamitoso contexto insere-se como agravante a realização de mais uma “dádiva” da atual administração municipal, pioneira em obras faraônicas, e habituada à omissão quanto às necessidades básicas da população. O Anel Rodoviário está projetado sobre a área de captação de água pertencente à Cosanpa. Sem embargo, o Município não fez constar no procedimento de licenciamento nenhum estudo de viabilidade de exploração da área ou de impacto ambiental, de forma a ignorar a delicada e preocupante situação do Irurá.
c) Dentre as atividades previstas do empreendimento estão: a duplicação da Rodovia Fernando Guilhon, que passa ao lado do igarapé; construção, pavimentação e asfaltamento de via projetada para circundar o lago, passando também por área pertencente à Cosanpa; construção de elevado no cruzamento da Rodovia BR-163 com a Fernando Guilhon, em cuja confluência está localizada área de preservação permanente circunvizinha ao igarapé.
d) Verifica-se até o momento práticas de desmatamento da área próxima ao igarapé. Ademais, constam informações sobre aterramento e terraplanagem, tudo sem qualquer estudo acerca do perigo de suspensão do fornecimento de água ou sua contaminação;
Irurá e Viaduto (IV)
Em 26 de agosto de 2002, o Juiz Federal, Nelson Loureiro dos Santos, da 2ª Vara da Seção Judiciária de Santarém, decidiu deferir parcialmente a ação proposta pelo MPF, determinando:
a) que o Município de Santarém paralisasse as obras do “Anel Viário” até o final julgamento da demanda;
b) que o DNIT não repassasse nenhuma nova parcela dos recursos destinados à execução da obra;
c) que o Estado do Pará, através de sua Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, suspendesse o processo de licenciamento da obra;
d) que o Município de Santarém não repassasse qualquer novo valor à Construtora Mello de Azevedo Ltda, relativo à aludida obra.
Em sua decisão, o ilustre julgador ressaltou: “Ninguém em sã consciência poderia pôr-se contrário ao progresso dessa maravilhosa região do País. Aliás, é muito bom mesmo que Santarém experimente desenvolvimento acentuado, como os atuais horizontes indicam, até para que se minimizem as mazelas sociais existentes - comuns a todo território nacional - , através do oferecimento de mais empregos aos habitantes, além de a própria maior movimentação financeira permitir melhores arrecadações tributárias ao Município, de molde a propiciar, aos administradores locais, incremento na alocação de investimentos tão necessários em obras de infra-estrutura”. E disse, ainda, o juiz Nelson: “Só que o propalado progresso não pode vir acompanhado de desordenada destruição ambiental. Necessita-se, como demonstrado na peça inicial pelo Parquet Federal, ter um completo controle da situação ambiental envolvida nos projetos de desenvolvimento urbano, através da adoção de medidas preventivas estabelecidas pelo legislador. O objetivo dessas medidas, é bom que se repita, ao invés de representar entraves ao desejado desenvolvimento municipal, indicam, isto sim, clara preocupação com a preservação das riquezas ambientais, eis que, de conformidade com o caput do art. 225 da Constituição Federal, "Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações".
Irurá e Viaduto (V)
Em 26 de agosto de 2002, a Prefeitura Municipal de Santarém, representada pelo prefeito Joaquim de Lira Maia e por seus procuradores, advogados José Olivar de Azevedo e Jeferson Lima Brito, formalizaram ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, pedido de cassação da liminar concedida pelo juiz Nelson Loureiro dos Santos, afirmando que:
a) o Município de Santarém, visando melhorar o fluxo de veículos que circulam na Avenida Santarém/Cuiabá, bem como na Rodovia Fernando Guilhon, onde existe um trevo onde ocorrem os mais diversos tipos de acidentes, implementou gestões junto ao Ministério dos Transportes para conseguir verba a fim de que fosse construído naquele cruzamento, um viaduto que permitiria o melhor escoamento do trânsito;
b) no ano de 2001 a Prefeitura conseguiu alocar, no orçamento da União, os recursos necessários para a referida obra e cuja primeira liberação ocorreu em 2002;
c) através dos meios de comunicação foi publicado edital de concorrência pública, na forma da lei, uma vez que a obra seria executada com repasses federais, no total de R$-5.831.337,82;
d) a Prefeitura solicitou da Sectam/Pa a Licença Inicial (LI) para permitir o início das obras;
e) não obstante todas essas iniciativas destinadas à efetivação do projeto, nenhum órgão, seja público ou privado, fez qualquer indagação a respeito de eventuais danos ao meio ambiente decorrente da construção do viaduto;
f) aforada a ação proposta pelo MPF, da Prefeitura foi exigida a prestação de informações, o que foi feito em tempo hábil, e, ao mesmo tempo, defendendo a continuidade da obra em virtude da ausência de pressupostos danosos ao meio ambiente, como aliás consta do laudo emitido pelo IBAMA.
Irurá e Viaduto (VI)
Em 02 de setembro de 2002, o Desembargador Federal, Catão Alves, presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, deferiu o pedido (da Prefeitura de Santarém) de suspensão dos efeitos da liminar concedida nos autos da Ação Civil Pública nº 2002.39.02.00742-8/PA pelo juiz da Vara Federal de Santarém, uma vez que, segundo ele, “Além de não haver indícios de que a execução da obra, que já se encontra em estágio adiantado, causará qualquer dano ao meio ambiente, a sua paralisação acarretará grave lesão à ordem porque o Anel Rodoviário está localizado num dos pontos mais críticos da malha viária urbana estruturadora de Santarém, e que atualmente funciona em condições precárias e sem sinalização e dispositivos de segurança aos motoristas e pedestres. - Presentes, também, a grave lesão à economia pública, não, apenas, pelos gastos já efetuados, mas, também, porque, com a implantação da obra, seja pela melhoria das condições de escoamento de produções agropecuárias e industriais, seja pela melhor acessibilidade às áreas de interesse turístico.” E concluiu: “Pelo exposto, convencido de que a decisão está apta a causar grave lesão à ordem e a economia públicas, defiro o pedido formulado.” Ciente desta decisão, a Prefeitura de Santarém imediatamente autorizou a Construtora Mello de Azevedo dar prosseguimento à obra.
Demonstra tanto no pedido dos advogados da prefeitura como na liminar concedida para a continuidade da obra um profundo dilema entre o planejamento, a política/justiça ambiental e a desmedida ambição de poder e fundos financeiros dos gestores.
Tivesse sido preparado uma equilibrada política ambiental urbana, um programa de utilização do espaço urbano e plano racional de uso do bem público pelo município teria sido definida uma avaliação de impacto ambiental prévia à este monstrengo.
Só me cabe refletir que deve haver um interesse financeiro muito grande tanto por parte da administração anterior como da atual administração municipal para autorizar esta obra sem um devido estudo do impacto ambiental ocorrente nos arredores do anel.

Dinheiro à rôdo

Nota do Repórter 70 de hoje (26/03) nos leva a imaginar quanto $obrará para cada um dos convidados:

Pontes
O governador Simão Jatene se reúne com prefeitos de municípios do Pará e Mato Grosso, no eixo da Cuiabá-Santarém, para tratar da construção de pontes e pavimentação da rodovia. A reunião vai acontecer no Palácio dos Despachos, com a participação do senador Flexa Ribeiro.
Vai ser uma festa! Responsabilidade que é bom ... Chama o Santino!

A MISTURA

Para que se tome como paradigma as ações do IBAMA muita coisa tem que mudar.
Inclusive a concepção de que a criação de cargos políticos em nada contribue para o desenvolvimento ecológico-econômico do país.
Então levamos aos nossos leitores alguns artigos sobre como não fazer política ambiental:
  • Marcos Sá Corrêa - Um profeta do deserto

Nada mais atual do que os problemas ambientais denunciados pelo gaúcho Henrique Luiz Roessler há mais de 40 anos. Sinal de que o país não aprende. - http://rs6.net/tn.jsp?t=fa746tbab.0.ykjy5tbab.d9kqbzaab.2272&p=http%3A%2F%2Farruda.rits.org.br%2Fnotitia%2Fservlet%2Fnewstorm.ns.presentation.NavigationServlet%3FpublicationCode%3D6%26pageCode%3D77%26textCode%3D16179%26date%3DcurrentDate%26contentType%3Dhtml

  • Maria Tereza Pádua - O impasse em Juruena

Consultas públicas deviam ser dirigidas aos interesses da nação, não só a madeireiros e pecuaristas. A prática gera fracassos inadmissíveis, como o Juruena. - http://rs6.net/tn.jsp?t=fa746tbab.0.zkjy5tbab.d9kqbzaab.2272&p=http%3A%2F%2Farruda.rits.org.br%2Fnotitia%2Fservlet%2Fnewstorm.ns.presentation.NavigationServlet%3FpublicationCode%3D6%26pageCode%3D78%26textCode%3D16194%26date%3DcurrentDate%26contentType%3Dhtml

  • Paulo Bessa - Sarna para se coçar

Ao criar uma diretoria(?) sócio-ambiental(?), o Ibama está se metendo onde não deve. Passa a abrigar conflitos que não dizem respeito à sua atribuição essencial. - http://rs6.net/tn.jsp?t=fa746tbab.0.9kjy5tbab.d9kqbzaab.2272&p=http%3A%2F%2Farruda.rits.org.br%2Fnotitia%2Fservlet%2Fnewstorm.ns.presentation.NavigationServlet%3FpublicationCode%3D6%26pageCode%3D94%26textCode%3D16192%26date%3DcurrentDate%26contentType%3Dhtml

  • Sérgio Abranches - Falta indignação

Os cenários apresentados à Convenção da Diversidade Biológica sobre desmatamento da Amazônia mostram que a devastação tem uma só causa: crise de governança. - http://rs6.net/tn.jsp?t=fa746tbab.0.8kjy5tbab.d9kqbzaab.2272&p=http%3A%2F%2Farruda.rits.org.br%2Fnotitia%2Fservlet%2Fnewstorm.ns.presentation.NavigationServlet%3FpublicationCode%3D6%26pageCode%3D83%26textCode%3D16180%26date%3DcurrentDate%26contentType%3Dhtml

Todos estes artigos estão nas páginas de O Eco.

Testículos

Abaixo a manchete do Ambiente Brasil que leva a desejos de cura.

Testículos podem ajudar na pesquisa de células-tronco

Na verdade trata-se de pesquisa efetuada por cientistas alemães, em virtude da capacidade deste tipo de célula se transformar em vários tecidos. As pesquisas levadas a efeito pela equipe liderada por Gerd Hasenfuss e Wolfgang Engel, do Georg-August-University of Goettingen na Alemanha estão se dirigindo a alternativas para processos de tratamento de várias doenças.
Para quem dizia que este órgão servia para doer bastante é bom ler a reportagem aqui ou aqui.

25 de março de 2006

PARÁ x AMAZONAS. Ou como pode ser idiota a discriminação


Durante o IX Simpósio de Geologia da Amazônia reencontrei diversos colegas do tempo de graduação.
Num destes encontros foi levantada a questão da briga Pará x Amazonas, que está deixando de cabelo em pé àqueles que trabalham por lá.
Contaram-me, na presença e com confirmação de estudante amazonense, que a Universidade Estadual do Amazonas faz o diabo e mais um pouquinho pra retirar qualquer estudante paraense de seus cursos regulares.
O preconceito é grande e injusto.
A PETROBRÁS levou sua base para aquele estado e os técnicos de nível superior tem pavor de afirmar que são oriundos do Pará. Dizem que até as mulheres se afastam deles quando dizem que são daqui.
Mas não se pode evitar que os atuantes parlamentares (Sinésio Campos) e gestores executivos (Eduardo Braga) sejam paraenses e, mais precisamente, santarenos!
Precisa ser desta maneira?

O Processo

Livro de Franz Kafta se tornou a materialização do parecer jurídico da ANJ, no episódio em que o advogado Ronaldo Maiorana agrediu covardemente o jornalista Lúcio Flávio Pinto, segundo carta enviada a ANJ após a mesma ter concluído que a querela entre ambos era somente uma "rixa pessoal".
Se você ainda não leu a matéria "A Liberdade é do Dono" no Jornal Pessoal clique aqui.

24 de março de 2006

Em outras palavras ...

Segundo matéria publicada no Correio Brasiliense, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) afirma que continua a existir o risco de fraudes na questão dos diamantes.
Órgão responsável por certificar a origem dos diamantes extraídos no país admite dificuldade para coibir contrabando das pedras. Em 60 dias, governo deve liberar exportação do produto, suspensa desde fevereiro. O Brasil é um território fértil para o contrabando de diamantes. Quem admite é Miguel Nery, diretor-geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), órgão responsável pela fiscalização e emissão dos certificados de autenticidade e origem dos diamantes extraídos no país. Segundo Nery, embora os documentos emitidos pelo governo não possam ser falsificados, o processo para conseguir a documentação pode ser fraudado. Com isso, diamantes trazidos de outros países ou retirados de minas que não foram regularizadas podem ser declarados como se tivessem sido extraídos legalmente.
Em outras palavras vai continuar a sacanagem!

Chorem mais, Gestores Municipais!

A COSANPA anuncia que vai fechar um acordo para continuar a utilizar o serviço de abastecimento de água em Santarém, mas existe um projeto de lei na Câmara Federal que poderá impedir esta transação.
A preocupação em evitar um novo "esqueleto" fiscal levou o relator da matéria na Câmara, deputado Júlio Lopes (PP-RJ), a fazer novas modificações no projeto de lei que estabelece um marco regulatório para o setor de saneamento básico no país. Pela nova versão de seu substitutivo, ainda em elaboração, só poderão retomar os serviços de água e esgoto aqueles municípios que tiverem condições de assumir as dívidas tomadas pelo atual prestador para investimentos na infra-estrutura da rede.
E agora, Beiçola? Como não existe planejamento neste município (a não ser para a conta corrente da viagem para os States) vai ser dificil que esta concessão se concretize.

QUEM QUER INVESTIR NA GUINÉ?

Se tiver alguma empresa disposta a brigar com as gigantes Vale do Rio Doce e BHP por um pedaço das reservas minerais em Guiné pode se candidatar.
Após 26 anos de regime socialista, a Guiné quer sustentar parte de seu desenvolvimento econômico no setor mineral. Localizado na África Ocidental, a ex-colônia francesa recebeu o apelido de "escândalo geológico" por conta de estudos preliminares realizados em meados do século passado, que apontavam reservas abundantes de minério de ferro, diamantes, ouro e petróleo.
Hoje, é a bauxita (matéria-prima do alumínio) que mostra potencial para atrair grandes investimentos ao país.

COP-8

O canal ComCiência nos coloca a par dos assuntos mais proeminentes das conferencias que ora se realizam em Curitiba/Paraná.

8 ª Conferência das Partes da Convenção de Diversidade Biológica (COP-8)
Enviado especial à Curitiba: Germana Barata

  • Nanotecnologia exige urgente controle e regulamentação de riscos. Não falta entusiasmo em relação à nanotecnologia. No entanto, não há ainda qualquer regulamentação de uso e risco dessa tecnologia. "Está na hora dasNações Unidas olharem para as novas tecnologias", pediu Pat Mooney, da ONG Grupo ETC, durante a COP-8, em Curitiba (PR). http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=74
  • Brasil adere iniciativa internacional de combate a espécies invasoras. Estima-se que cerca de 480 mil espécies exóticas já teriam sidointroduzidas nos diversos ecossistemas da Terra, onerando a economia global em mais de US$ 1,4 trilhão todos os anos. Durante a COP-8, o Brasil e outros dez países anunciaram o Programa Global de Espécies Invasoras(GISP). http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=72
  • Conhecimentos tradicionais ganham estratégia contra biopirataria. Michael Schimidlehner, presidente da ONG Amazonlink, defendeu um maior controle da apropriação indevida de recursos biológicos que, a exemplo do cupuaçu, são alvo de patentes no exterior, mesmo sem ser produtos inovadores. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=70
  • Áreas de proteção ambiental têm poucas chances de atingir meta para 2010. Até 2010, a Convenção de Diversidade Biológica (CDB) estabeleceu uma meta mundial de se criar 10% do território em áreas de proteção ambiental. Faltando quatro anos, o Brasil possui apenas 4% de áreas protegidas. Ainda é preciso que os 188 países membros da CDB realizem um programa nacional de trabalho para áreas protegidas. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=71
  • Maior referência da botânica brasileira se moderniza em seu centenário. A "Flora Brasiliensis", do médico e botânico alemão Carl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868) é o inventário mais completo da flora brasileira, feito há 100 anos atrás. A partir de hoje qualquer pessoa poderá admirar as ilustrações da obra, com o lançamento da Flora Brasiliensis On-Line durante a COP-8, em Curitiba. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=68
  • Tecnologia terminator é repudiada por organizações sociais na COP-8. Representantes de ongs, lideradas pela Global Civil Society Forum,divulgaram a campanha para banir as sementes conhecidas como suicidas, ou terminator, em inglês. A esterilidade poderá gerar ainda mais lucros para as transnacionais de sementes, mas para os agricultores e populações tradicionais consiste em uma ameaça à cultura e ao direito de reutilizar ou trocar os grãos gerados nos plantios. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=69
  • COP-8: risco das decisões ficarem no papel. Durante a abertura do maior evento internacional sobre biodiversidade,várias lideranças reiteraram a necessidade de avanços nas decisões multinacionais, para atingir as metas previstas para 2010 de redução da perda de biodiversidade no âmbito global, nacional e regional. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=65
  • Governo lança estratégias para modernizar coleções biológicas. A preservação da biodiversidade está em discussão desde ontem (20) na COP-8, em Curitiba, e segue até dia 31. No primeiro dia de discussões, um importante anúncio foi feito: as diretrizes e estratégias para a modernização de coleções biológicas nacionais e sistemas de integração deinformações biológicas. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=66
  • Paraná é o primeiro a regulamentar rótulo de transgênicos. Durante a COP-8, o governador do Paraná, Roberto Requião, enfatizou a posição contrária aos transgênicos no estado e anunciou a assinatura, na próxima quarta-feira (22), do decreto que regulamenta a lei 14.861/2005,sobre a obrigatoriedade de rotulagem para os transgênicos. http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=67

ONDAS3 E A LIÇÃO DA ÁGUA

Esta posta (como os portugueses denominam "post") vem do blog Ondas3:

Aldeia da Tanzânia usa sol para esterilizar água

Em Ndolela, as pessoas enchem garrafas de plástico com água, fecham-nas e estendem-nas no telhado pintado de preto. A radiação solar, combinando raios ultra-violetas e calor, destrói as bactérias que provocam a cólera, a tifóide, a diarreia. A água está própria para consumo em 8 horas de exposição ao sol.

Que bela lição!

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Na comemoração (?) do Dia Mundial da Água, o CREA/Pará convidou uma multidão para:
"Estudar as condições ideais ou as condições limites de suporte do meio físico e particularmente das águas, a um desenvolvimento ambientalmente sustentável tem sido uma das preocupações da sociedade contemporânea no mundo inteiro e no Brasil em particular, sobretudo a partir dos anos 1990 como forma de harmonizar uma relação, hoje conflituosa, entre o homem e o meio físico.

Os recursos hídricos na Amazônia e no Pará, sempre tratados como abundantes, encerram na verdade, mitos e desinformação e tem criado uma cultura de desperdício da nossa água como recurso infinito.

Com vistas a informar mas também a criar uma nova consciência e uma postura responsável com relação as água foi eleito como tema da comemoração desse dia a mensagem PRESERVAR PARA NÃO FALTAR. Com ela se pretende, entre outras iniciativas que serão posteriormente apresentadas, levar a um conjunto de escolas de Belém, mais uma ação cidadã na tarefa de fomentar discussões sobre as águas que também é uma ação educativa com vistas a construir uma sociedade que tenha uma postura de sustentabilidade com relação aos recursos da natureza. Na programação desse dia estará ainda sendo apresentado Projeto de Lei Federal que institui compensações financeiras para a Amazônia em razão da exportação de água que a região faz para o centro-sul do Brasil e que sustenta em grande parte o PIB agrícola nacional"
.
Este é o convite que recebi via email.
Nesta mesma ocasião estava sendo realizado o IX Simpósio de Geologia da Amazonia. Quem melhor do que os geólogos para conhecer toda esta temática?
E esta seria a ocasião para que o CREA reconhecesse a sua importância. Mas não o fez. Novamente. Como o CREA significa "Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia" o que nós, geólogos significamos nesta entidade?

IX SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DA AMAZÔNIA

SURPRESA GERAL!
A Comissão Organizadora do Simpósio mandou apagar todos os registros dos trabalhos apresentados, para que ninguém tivesse acesso aos mesmos.
Como alguns apresentadores são meus velhos conhecidos, tenho alguns registros.
Uma fonte bem informada sussurrou-me que era para que ninguém tivesse acesso aos dados mostrados, uma vez que a maioria dos trabalhos era incompleto.
Será que não poderemos discutir os trabalhos?
E não entendi o porquê desta "iniciativa" do Nélio e seus auxiliares.

23 de março de 2006

IX SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DA AMAZONIA

Hoje encerrará esta reunião dos geólogos, geofísicos e afins do setor mineral amazônico.
Algumas reuniões merecem ser discutidas com maior amplitude, tais como a água no Pará. Ontem tivemos a reunião com a SAAEB, COSANPA e a Prefeitura Municipal de Xinguara, para discutir o "Modelo de Gestão de Abastecimento Público de Água e Esgoto". Não discutimos a gestão, não discutimos o abastecimento. Talvez sejam palavras difíceis de se entender na estratosfera governamental. Ouvimos desculpas e trocas de gentilezas. Em nenhum destes órgão, incrivelmente, tem um único geólogo em seus quadros. Perguntei ao Roberto Amoras (COSANPA), Raul Meireles (SAAEB) e ao prefeito de Xinguara (Davi Passos) sobre esta anomalia e a resposta foi uma só: iremos promover um concurso público para preenchimento das vagas.
MENTIRA, Josafá! Mais uma mentira no cenário paraense!

IX SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DA AMAZONIA

Nesta reunião anual de geólogos amazônidas e outros tantos nem tanto, a palestra que mais chamou atenção do público presente foi proferida pelo geólogo Josafá Ribeiro de Oliveira, sobre o Projeto Alvorada, onde denunciou o descaso com o dinheiro público de forma veemente.
O público universitário se esbaldou com as palavras cruas do Josafá e o Nélio rezende prometeu enviar as denúncias ao Ministério Público Federal.
Estou com os dedos coçando pra colocar esta palestra na net.
Amanhã com certeza, após o encerramento do evento!

18 de março de 2006

NO BLOG DO JOSIAS


Num mundo em que os tribunais são a única maneira de obter “justiça”, aquilo que é justo pela manhã pode não sê-lo à noite. Assim, o mesmo STJ que cancelara as prévias do PMDB pouco depois do nascer do Sol voltou a autoriza-las no instante em que os céus de Brasília já se encontravam rendidos à Lua.

A liminar da manhã fora expedida pelo ministro Edson Vidigal, presidente do STJ. A liminar da noite, que anulou a primeira, é da lavra do ministro
Hamilton Carvalhido. Um ministro desautorizando o outro em decisão individual é coisa rara de ver. Carvalhido deve ter achado estranha, muito estranha, entranhíssima a o despacho do colega.
Enquanto não sai nenhuma outra liminar, as prévias do PMDB estão marcadas para este domingo. O partido escolherá o seu candidato à presidência. São dois os pré-candidatos: Anthony Garotinho e Germano Rigotto.
Escrito por Josias de Souza às 01h35

ATITUDE RETRÓGRADA

Um artigo publicado no blog Ambiente Acreano (linkado ao lado) e escrito por Nazira Correia Camely, Professora do Departamento de Economia da UFAC (Universidade Federal do Acre)Colaboradora do Cebraspo (Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos) causa espanto pela intransigência e acusação de serviço ao imperialismo americano!
Todos são agentes imperialistas e ela relaciona as instituições de ensino, pesquisa e prestação de serviço da Amazônia!

SOJA E MEIO AMBIENTE

Nota publicada no Repórter Diário deste sábado (18/03/2006) demonstra a preocupação com a provável desflorestação na região amazônica:

"Pesquisadores da Embrapa estão preocupados com o plantio de grãos, na Amazônia. Em 2005, os 58.390 hectares plantados de soja, no Pará, resultaram na colheita de mais de 170 mil toneladas. Se por um lado os números estimulam produtores de todo o País, por outro, acendem a luz amarela na área ambiental. Para discutir o assunto, instituições de pesquisa, ensino, fomento e associações de produtores marcaram reunião para o final deste mês, na Federação da Agricultura do Estado, em Belém.
Nos três principais pólos de produção de grãos do Estado - Santarém, Paragominas e Redenção -, as condições climáticas são ideais para o cultivo de soja. O que preocupa os pesquisadores são os sistemas de produção utilizados, que não garantem sustentabilidade agronômica, social, econômica e, principalmente, ecológica. Mas se os produtores quiserem, a pesquisa já oferece capacidade técnico-científica para práticas mais sustentáveis de produção".
Mas com o Donizete preso, acusado de ter derrubado castanheiras e outras formas de vegetação permanente, talvez o respeito ao meio ambiente seja mais acentuado.

17 de março de 2006

IX SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DA AMAZONIA


A partir de 19 (domingo) acontece o IX Simpósio de Geologia da Amazônia. A programação e demais informações podem ser acessadas clicando no link acima.

SEMINÁRIO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE E MINERAÇÃO

O evento marcante na área mineral será “1º Seminário Nacional de Meio Ambiente e Mineração”, que acontece nos próximos dias 20 e 21 de março no auditório da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) que terá como tema central a “Sustentabilidade dos Municípios Mineradores”. O evento é uma ação da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais- AMIG, o Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais – SINDIEXTRA e a Câmara da Indústria Mineral da FIEMG.
Este Seminário vai debater ainda questões relacionadas ao meio ambiente. Um dos assuntos debatidos é a melhor utilização dos recursos da CFEM, que devem ser aplicados em projetos que, direta ou indiretamente, que compensem a comunidade local, na forma de melhoria da infra-estrutura, da qualidade ambiental, da saúde e educação. De acordo com Waldir Salvador, presidente da AMIG, serão abordadas as interferências do setor nas questões ambientais, a inserção de novas tecnologias que possam reduzir os impactos ambientais.
Ao final do seminário, será elaborado uma Carta de Proposições, que irá direcionar os trabalhos tanto do poder público, quanto das empresas e entidades ligadas à mineração.

O IVC E O LIBERAL

Hoje, em O Diário do Pará, o colunista Elias Ribeiro Pinto dedica sua coluna ao artigo escrito pelo jornalista Lúcio Flávio Pinto, publicado no Jornal Pessoal, que está nas bancas a partir de hoje. Um trecho do artigo mostra o "fígado" do grupo:

"Uma parte da perda de leitores de O Liberal se deve ao outro diário da casa, o Amazônia Jornal (que é menos amazônico ainda do que o irmão mais velho). Quando a edição dominical de O Liberal se tornou mais cara, o sucedâneo mais barato (um terço do preço) aumentou sua circulação, porém só aos domingos. Nos dias da semana ela caiu a menos da metade ou mesmo a pouco mais de um terço, como aos sábados, entre a 2ª quinzena de 2004 e a 1ª de 2005. A partir daí se estabilizou. Terminou o ano passado com pouco mais de 7 mil exemplares aos domingos e 4,5 mil nos dias da semana.
Ou seja: está mais para concorrer com o Jornal Pessoal do que com o Diário do Pará".

Com a minha ressalva, de que o Jornal Pessoal deve encalhar menos, que os jornais do grupo Maiorana, nas bancas.
PS: Você, leitor do blog, também pode ler este artigo, na íntegra, no Quinta Emenda.

DIA LINDO!

O astro-rei amanheceu esplendoroso em Déli-Belém!
Cadê os policiais da rua? Meliante tem hora para agir? Se tem, a esta hora estão nos quartéis e gabinetes decorados.
Ou quem sabe nos gabinetes acessando a rede mundial de computadores e efetivando as transferencias bancárias necessárias para garantir a ida de sua família nas férias ou no final de governo para os States.

16 de março de 2006

BEIÇOLA

Post publicado no Quinta Emenda merece ser republicado aqui:

Calote

Depois de sete meses sem pagar os serviços de cobertura jornalística, o que motivou a saída da produtora de TV que atendia a prefeitura, o prefeito petista Everaldo Martins Filho, o Beiçola, aplicou lá mesmo, no mercado de Santarém. Em pouco menos de um mês deu dois canos na agencia local, a D2 Comunicação.
NOTA DO POST:
Eu também "sofri" no descompromisso deste larápiozinho. Ano passado fui contatado, por êle mesmo, para prestar serviços, na área ambiental, ao ISAM. Gastei $$$ ligando, conforme instruções de suas auxiliares e nem era atendido pelo bandido. Disse a algumas pessoas que nós, Os Cabral, éramos muito complicados e exigentes. Não dava para trabalhar conosco. Melhor seria dizer que éramos muito honestos para sua horda.
Mas, a paga está vindo. Não tem como escapar com o tutu guardado a sete chaves.
Olha que o pau te acha, Everaldinho!

NOTÍCIA SEM FUNDAMENTO

No site Amazonia.org está publicado uma nota "Oeste do Pará é um barril de pólvora" tentando passar aos leitores que os moradores locais desta parte do país é, ainda, iletrado e desconhece os benefícios advindos das unidades de conservação. Quem está se aproveitando desta situação são os sojeiros e fazendeiros que estão vindo via Mato Grosso, a reboque do porto da Cargill.
Prova de que o povo do Oeste não tem este tipo de estúpida atitude é a Resex Arapiuns-Tapajos, decretada há mais de 30 anos e que trouxe vida nova para seus moradores. Antes era local de extração de sixo que quase leva o belo Arapiuns a morte.
É a reportagem "vende jornal" do "lodaçal que quer ser o porta voz oficial do Pará"!

PICOLÉ DE CHUCHU

Quem quer uma opinião sobre o candidato a Presidência pelo PSDB? Então leia o artido de José Paulo Kupfer.
Agora, fica uma pergunta para os economistas políticos: Se o PSDB vencer estas eleições, o emplumado tucano governador-professor-economista-estrategista Simão Jatene brigaria para que fosse "devolvido" aos estados exportadores aquilo que hoje eles chamam de tributos devidos da exportação de bens in natura ?

QUER IR PRO EXTERIOR?

Programa Scholar-In-Residence tem três vagas para professores em instituições acadêmicas fora dos grandes centros, duas em história e uma para administração. Inscrições vão terminam no dia 27 de março, da Comissão Fulbright. São três vagas, duas em história e uma para administração e negócios.
Os interessados devem ter cidadania brasileira e estar residindo no Brasil durante o processo seletivo, graduação em área compatível com o plano de estudo, histórico acadêmico, experiência profissional e domínio da língua inglesa.
Mais informações: www.fulbright.org.br/bolsas4.htm ou fulbright@fulbright.org.br

Problemas com Dissertações e Teses?

Sugestão do blog:
  1. Biblioteca Digital da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP(http://libdigi.unicamp.br) disponíveis gratuitamente e na íntegra pela internet a qualquer interessado.
  2. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da Universidade de São Paulo - USP (www.teses.usp.br).

Enquanto isso, alguns "pesquisadores" escondem seus trabalhos. Mêdo de constatação de dados ou métodos incorretos?

VIOLÊNCIA URBANA!

Ontem à noite, filhos do Juca Arruda foram assaltados em pleno centro de Déli-Belém e dentro de um coletivo.
Revoltante escutar a falácia palaciana e se sentir, diuturnamente na pele, uma realidade diferente. Qual é o cidadão que não tem receio de sair de sua casa e voltar agredido, se não fisicamente, pelo menos moralmente?
Assisto, quase todos os dias, debaixo de minha janela a assaltos e a agressões.
E a polícia está na rua! Eu os vejo. Mas, por que não diminuem os índices de violência?
Ineficiência? O excesso de "caixinha"? Exigência de seus superiores fardados ou não para completar a quota?
Quem souber que responda. Imediatamente!

15 de março de 2006

LULA X ALCKMIN

Além das sugestões de análises eleitorais postadas no Quinta Emenda, também tem um texto interessante de Villas-Bôas Correa no site No Mínimo.
Vale a pena se atualizar neste cenário.

MUNICÍPIOS NÃO TÊM RECURSOS PARA O LIXO

Constatação absurda, apesar de ser exigível a todos os municípios brasileiros, vai ser concluída em Seminário Nacional sobre Resíduos Sólidos Urbanos, acontecerá de 15 a 18 de março, na Universidade Católica de Pelotas, num evento que vai abordar amplamente com todos os municípios a situação da coleta e do destino final do lixo.
Além da realização da ASSEMAE – Regional Sul, o Seminário tem a co-realização do Ministério das Cidades, Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul, Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul – FAMURS, Associação dos Municípios da Zona Sul do Estado – AZONASUL, Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas – SANEP, Metroplan, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES-RS e Universidade Católica de Pelotas.
Informações sobre o Seminário Nacional sobre Resíduos Sólidos Urbanos podem ser feitas pelos fones (53) 3225.1144, (53) 3225.9299 e (51) 3226.3111, ou através do e-mail: sanep@pelotas.com.br
As inscrições devem ser feitas pelo site da ASSEMAE: www.assemae.org.br

14 de março de 2006

Responsable de Manejo Forestal

Esta postagem foi retirada do Ambiente Acreano:


WWF CONTRATA ESPECIALISTA EM MANEJO FLORESTAL PARA TRABALHAR NA BOLÍVIA
"Leitores, divulguem esta nota entre os interessados".
A inscrição pode ser enviada até o dia 19.03.2006.
O texto do anúncio original (abaixo) está em espanhol:
WWF, la organización mundial de conservación, se encuentra reclutando postulaciones para Responsable de Manejo Forestal
Descripción General del Cargo: Planificar, supervisar la implementación y monitorear las actividades de capacitación y asistencia técnica del Programa Forestal de WWF y sus socios en Bolivia, dirigidas a TCO y ASL, así como a ONG locales y empresas de servicio forestal en las eco-regiones prioritarias para el programa forestal (Sudoeste de la Amazonia y Bosque Seco Chiquitano), que den como resultado el fortalecimiento y/o desarrollo de capacidades locales y la articulación de mercados empresa – comunidad.
Ofrecemos: Trabajar en una organización prestigiosa a nivel mundial - Paquete adicional de beneficios extra-legales - Ambiente de trabajo desafiante y de alto desempeño - Contrato laboral hasta junio de 2008 (con base en Santa Cruz, Bolivia).
Requerimientos: Experiencia de al menos 3 años en la conducción de proyectos de Manejo Forestal con Grupos Comunitarios y Pequeños Productores - Experiencia en manejo de personal y trabajo en equipo - Profesional en área relacionada con el Manejo Forestal - Buena redacción técnica
Se considerará favorablemente ser bilingüe inglés y español, Manejo a nivel usuario de programas de ofimática: Windows, Word, Excel, Power Point, Internet Explorer y Outlook Express.
Disponibilidad de establecerse en Santa Cruz (Bolivia) y viajar al interior del país.
Las personas interesadas y que cumplan los requerimientos solicitados, deben enviar una Carta de Presentación indicando pretensiones salariales y CV resumido no documentado, a la dirección electrónica http://us.f514.mail.yahoo.com/ym/Compose?To=rh@wwfbolivia.org, hasta el domingo 19 de marzo de 2005.
Sólo se considerarán postulaciones en inglés y español. Ésta es una vacante local, por lo que no se contemplan gastos de traslado a Bolivia.
Link para o anúncio originalmente publicado no Boletín 8-14 EXTRA II: 13 de marzo de 2006 na página da REDESMA.

DO CONVITE DO REITOR

Li há pouco no Quinta Emenda um ofício-convite que o Reitor da UFPa enviou ontem, ao Vice-presidente das Organizações Rômulo Maiorana, para que o mesmo visite as dependências da Universidade e veja com seus próprios olhos se as acusações publicadas em várias colunas de O Liberal são verídicas ou frutos da imaginação perversa e incongruente de seus redatores.
Vá lá, ORM. Vá!

COMENTÁRIO PARTICULAR (enviado ao poster de Quintaemenda):
Muito bem colocado!
Tenho receio (e justificado) que um dos proprietários deste jornal se sinta ofendido e faça outra agressão física covarde ao Magnífico Reitor Alex Bolonha Fiúza de Melo, tal qual foi feita ao jornalista Lúcio Flávio Pinto.
É o que se pode esperar de um contumaz agressor, mesmo que seja escondido através de palavras, a este convite educado para conhecer um bem público. Espero que sirva de alerta a esta empresa que não continuaremos a aceitar as agressões covardes aos nossos cidadãos.
RESPOSTA (imediata) DO POSTER DO QUINTA EMENDA:
Não creio nessa possibilidade, Os Cabral, embora convenha lembrar que, pela condição de autoridade federal, o Reitor, sentindo-se ameaçado, pode requisitar a proteção da Polícia Federal.
Aí, meu caro, não tem Gentileza que fique em pé.
Veremos se o convite será aceito e/ou se haverá/continuará a agressão verbal no jornal.

CADÊ O PARÁ?

Será lançada na quinta-feira (16/3), no Recife, a revista Ciência em Rede.
A publicação trimestral é fruto de parceria entre oito fundações de amparo à pesquisa (FAPs) do Norte e do Nordeste do Brasil.
Participam do projeto as fundações do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Maranhão, da Paraíba, do Pernambuco, do Piauí e do Rio Grande do Norte.
Onde se escondeu a fundação de amparo à pesquisa do Pará - FADESP? Não existe? É tanta excelência que não quer dividir o seu conhecimento com os outros?

Doutor, quer ir pro exterior?

Os pesquisadores que não tenham obtido o doutorado há mais de dez anos e com firme vínculo empregatício com instituição de pesquisa do estado podem se inscrever no Programa Novas Fronteiras 2006, da FAPESP. O objetivo do programa é apoiar a realização de estágios de longa duração em centros de excelência no exterior.
Tem alguns senões que voce pode ler no Agencia FABESP.
Para ler a chamada de propostas do Programa Novas Fronteiras 2006, clique aqui.
Mais informações sobre o Programa Novas Fronteiras: www.fapesp.br/novasfronteiras.

SUCATA VALE "OURO"

Uma escalada em preços de metais não ferrosos devido ao desequilibrio entre a oferta e a demanda, sugere que a sucata ganhou tratamento nobre no mercado brasileiro.
Enquanto isso, o preço da sucata do ferro está despencando no mercado internacional.
Leia mais em Valor on Line.

COITADINHO


Esta nota, assinada pela Bena Lago e postada no Diário do Tapajós (publicado como encarte no Diário do Pará) é de uma singela candura. Transforma este meliante Donizete Amorim num amistoso amante da natureza:
Greenpeace
A pirotecnia do Greenpeace na fazenda de Donizete Pires, na Gleba Pacoval, deve resultar em ações judiciais contra a ONG e o Ibama. Logo após a invasão da área onde os membros do grupo estenderam uma enorme faixa com a inscrição 100% CRIME, Donizete registrou uma ocorrência policial denunciando que foi agredido fisicamente pelos manifestantes, fazendo, inclusive, exame de corpo de delito. Além disso, ele deu entrada numa ação no Ministério Público Federal denunciando fiscais do Ibama que, dias antes, haviam lhe aplicado multas por desmatamento não autorizado, acompanhados de membros do Greenpeace. Um dos fiscais teria lavrado o auto de infração contra Donizete alegando que ele teria incinerado 120 metros cúbicos de castanheira. “Como ele pode afirmar isso apenas vendo um monte de cinzas?”, questionou o fazendeiro.
Coitadinho dele! Não dá pena dele? Mais uma prá defesa dos sojeiros: quando você tiver desmatado 1.000.000 hectares, pergunte pro fiscal, como ele pode provar que foi desmatado, só olhando pra terra nua e crua. Depois vá na polícia e registre uma agressão. Tá?

YURI RENASCE EM 14 DE MARÇO


Hoje (e não dia 12) mais um aniversário na família: Yuri.
Ainda falta se transformar, criar responsabilidade e ser mais familia, mas é gente fina e mora em nosso coração.
Parabéns, filho!

13 de março de 2006

A Obrigação de Construir Aterros Sanitários

O Ministério Público Estadual da Paraíba reuniu-se em 1º Encontro de Promotores de Justiça - "Alternativas para o Destino dos Resíduos Sólidos", no Hotel Tambaú, em João Pessoa e vai acompanhar, de perto, a obrigação de construção de aterros sanitários nos 223 municípios do estado. Interessante é que o MP vai se reunir com as prefeituras para estudar a viabilidade desta determinação e, se não houver condições para tal vai requisitar os orçamentos e indicar a melhor forma de consegui-los.

2006: Ano Internacional dos Desertos e da Desertificação

Pois é, este ano foi declarado o Ano Internacional dos Desertos e da Desertificação.
Quem se preocupa com isso? Afinal, continuam as ações de devastação das florestas na Amazônia e os meliantes (vide Donizete em Santarém) estão soltos e faceiros.
Somente preparar e programar as discussões na Europa, na África e no Sudeste brasileiro não basta! Tem que discutir e executar nesta parte do país e do mundo que ainda tem uma floresta incrivelmente grande e desprotegida.
As ações governamentais enfrentam graves entraves. O PV (partido verde) que deveria ser o primeiro a se posicionar favoravelmente com as ações de conservação tem entre suas fileiras os maiores opositores e críticos. O secretário de meio Ambiente do Pará, Gabriel Guerreiro usa o partido como penduricalho, quando o governo federal determina ações conservacionistas em oposição à sua menina dos olhos, O MACRO ZEE. Os vereadores de Santarém, ligados ao Partido, sem se preocupar em conhecer a realidade amazônica lançam mais críticas deturpadas e ignoráveis.
Triste Brasil, triste Pará!

LiVre!

O portal LiVre! criado para facilitar a identificação e o acesso a periódicos eletrônicos de acesso gratuito na internet, ganha nova versão.
O serviço, desenvolvido pelo Centro de Informações Nucleares da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), engloba periódicos científicos, de divulgação científica e boletins técnicos cobrindo todas as áreas de conhecimento.
Portal LivRe!: http://livre.cnen.gov.br

12 de março de 2006

A GEOLOGIA

Para que estudar a estrutura da terra? Quais os ramos da geologia? O que os geólogos discutem em relação às ocorrencias minerais passadas e futuras?
Poié, são muitas as perguntas que se faz sobre a Geologia.
Nada mais justo que transmitir um pequeno conhecimento do que é a Geologia a quem tem curiosidade.
Então é só seguir o link e ir à página do SBG, clicar em Geologia & Geólogos para saber mais.
O estudo da terra é muito mais que interessante. É necessário para que podemos entender o que acontece ao nosso planeta.
De onde vem, o que são e como descobrir os minérios? E porque a água é considerada bem mineral?
Então, bom proveito!

A Convenção sobre a Diversidade Biológica


O Comitê organizador deste evento disponibiliza um Guia para entender e participar efetivamente da 8º Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica, que será realizada no período de 23 a 31 de março de 2006. Clique no link abaixo:
A Convenção sobre Diversidade Biológica: Entendendo e Influenciando o Processo.

11 de março de 2006

CYTED e OTCA discutem temas

Nota do site Amazonia.org.br anuncia que a primeira Reunião de Trabalho da Ação Regional Estratégica CYTED-OTCA na região Amazônica acontece nos dias 13 e 14 de março em São Paulo.
O objetivo do encontro do Programa Ibero-americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CYTED) - Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) é construir uma agenda de interesse comum que focalize de forma integrada a contribuição da ciência e da tecnologia para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

PERERECA PODE SER A SOLUÇÃO.

Segundo nota divulgada no site Com Ciencia.com, uma substância extraída da saliva das pererecas pode ser a mais nova arma para combate à malária e leishmaniose.
A possibilidade de se produzir medicamentos a partir da filosseptina (peptídeo isolado da secreção cutânea de pererecas do gênero Phyllomedusa) é uma boa notícia na comunidade médica. As medicações existentes contra malária e leishmaniose, sobretudo esta última, são muito tóxicos. As grandes vantagens da PS-1 são a baixa toxicidade nas concentrações eficazes e seu largo espectro de ação. O aumento de resistência a antibióticos é uma preocupação mundial, por isso é necessário que os médicos disponham de um arsenal variado de drogas para o combate às doenças bacterianas.

10 de março de 2006

A Prática e o Discurso. Ou Vice-Versa.

Neste artigo de Lúcio Flavio Pinto publicado em O Estado do Tapajós, o jornalista demonstra claramente que o governo estadual é bom de papo (coisas do PSDB) e ruim de ação.
Assim, o macrozoneamento (põe macro nisto) vai sendo feito a passos de cágado e a reclamação por mais $$$$ ganha as manchetes do Diário quase-oficial diariamente.
O Quinta emenda também recomenda o outro artigo na mesma página sobre o professor Clóvis Moraes Rego. Tem um trecho que deveria ser recomendado para ficar nas paredes de certos gabinetes políticos e jornalísticos:
"Assim fez amigos, que jamais traiu, e montou um círculo de proteção em volta de si, tornando-se um dos raros paraenses para os quais nenhum interdito proibitório foi oposto, verdadeira raridade nesta terra de muros baixos e fossos largos, de não-me-toques e não-me-dirijas-a-palavra".

O Lodaçal

Pressionado por invectivas ditas jornalísticas, o reitor da UFPa, Alex Fiúza de Melo posta artigo no Diário do Pará e republicado no Quinta Emenda. Certo trecho merece reflexão:

"Antes das pessoas em seu interior estupradas, é a própria instituição universitária que é diuturnamente estuprada. Estuprada por Governos que lhe retiram orçamento; por candidatos a políticos que, no afã de conseguir votos, irresponsavelmente incentivam a população pobre a invadir seus terrenos; por profissionais que, nela formados gratuitamente, viram-lhe as costas dentro de seus gabinetes refrigerados; por grupos políticos que, nela atuantes, só estão interessados em dela se servir para sua própria promoção; por empresários que dela só fazem cobrar, sem nada dar em troca".
Magnífico Reitor Doutor Alex, devíamos realmente nos envergonhar de tratar tão mal este berço de muitos atuais políticos, jornalistas e demais integrantes da sociedade brasileira!
Da minha parte, não ter agido irresponsavelmente, mas por ter estado ausente dela durante muito tempo, desculpe-me!

OLHA O EXEMPLO AÍ!

Ibama e governo do Mato Grosso assinam cooperação contra desmatamento ilegal.

Para o órgão responsável do Pará seguir como exemplo. Vale a pena!

Mater Natura lança Ecolista Online

Post do Ambiente Brasil:
A Mater Natura lança os primeiros resultados da Ecolista Online, com o registro de 240 instituições ambientalistas. Outras instituições (ONGs, redes ambientalistas e os órgãos governamentais da área de meio ambiente) podem se cadastrar através do endereço http://maternatura.org.br/ecolista/.
Eu vou nesta. Você vem também?

1º Workshop de Mineração de Dados Agrícolas

A primeira edição do Workshop de Mineração de Dados Agrícolas, realizado pela Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), ocorrerá no dia 6 de abril, em Campinas (SP). O evento será transmitido ao vivo pela internet.
Mais informações: www.agr.unicamp.br/wmda.

Os Rótulos

Nesta segunda-feira, dia 13, a cidade de Curitiba será palco da Terceira Reunião das Partes do Protocolo de Cartagena sobre Biossegurança (MOP 3). Uma das discussões presentes será a rotulação ou não de produtos transgênicos (artigo 18 do protocolo). Até hoje, 131 países assinaram o documento, inclusive o Brasil e a China. Nações como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Argentina, grande exportadoras de grãos transgênicos, não o fizeram.

Mais informações: www.biodiv.org e www.cdb.gov.br

As Mulheres ...

Eu e muitos outros blogueiros ou leitores já fizemos a nossa homenagem às mulheres, mas elas vão continuar por este mundo a fora. O programa Pesquisa Brasil deste final de semana faz uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março.
Uma das mais talentosas mulheres brasileiras será lembrada no quadro Memória. Nascida na Ucrânia, em 1925, Clarice Lispector veio criança ao Brasil. Depois de passar a infância no Recife, a autora de Perto do Coração Selvagem mudou para o Rio de Janeiro, onde viveu até 1977, ano em que morreu.
O programa Pesquisa Brasil é transmitido pela Rádio Eldorado AM (700 kHz) aos sábados às 12h30, com reprise às 19h, e aos domingos, às 14h. Nos mesmos horários, pode ser acompanhado pela DirecTV, no canal de áudio 883, ou pela internet, no endereço http://www.radioeldoradoam.com.br/

REDUÇÃO DOS SUPER SALÁRIOS

Julgamento realizado ontem no Supremo Tribunal Federal (STF), definiu que nenhuma remuneração no funcionalismo público pode superar o teto de R$ 24,5 mil, equivalente ao salário de um ministro do Supremo.
Ah! se nós pudéssemos acreditar ...

Patrimônio Genético gera Briga entre Interessados

Depois de longa batalha política em torno da Lei de Biossegurança, uma nova briga entre ruralistas e ambientalistas ganha corpo no governo por causa das discussões sobre a nova lei que regulamentará o acesso ao patrimônio genético do país.
Este é o início do artigo publicado no Valor Online sobre o acesso ao patrimônio genético e a bioprospecção na agricultura.

9 de março de 2006

O Porto da Cargill, de novo!

Na edição de ontem, em O Diário do Pará, o secretário Gabriel Guerreiro, da SECTAM tenta explicar, mas não justifica porque o EIA/RIMA não foi solicitado para o porto da CARGILL, com o seguinte mote: " O porto de grãos da Cargill é praticamente uma extensão do outro porto, por isso só foram feitos estudos ambientais normais e a Secretaria o licenciou também. Não havia necessidade de fazer um estudo detalhado de impacto ambiental, pois já existiam outras atividades no local".
Gabriel mostra que como geólogo é um péssimo gestor ambiental.
E daqui prá frente quem tiver uma atividade já licenciada não precisará mais fazer EIA/RIMA ou outro roteiro de licenciamento, né Zé Mané?

Ouro é fichinha!

Químicos da Universidade de Brown, Estados Unidos, descobriram como juntar um metal raro com hidroquinonas, cristais orgânicos que desempenham um papel crucial em vários processos biológicos, mas que servem também para a fabricação de cremes de beleza e plásticos de alto desempenho.
O resultado é uma nova classe de compostos químicos que poderão ser úteis em várias aplicações, da fabricação de medicamentos até o armazenamento sólido de hidrogênio.
Para produzir as novas moléculas, os cientistas juntaram as quinonas com ródio, um metal precioso fisicamente parecido com a prata, criando as quinonas de ródio.
Perto deste, o valor do ouro é potoca!

Fonte:
Organometallic crystal engineering of [(1,4- and 1,3-hydroquinone)Rh(P(OPh)3)2]BF4 by charge assisted hydrogen bonding
Seung Uk Son, Jeffrey A. Reingold, Gene B. Carpenter, Dwight A. Sweigart
Chemical Communications
Vol.: 2006, Issue 7, 708
DOI: 10.1039/b514543k

Usinas Nucleares

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, defendeu em entrevista à BBC Brasil um plano nuclear para o Brasil que prevê a construção de até sete usinas nucleares.
O ministro da fazendo, Antonio Palocci diz que prefere as usinas hidrelétricas.
E o senhor presidente Lula prefere o que?

Ainda sobre a Gripe Aviária

Apesar de reduzidas, as chances de a gripe aviária chegar ao Brasil não devem ser descartadas. Segundo especialistas reunidos nesta quarta-feira (8/3), na sede da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em São Paulo, o maior risco da chegada da doença é por meio das aves migratórias.
Este é o cabeçalho da nota divulgada pela Agência FAPESP.

Flora Brasiliensis

Este é o título da obra de pêso (são 15 volumes) que é o resultado de mais de meio século de dedicação de Carl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868) à organização das descobertas sobre plantas do Brasil realizadas durante viagem do médico e botânico alemão pelo país. O botânico contou com a colaboração dos editores August Wilhelm Eichler e Ignatz Urban e de outros 65 especialistas de vários países.
Com parte do conteúdo da monumental obra de von Martius, o Flora Brasiliensis On-Line será lançado oficialmente no dia 22 de março, durante a Oitava Reunião da Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (COP 8), de 20 a 31 de março, em Curitiba. O endereço será http://florabrasiliensis.cria.org.br. Na quarta-feira (8/3), o site foi apresentado em coletiva de imprensa na sede da FAPESP, em São Paulo.
Contam que nesta expedição, este cientista escapou de um violento temporal às margens do rio Tapajós, em frente a Santarém. Como retribuição à ajuda milagrosa solicitada à Nossa Senhora da Conceição mandou construir uma cruz de madeira (ou bronze) e colocar na Catedral de Santarém. Ainda me lembro desta peça. Não posso informar se este monumento ainda se encontra lá, pois na sua primeira "reforma" sumiram o púlpito e outras relíquias. Falam que se encontra na residência de um grande empresário do ramo de navegação da região.
A obra é um legado inestimável à ciência. As relíquias sumidas ...

E SOBRE O CARNAVAL "AMAZÔNICO"

O Carnaval foi tão ruim, tão ruim neste pedaço da Amazõnia (Belém e Santarém, principalmente) que despertou discussões (na Câmara Municipal de Santarém), autos falsos elogios (do alcaide de Déli-Belém) e algumas crônicas bem colocadas.
Assim temos, o Juvêncio de Arruda, no Quinta Emenda fazendo a sua crônica no post "Viva a Vaia" do dia 07/03/2006.
O Jota Ninos, no Blog do Jeso comentou a estúpida discussão que os vereadores de Santarém iniciaram a partir dos nomes de duplo sentido do Carnaalter, com a pensata "Contribuição lingüística para zelosos edis".
E o jornalista Lúcio Flávio Pinto também faz a sua avaliação no artigo publicado em O Estado do Tapajós" sob o título "Carnaval ruim da cabeça e (muito) doente do pé".
Aproveitem estes momentos maravilhosos de nossos cronistas.

8 de março de 2006

Dia Internacional da Mulher

Minha homenagem a todas as mulheres através desta que foi a maior para os Cabral de Santarém: MINHA MÃE!

7 de março de 2006

POLÍTICA SUJA!

Recebi notícias há pouco de que, durante uma visita (prenúncio de campanha política) em Óbidos, o carro do ex-prefeito de Monte Alegre, Jardel Vasconcelos foi incendiado por pessoas desconhecidas e o geólogo do DNPM, Every Aquino (cunhado do Jardel) teria sido violentamente agredido.
Só existe a confirmação do incêndio ao carro.
Também correm boatos de que existe ameaças de morte a seus familiares.
É bom ficar atento a estas atitudes truculentas que, com certeza, não partem de pessoas de nossa região, mas de grileiros e outros da mesma laia.

Farinha pouca, meu pirão primeiro!

Quando da visita do presidente Lula à Marabá, para ver as instalações de uma escola de nível superior que a CVRD está bancando, o blogueiro, publicitário e economista Juvêncio Arruda convocou, exortou, apelou, incentivou (e fez a cobertura "bloguista" do tempo do presidente em Marabá) ao governador do estado que fosse até lá. E nada. Jatene preferiu ficar em Brasília para tomar a benção de Sarney. Pena!
Ainda sobre esta visita, o site ADITAL publica um artigo do jornalista Lúcio Flávio Pinto, que faz a sua avaliação sob o título "TUCANO X PETISTA: QUEM MENTE?".
Eu, se fosse você lia o artigo.
Ééééééégua, tá porreta, também, viu Juca?

OS IMBECIS TRUCULENTOS

Aqui, no Brasil pode invadir a terra dos outros, como o MST faz contumazmente, mas tem que aguardar a Justiça se pronunciar. Se o proprietário resolver tomar uma atitude vai responder a inquérito policial. E o Governo cruza os braços!
Pode construir um porto sob o beneplácito do Governo e a gente tem que aguardar a decisão judicial. E os "donos" do pedaço ignoram as decisões judiciais.
O meliante pode desmatar quanto ele quiser, o IBAMA multa, ele não paga e ainda ameaça os manifestantes PACÍFICOS com faca e capangas mal-encarados. E a Polícia não está nem aí! O bandido não é dono da terra, devastou-a e ainda se julga no direito de ameaçar as pessoas.
Tá na hora de enquadrar estes criminosos na Lei de Crimes Ambientais, MP!
E ainda tem incentivo de periódico do Oeste do Pará contra as ações ambientais!
Vejam as fotos, reportagem e opinião nos blogs Jeso Carneiro e Quinta Emenda.

4º Encontro Nacional de História da Mídia

A Agência FAPESP anuncia que a proposta da quarta edição do Encontro Nacional de História da Mídia é incentivar pesquisadores para o resgate da memória da mídia brasileira e de seus personagens.
O evento, que ocorrerá de 30 de maio a 2 de junho, em São Luís (MA), pretende abordar aspectos da história cultural, política, social e econômica do país, por meio das mídias impressa, audiovisual ou digital.
Os pesquisadores interessados em apresentar trabalhos científicos têm até 17 de março para encaminhar resumos. O tema central será “A luta pela liberdade de imprensa no Brasil: a revisão crítica dos 300 anos de censura”.

USO DO SOLO

A cobrança de uso do solo pelas prefeituras vai começar a ir pelo ralo. Segundo nota divulgada no Valor Online, a segunda turma do STJ decidiu que a cobrança não se encaixa no conceito de taxa ou preço público. No primeiro caso, por não haver contrapartida de serviço prestado. E, no segundo, por não caber exercício do poder de polícia. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) havia considerado legítima a remuneração pelo uso de bem público, ainda que de uso comum, por haver "utilização privativa de porção.

6 de março de 2006

A AREIA EXTRAÍDA DOS RIOS É REGULAMENTADA

O CONAMA, em reunião no último dia 21 de fevereiro aprovou uma resolução que define parâmetros para casos excepcionais de uso e exploração de Áreas de Preservação Permanentes (APPs). "O Código Florestal, de 1965, já é restritivo quanto ao uso de margens de rios", avalia Nilo Diniz, 50, diretor do Conama.
Segundo Diniz, Estados e municípios foram flexibilizando as leis para extração de areia em rios. O intuito da nova resolução, que entra em vigor ao ser publicada no Diário Oficial (de 20 a 30 dias após a aprovação), é esclarecer os limites da exploração. "Ela não será dificultada, e sim regulamentada", diz.
Ele afirma que a mineração não é o que mais impacta APPs - só causa 1% dos danos. "Mas extratores irregulares descaracterizam a topografia da região, desviam e obstruem rios, desmatam e poluem a água."
Mais detalhes no artigo "Lei ambiental fecha o cerco à extração [de areia] em rios".

Pneu Velho

O Brasil importa pneu velho. A Justiça Federal, através de ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) que apelou ao TRF, argumentando a "reconhecida proibição de importação de pneus usados" e já conseguiram proibir a importação de carcaças para que sejam reutilizadas.
Enquanto isso, segundo o Valor Online, a concessionária Ecovias está aplicando o uso do também chamado asfalto "ecológico" em 146 dos 191 quilômetros que está recapeando no sistema Anchieta-Imigrantes, em São Paulo.
Este asfalto-borracha, constituído de 20% de pó de pneu velho, apesar de ser 30% mais caro tem 40% a mais de durabilidade.
Vale a pena procurar reutilizar os produtos ditos inservíveis!

Onde é colocado o Lixo?

Um questionário foi distribuído pela SEMA às 141 prefeituras de ... Mato Grosso e constatado que somente 04, isto mesmo QUATRO Prefeituras tem aterro sanitário. O estado quer saber o que os outros 137 estão fazendo com o lixo.
Isto significa que os atentados à saúde, alimentação e preservação dos recursos naturais estão sendo seriamente afetados naquele estado vizinho.
E por aqui, no nosso Pará, como será?

5 de março de 2006

Gripe Aviária

Em reportagem publicada no Diário do Pará, a pesquisadora Rita Medeiros, que possui doutorado em Virologia pelo Instituto Pasteur (Paris), é professora do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade Federal do Pará (UFPA), infectologista do Hospital Universitário Barros Barreto e pesquisadora do Laboratório de Vírus Respiratório do Instituto Evandro Chagas (IEC) afirma que "poderá haver uma pandemia da gripe aviária e é uma questão de tempo para que a doença chegue ao Brasil e à America do Sul. Segundo ela, a Costa paraense será uma das portas principais para a gripe aviária no país.
Por outro lado, também em reportagem, o AmbienteBrasil publica um artigo onde Caio Graco Machado, presidente da Sociedade Brasileira de Ornitologia diz que o país só deve entrar em alerta no momento em que for identificado algum caso de contaminação nos Estados Unidos ou no Canadá. "Como os focos detectados têm ocorrido na Europa e na Ásia e não temos uma rota migratória daqueles continentes para a América do Sul, a única rota possível, seria da América do Norte para a América do Sul", esclarece. "Por enquanto não foi detectado nenhum registro da gripe aviária na América do Norte. Então, em princípio, ainda estamos livres de qualquer risco de contaminação", assegura.
E tem mais o blog Ondas3, do Octávio Lima (ver post de 19 de fevereiro de 2006) assegura que a questão da gripe aviária está sendo tratada por via inversa: quem transmite a gripe são as aves confinadas e não aquelas que são silvestres. Está havendo um interesse comercial muito grande na proliferação da gripe aviária, porque somente pouquíssimas empresas (entre elas, uma que tem como sócio o secretário de Defesa dos EUA) detém a vacina.

E agora? Que tal efetuar uma pesquisa profunda sobre o assunto e publicá-la? E enquanto isso quem tem razão?

Lembra do Jaguar?

Jaguar? Lembra dêle?
Pois então, relembre lendo este artigo de Tom Cardoso para o Valor Online, onde ele fala do Pasquim. AI-5 e de seus parceiros de redação.
Ah! E êle mudou os horários de porre. Então leia.

O Ambiente espacial

Qual é o o real impacto no planeta de eventos ocorridos no Sol (nossa estrela) a 150 milhões de quilômetros de distância?
Para aumentar a compreensão atual do ambiente espacial, o Comitê Científico Internacional de Física Solar-Terrestre (Scostep) lançou o programa Cawses (Climate and Weather of the Sun-Earth System), para ser conduzido por pesquisadores de diversos países – entre os quais o Brasil – no período de 2004 a 2008.
Os progressos conseguidos pelo programa até o momento serão apresentados no 11º Simpósio Internacional sobre Sol, Ciência Espacial e Clima (STP-11), que começa na segunda-feira (6/3), no Rio de Janeiro.
A programação do simpósio, que vai até 10 de março, está dividida nas quatro principais áreas temáticas no programa Cawses: Influência do Sol no clima; Clima espacial: ciência e aplicações; Processos de acoplamento atmosférico; Climatologia espacial.
Programe-se e participe.
Maiores informações no link: www.grahnoperator.com.br/events/scostep

Chuvas e Trovoadas

O tempo está "molhado" em Belém do Pará. Há dias que chove e bastante.
Os resultados são canais transbordando (e o lixo vai indo...), ruas alagadas (e o lixo vai indo...), muros de arrimo caindo (e o lixo vai indo...) e a Prefeitura de Déli-Belém alugando um cinema (e o lixo vai indo...) para promover "Panis et Circensis"!
E o lixo vai indo...

4 de março de 2006

Fechar o Porta da Cargill?

Passado o impacto da decisão judicial que determinou a realização de um Estudo de Impacto Ambiental (EIA) na área em que foi construído o porto de Santarém, os ambientalistas do Greenpeace acreditam que o porto deva ser fechado!
Acreditam que o EIA vai concluir pelo fechamento do porto. Acho um exagero.
As obras do porto devem se guiar pelas normas ambientais e mostrar que o progresso é compatível com a proteção ao meio ambiente. Agora se a SECTAM não exigiu o estudo ...
Tem que procurar o caminho melhor para todos nós e não o que o Greenpeace quer. O município precisa se desenvolver e o porto é vital para o desenvolvimento.

O IBAMA é Cego, Surdo ou Mudo?

Nota publicada em O Eco:

"Garimpo no caminho:
Uma equipe do Ibama constatou no final de fevereiro a presença de duas grandes balsas extraindo ouro na região do rio Juruena, onde o instituto pretendecriar um parque nacional. O Ibama suspeita que índios levados de Juína (MT) para lá pela Funai estejam facilitando a atividade mineradora. Os índios invadiram uma pousada que funcionava no local e ergueram quatro casas ao longo da pista de pouso do hotel. Se continuar assim, a região de um milhão de hectares pode virar terra indígena em vez de parque.
Índio quer ouro:
A mesma equipe do Ibama foi informada sobre a extração de minérios com bombas na Terra Indígena Igarapé Preto, vizinha à futura unidade de conservação"
.

COMENTÁRIO DO POST: É risível esta constatação do IBAMA. Se quiserem tenho fotos de 2003 de balsas "faturando" nos rios Teles Pires e Tapajós. Todas são áreas indígenas. E índio quer ouro? Eu também. Fazer o seguinte: páro em seguida, vou procurar as fotos, digitalizá-las e publicar no blog. Como é que crio um álbum para elas? Agora me ferrei!

THE DAY AFTER ...

Passado o momento de reflexão (sic) que tomei para mim tenho que retornar a lide.

Mais lúcido e menos amargo.
Com vontade de ver as cores do mundo e que o preto/branco e cinza sejam menos frequentes.
Com mais amigos. Com menos desafetos.
Tirando a "roupa nova" do armário e usando-a no dia a dia.
E que isto sirva para os sentimentos.
Alguns dirão: "Bem vindo ao mundo real!"
Eu digo: Viva a vida! F... o resto!
Abraços a todos.