11 de março de 2011

Terremoto

Da Folha de São Paulo:

Em Campinas (93 km de São Paulo), um sismógrafo caseiro feito por um geólogo da Unicamp conseguiu registrar o terremoto que atingiu o Japão, por volta das 3h da madrugada desta sexta-feira (11).
O pesquisador Rogério Marcon disse que a magnitude do tremor foi tão alta que estourou a escala de seu equipamento --ou seja, oscilou mais do que o aparelho poderia captar. "Já havia registrado centenas de terremotos, mas só no do Chile do ano passado vi registros indo além das linhas usadas como referência", afirmou. "Aí já imaginei que esse era algo maior que 8 graus na escala Richter". 

Postar um comentário