16 de junho de 2014

O embrulho da Rodonave

Tem coisas que só acontecem quando está indo de mal a pior.

A Rodonave vem atuando nesta travessia Itaituba-Miritituba-Itaituba há longos anos. E faturando alto!
Mas está sempre metendo os pés pelas mãos, quando se trata de lidar com licenças e verba pública. Ou nem tanto, já quem tem uma concessão eterna...
No governo de Roselito Soares foi feito um acordo com a empresa e construída uma praça em Miritituba, com banheiros para o público (que quase não funcionam) e um guichê de venda de passagens para a empresa. Rolou alguma coisa mais? Não se sabe...

No ano passado (em junho de 2013) a prefeita recepcionou o sr. Roberto Dorner, para tratar de trafegabilidade dos veículos que aqui desembarcam.
Nos meses iniciais de 2014, a Rodonave resolveu, talvez de comum acordo com a gestão municipal, construir uma nova rampa para desembarque e, ao mesmo tempo, um novo prédio que abrigasse sua venda de passagens.
Só que, conforme noticiou o Blog do Parente, o deputado e dono da Rodonave "deu" 200 mil para a prefeitura. Se deu dinheiro tinha uma razão pra isso. E queremos saber porque? Pra que? E como foi utilizado esta "doação"?

A Câmara Municipal oficiou à Rodonave para que se fizesse presente a uma reunião para relatar sobre a construção. O responsável pela empresa em Itaituba respondeu que não poderia participar desta, por estar de viagem para o Jardim do Ouro.

A nova Orla de Itaituba foi inaugurada em 2009 (às vésperas do aniversário da cidade) pela ex-governadora Ana Júlia Carepa. "Durante a cerimônia, o prefeito Roselito Soares pediu ao governo do Estado parceria para realizar a segunda etapa das obras na orla e colaboração financeira para construir um novo mercado municipal." (Portal ORM).

As perguntas embrulham ainda mais a Rodonave e este governo, pois certamente estas obras atuais não estão previstas na segunda etapa das obras (o arquiteto Mário de Miranda poderia explicar com mais detalhes) e assim, quem autorizou o fez sem a devida permissão do estado. E o SPU, que é responsável pelas obras nas orlas deu algum pitaco?


Postar um comentário