27 de outubro de 2010

Voto

Depois da defesa e da Procuradoria Geral da República se manifestarem, o julgamento do recurso de Jader Barbalho (PMDB) segue no Supremo Tribunal Federal (STF) com o voto do ministro relator, Joaquim Barbosa, que diz que proferirá voto "sucinto" e "objetivo", pois tema já foi tratado pela Corte. (DOL)
Se seguir o mesmo caminho de votação do processo Roriz será voto contra Jader.
Postar um comentário