Geologia e Ambiental

22 de março de 2010

Nem aí...

O arquiteto Mário de Miranda expõe o flanco do post "Olegário Furtado":

Caro Jubal,

A área na qual a prefeitura gastou as "dezenas de milhares de reais" para a limpeza, construção de canteiro de obra e fundações do muro externo do famoso "Estádio Olímpico" do Roselito pertence a Aeronáutica. A megalomania refletida por seus atos administrativos a frente da prefeitura fez com que a obra fosse iniciada sem o necessário entendimento com o Ministério da Aeronáutica, o que culminou com a paralização das obras no início do empreendimento. A construtora Dinâmica responsavel pela empreitada entrou com uma ação na justiça contra a prefeitura para ressarcimento dos serviços e investimentos realizados e o assunto virou mais um embrólio do "LITRÃO". O restante dos recursos foi devolvido à SEPOF, e o gasto desnecessário e irresponsável "das dezenas de milhares de Reais" foi esquecido e perdoado pelo governo Ana Júlia. Apesar das denúncias feitas por mim no programa Circuito Aberto da rede SBT, o Ministério Público e as autoridades locais nunca se interessaram pelo assunto. 
Mário de Miranda
Isto constata que estamos num mato sem cachorro quanto a ação dos nossos legisladores na aprovação de contas públcas. Tanto a nível municipal com estadual.
Postar um comentário