Geologia e Ambiental

18 de março de 2010

Belo Monte: custos

O Tribunal de Contas da União (TCU) deve aprovar hoje a revisão dos custos da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA). A informação é do jornal Folha de S. Paulo.
O aval do TCU será o último passo antes do lançamento do edital para o leilão da usina.  A revisão dos custos da obra foi feita pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que fixou em R$ 83 por megawatt-hora o preço máximo da energia, a ser cobrado pelo consórcio vencedor do leilão.
O valor não agrada os consórcios interessados no empreendimento, que argumentam terem calculado em R$30 bilhões os gastos para construção da usina.  De acordo com a EPE, Belo Monte vai custar R$ 19 bilhões.
O leilão, previsto para o dia 12 de abril, deve atrasar, já que só pode ocorrer um mês após o lançamento do edital.
Postar um comentário