Geologia e Ambiental

7 de fevereiro de 2015

Exemplo a ser seguido?

A Prefeitura de Uberaba (MG) abrirá nova licitação para contratar empresa especializada em serviço de geoprocessamento e atualizar o cadastro imobiliário da cidade. A expectativa é concluir a contratação até o fim do primeiro semestre e utilizar os dados no lançamento do IPTU do próximo ano. (Fonte: IDGNews)
Em Itaituba já foi comentada a ideia que se colocasse em prática o Cadastro Multifinalitário, para utilização como política fiscal e urbana no município.
É uma ferramenta com incrível poder de resolver inúmeros problemas nas zonas urbana e rural, por disponibilizar informações sociais, urbanísticas e fundiárias, além de dados referentes à oferta de serviços públicos, que poderiam instruir a gestão municipal e a elaboração de planos e projetos de desenvolvimento urbano.
Com estas compensações sociais das empresas que estão se instalando aqui seria compensador se realizar esta estratégia.
Acredito que esta seria a "cereja do bolo" do Plano Diretor de Itaituba.

 
Postar um comentário