Geologia e Ambiental

7 de setembro de 2014

A Eletrobras veio cumprir etapas

Nesta semana passada a Eletrobras e a CNEC trouxeram a Itaituba um séquito de cientistas para explicar o óbvio: a Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós vai sair!
E fizeram reuniões com os órgãos oficiais e com o alto escalão da Prefeitura para apresentar as propostas contidas no EIA.
Os apresentadores foram os coordenadores dos meios físico, biótico e socioeconômico.
E fizeram muito bem o papel a eles estabelecido.

O papel das apresentações, que continuaram em Trairão e na Vila Pimental na sexta-feira é cumprir tabela, para posteriormente marcar as datas da audiências públicas para discussão do EIA/RIMA, inicialmente previstas para o início de novembro - após as eleições deste ano.

Existem muitos dados que não são compativeis com a nossa realidade e que estão profundamente desatualizados.

De qualquer forma, nosso papel é usar o único trunfo que temos nas negociações e antecipações de obras básicas na Saúde, Educação, Assistência Social e Segurança, principalmente, para conter o infortúnio de receber uma multidão de barrageiros e seus aderentes, previstos em torno de 36.000 pessoas (o que é uma previsão irreal): o rio Tapajós!

Podemos ficar certos de uma coisa: a Eletrobras - leia-se governo brasileiro - vai cumprir o mínimo que puder das promessas a serem realizadas.

Postar um comentário