26 de junho de 2014

Medo de quê?

Depois da postagem "Algo de muito podre no reino..." recebi como resposta de membro de alto escalão do governo "que não me recordo de nenhum projeto relevante e nos últimos meses só o vejo apontar erros e insinuar coisas podres..." Diz também que " o projeto de água, saneamento e asfalto já vem sendo apresentado pela prefeita há mais de um ano."

Bom, gostaria de saber destes projetos, porque a única coisa que não saiu (e ficou pronta) foi o Plano de Trabalho do Plano de Saneamento Básico, um estudo a ser contratado para promover o acesso universal aos serviços de saneamento básico à saúde e à qualidade de vida e do meio ambiente. Para isso, torna-se necessário organizar a gestão e estabelecer as condições para a prestação dos serviços de saneamento básico com integralidade, regularidade e com qualidade. O valor do estudo (ainda está na Caixa) é de R$440.000,00.
Até agora, para quem "sabe fazer e vai fazer" pouca coisa tem sido mostrada de bom.

O vereador Peninha, baseado na postagem que foi feita tentou, através de requerimento, conseguir uma explicação da gestora e seus comandados, mas foi barrado pela tropa de choque legislativa, comandada pelo vereador-sindicalista. É claro que se sabe que tudo é troca de favores.

Fico perguntando onde estão as insinuações de coisas podres, se ao redor daquela construção existem pelo menos outros 10 (dez) terrenos não edificados e que poderiam ser desapropriados, talvez muito mais baratos que o doado à Igreja de Deus no Brasil?

Por acaso devo aplaudir o descaso com que vem sendo tratado o município e sua população? Ou será que as denúncias parlamentares são todas fantasiosas? Ou deverei comprar um Troler para andar nas ruas de Itaituba e vicinais?

Então, se não tem nada a esconder mostrem-nos, de cara limpa, o que está sendo jogado embaixo do tapete.
Medo de quê?


Postar um comentário