Geologia e Ambiental

22 de janeiro de 2014

Aproveitar o estudo da CPRM na área de riscos geológicos é essencial

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou na última sexta-feira (17/1), o balanço dos mapeamentos de áreas de risco no Estado do Pará. O trabalho está sendo realizando por profissionais da instituição que atuam na Superintendência Regional de Belém. Desde 2012, os pesquisadores percorreram 29 municípios, setorizando áreas de risco alto e muito alto. Entre as cidades mapeadas estão Belém, Altamira, Marabá, Óbidos, Santarém, Parauapebas, Anapu, Eldorado dos Carajás, Itaituba e Vitória do Xingu.  Outros seis terão o estudo até o final do ano, totalizando 35 municípios no Estado. (Fonte: MundoGeo)
A CPRM também estará oferecendo cursos de capacitação para Defesas Civis Municipais que busca transmitir conceitos, critérios e metodologias relacionadas ao diagnóstico, mapeamento e planejamento de intervenções, visando à prevenção de desastres naturais ou induzidos, principalmente movimentos de massa e inundações.
Atenção Defesa Civil de Itaituba: se não se considerarem os sabe-tudo em prevenção é bom participar, em maio, do segundo curso, em Parauapebas, que vai reunir representantes das Defesas Civis de 30 municípios do Pará.
Postar um comentário