16 de outubro de 2013

Princípio de Motim?

Toda embarcação de grande calado que se preze tem uma tripulação de respeito, com várias especializações e categorias dentro da profissão de marinheiro.
Na marinha mercante as várias especializações agrupam-se em várias carreiras, das quais as principais são a de convés, a de máquinas, a das câmaras, a radiotécnica e a de saúde.
Dentro de cada uma das carreiras profissionais, os marítimos agrupam-se em três escalões: o de oficiais, o de mestrança e o de marinhagem. Cada escalão inclui várias categorias, a cada uma das quais corresponde um determinado nível de experiência ou de formação.

Na embarcação Itaituba 2013-2016 está se misturando tudo. Do comandante ao "marinheiro" mais inabilitado todos querem mandar. Pior ainda é que os "práticos" da Casa da Noca também estão sem conhecer o "canal", que deveria levar a embarcação a um porto seguro.
E os passageiros - razão de haver embarcação e práticos - estão sendo manipulados por irresponsáveis em assegurar o funcionamento de cada um dos departamentos, seções ou serviços em que se encontra organizada a "embarcação".
A retirada de alguns tripulantes mostra que o comando contratou mal os marinheiros e a embarcação está à deriva.
Até quando?
Postar um comentário