Geologia e Ambiental

14 de junho de 2013

Os protestos da população

A impressão que se tem é de que a população começou a se cansar das medidas paliativas que o governo (em geral) está tomando.
As manifestações públicas nas principais cidades brasileiras - São Paulo, Rio de janeiro, Porto Alegre - contra o aumento nas tarifas de passagens urbanas - que não renovam a frota - mostra que só dar Bolsas e incentivos para gastos em lojas não está resolvendo o problema crucial da população: o preço dos alimentos. Estaremos voltando à Era Sarney?
Neste sábado, na reunião realizada em Itaituba para discutir (mais uma vez) as ações que definirão o futuro da garimpagem, um vereador de Novo Progresso anunciou que havia uma guarita de autoridades ambientais (IBAMA apoiada por Polícia Federal e Exército), exigindo os documentos de quem entrava ou passava pela Flona Jamanxim, fosse madeireiro ou garimpeiro. Vozes veladas na reunião (não foi do vereador) chamaram a atenção de um futuro embargo nas ações na BR-163. Dito e feito: anunciada a provável destruição da ponte sobre o rio Jamanxin!

Uma coisa está estabelecida: o governo só funciona sob pressão popular ou vontade política. Talvez por isso, os indígenas e sem-terra fecham e abrem órgãos e estradas, cobram pedágio, invadem fazendas e promovem o constrangimento a quem quer ir e vir em paz. Talvez por isso, nossos parlamentares só se preocupem em votar os assuntos de interesse nacional quando bem entendem.

Isto é Brasil? Então vou voltar a ser um cara-pintada dos anos 80/90 para bem de meus descendentes.
Postar um comentário