Geologia e Ambiental

24 de novembro de 2010

Sêca Braba

Equipe de gestores do Parque Nacional de Anavilhanas, do Jaú e a Reserva Extrativista do Rio Unini, no Amazonas, realizaram sobrevôo nos dias 9 e 10 de novembro para registros da maior seca do rio Negro desde 1902, quando começaram a ser feitas as medições. Além do registro histórico, o sobrevôo serviu para subsidiar a equipe de fiscalização que está em operação nas três unidades.
   
Segundo dados da Serviço Geológico do Brasil-CPRM, em 2010 o rio Negro atingiu a cota de 13,63 metros. A equipe pôde observar a seca de vários afluentes do rio Negro, como o rio Apuaú e Baependi, bem como os limites geográficos do Parque Nacional de Anavilhanas.
    Fonte: Ascom/ICMBio

Postar um comentário