Geologia e Ambiental

23 de novembro de 2010

De Efeito

Comentário do leitor Ariel sobre a postagem "O Efeito":
Falar de um balneário com praias de potencial turístico e belezas naturais, é ter como referência a Praia de Alter-do-Chão. Observamos, no entanto, que em virtude da falta de medidas práticas de saneamento e de educação sanitária, grande parte da população em Alter, assim como alguns visitantes, lançam os dejetos diretamente sobre o rio, criando desse modo, situações favoráveis à transmissão de doenças e outros prejuízos. Cobramos da prefeitura ou do governo do Estado investimentos e políticas públicas para a Vila, no entanto, ações de educação ambiental são necessárias, pois, acima de tudo, devemos primeiramente nos sensibilizar com a situação que nos deparamos.
Precisamos nos unir ao poder público e ao setor privado, para que juntos, possamos construir instrumentos e medidas para internalizar na consciência de cada cidadão seu papel diante da proteção do meio ambiente e a possibilidade da manutenção da qualidade no local.
O setor privado pode acelerar a universalização dos serviços públicos de água e esgoto com o apoio de parcerias com os governos municipal e estadual.
Os investimentos em saneamento básico no setor podem crescer com a aplicação da Lei do Saneamento, que assegura que todo município deve planejar e regular serviços da área. Além disso, o Brasil precisa de uma política de financiamento menos burocratizada por parte de instituições financeiras, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES e Caixa Econômica Federal.
Não devemos apontar culpados. Todos, sem exceção, devem se empenhar, buscando uma melhoria na qualidade de vida, das condições ambientais e da saúde pública.
Parabéns por iniciar a discussão.

Abraços,

Ariel
Postar um comentário