Geologia e Ambiental

23 de outubro de 2010

Notas

Em março deste ano foi realizado um seminário aqui em Itaituba. vejam abaixo a nota:
O Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e a Associação dos Mineradores de Ouro do Tapajós (Amot) realizaram  no município de Itaituba, no Pará, em 24/03, o Seminário intitulado “Alternativas Tecnológicas Sustentáveis para a Garimpagem no Tapajós”, que se discutiu temas importantes para o desenvolvimento da mineração na região aurífera do Tapajós-PA.
 Neste seminário ficou acertado que o DNPM colocaria uma dependência, no escritório de Itaituba, para que a SEMA/Pará se instalasse e agilizasse os processos de licenciamento ambiental necessários para que fosse feita a outorga da PLG - Permissão de Lavra Garimpeira, além de outros processos referentes a Plano de Manejo Florestal e Licenciamento de empreendimentos diversos. Até agora nada de nadica da SEMA se instalar com a alegação de que já existe uma gerencia regional em Santarém.

O DNPM, por seu lado, já instalou um técnico de nível superior - aprovado em recente concurso - para desenvolver suas atividades em Itaituba.
E agora, SEMA?

Postar um comentário