10 de junho de 2010

Um Aviso da Ilegalidade Não Contínua

Do G1:
A Polícia Federal informou nesta quinta-feira (10) que deteve doze pessoas e prendeu o subsecretário de obras de Paraty, na Região Sul Fluminense, após constatar extração e transporte irregular de areia, sem as licenças necessárias para o fim. A ação foi identificada por causa da movimentação de caminhões no local.
De acordo com o delegado Fábio Galvão, titular da delegacia de Angra dos Reis, o subsecretário, que coordenava as atividades no local de extração, foi liberado após pagar cerca de R$ 1,5 mil de fiança. O delegado não quis comentar o conteúdo do depoimento do subsecretário.
Segundo a Polícia Federal, os doze detidos eram funcionários contratados da prefeitura e foram liberados após prestarem depoimento. O subsecretário informou que não tinha licenças ambientais e nem do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) para extrair areia.
O prefeito de Paraty e o subsecretário de Meio Ambiente estiveram na delegacia, mas segundo o delegado, não prestaram depoimento. De acordo com Galvão, o prefeito será intimado a prestar esclarecimento sobre o caso.
Postar um comentário