6 de janeiro de 2010

Extinção do Pirarucu

Do amazônia.org:
O pirarucu, uma espécie amazônica que também é um dos maiores peixes de água doce do mundo, está ameaçado de extinção, segundo uma pesquisa publicada no Journal of Applied Ichthyology.
De acordo com o estudo, desenvolvido por Leandro Castello, do Woods Hole Research Centre, em Massachusetts, e Donald Stewart, do State University of New York, as principais causas de a espécie estar em extinção é a pesca predatória.
Além disso, erros anteriores na classificação da espécie não permitiram ver que o pirarucu está criticamente ameaçado.  Segundo os pesquisadores, existem quatro subespécies do pirarucu (Arapaima Gigas), e não apenas uma, como se acreditava anteriormente.
"Nossas novas análises indicam que existam pelo menos quatro espécies de arapaima", disse Castello à BBC, em livre tradução do inglês.  "Então, enquanto as pesquisas de campo não forem concluídas, não saberemos se a espécie pode ser considerada extinta ou não".
O peixe pode chegar a 2 metros de largura, e pesar mais de 200 kg.  Além do tamanho, a necessidade de subir à superfície para respirar, durante os períodos de seca, torna a espécie mais vulnerável à pesca com arpões.
Postar um comentário