20 de dezembro de 2014

Coisa Estranha...


As reclamações contra a Celpa se avolumaram de forma absoluta em Itaituba e no Pará.
Consumidores que pagavam cerca de R$100,00 (cem reais) de consumo da energia elétrica, em determinado momento passaram a pagar o equivalente a uma pequena fábrica - cerca de 1.330 kW ou de R$1.000,00/mês - o que foge ao controle de qualquer organização financeira.

O interessante é que estes valores absurdos passaram a ser cobrados após uma maciça troca de medidores de energia nas residências, principalmente.
Haverá um dispositivo ladrão nos novos contadores, que aumentam o consumo de energia de nós, pobres consumidores, sem que percebamos?
E os funcionários que efetuaram as trocas, sob a alegação de uso do "gato", fizeram os consumidores assinar uma papelada em que não pediam a averiguação nos contadores. Má fé?

Postar um comentário