13 de julho de 2014

Juca Arruda...

Há cinco anos - 13 de setembro de 2009 - a notícia de sua morte era transformada em elegia para todos àqueles que diuturnamente se apropriavam das páginas do Quinta Emenda.
Morria Juvencio de Arruda Câmara, o Juca Arruda deixando órfãos seus leitores, amigos e familiares.
A partir daquele momento não iria mais visitar Santarém,  Marabá e Pasárgada...

Juca, que no Quinta Emenda conseguia transformar uma notícia comum num fino post irônico; que não perdoava os patifes políticos; que, por amor à sua adorada Belém e magoado com o tratamento dado a ela, a apelidou de Nova Déli; o economista, publicitário e cientista político que visitou, cheirou e andou pelo interior do Pará dirigindo documentários e fazendo banco de imagens; que mesmo após sua morte, ainda continua despertando em muitos blogueiros a fina arte da satirização, embora não consiga ser igualado.

Umas Brahmas, maniçoba, costelinha de porco assada e uma leitura em sua homenagem hoje, Juca!

Postar um comentário