16 de abril de 2014

Ainda sobre o Lexotan...

Recebi um comentário que se torna pertinente no caso vereador Peninha.
Diz o anônimo leitor: "Caro Jubal, os cálculos serão refeitos. Surpresas poderão aparecer."
Fica a pergunta: quais surpresas? No cálculo da proporcionalidade?

Sabe-se que ainda não foi feito a devida diplomação, porque o juiz eleitoral não está na sede do município. E provavelmente devido ao cálculo da proporcionalidade eleitoral, ainda não se sabe quem vai ser "deletado" da Casa da Noca.

Enquanto isso o vereador culhudo continua com seus discursos chulos, né Júnior Ribeiro?

Postar um comentário