14 de fevereiro de 2014

Assim a Petrobrás afunda...

E assim cumprem-se os desígnios de afundamento e derrocada da maior empresa público/privada do país:
Última plataforma da Petrobrás a ser entregue, em cerimônia em dezembro com a presença da presidente Dilma Rousseff, a P-62 saiu do estaleiro incompleta. Não foi a primeira, segundo sindicalistas. Por pressão política, para melhorar o saldo da balança comercial e para dar satisfação ao mercado, as plataformas são inauguradas inacabadas e depois finalizadas em mar - o que é mais caro e lento para a empresa, além de menos seguro para trabalhadores.
Leia mais aqui.
Notícias relacionadas no portal Estadão:

·         Petrobrás é acusada de usar plataformas inacabadas para ajudar governo
·         PSDB pede apuração de denúncia de suborno na Petrobras
Postar um comentário