12 de maio de 2013

Coisas estranhas na política do Pará?

O senador Jader barbalho passou anos trabalhando só nas sombras.
Até sua presença no plenário era sentida.
Nenhum "tchum" pros seus adversários, que cansaram de bater e não ter um só acenozinho.

De repente, não mais que de repente, ele surge nas manchetes: Jader pede explicaçõesSenador quer mudanças na MP dos Portos e muitas outras manchetes.
Os sinais estão claros: campanha para a candidatura de Hélder Barbalho ao governo do estado.

Nesta bandas oestianas, estes sinais ficam nebulosos, pois até agora o governo estadual não disse aqui pra que veio e os "sobrancelhudos" forma contra o Estado do Tapajós.
A briga vai ser decidida nos maiores colégios eleitorais do estado: Belém e Ananindeua, ambos sob o comando de "carne e unha" de Jatene.
Nada que assuste ou deixe vã glória a nenhum deles, principalmente pelos sinais de união com o PT, que pode decidir a favor ou contra um e outro, dependendo do "humor" de seus militantes.
A conferir.
Postar um comentário