Geologia e Ambiental

29 de abril de 2013

A moda de "Sabes com quem fala" estará de volta?

Na quarta-feira passada, dia 24/04, o jornalista Mario Quevedo, do site Extra de Rondônia, prestou depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena (RO). Quando recebeu a intimação, no entanto, ele não esperava que tivesse que dar esclarecimentos sobre um post no Facebook.
O prefeito José Rover (PP) apresentou uma queixa-crime ao Ministério Público estadual alegando difamação após ser criticado na rede social.
Na ocasião, Quevedo publicou em seu perfil no Facebook que a administração de Rover era “incompetente” e “medíocre”. A opinião do jornalista não foi veiculada em nenhum meio de comunicação, ainda assim o prefeito identificou que o post tinha o objetivo de prejudicar sua imagem e apresentou a queixa-crime, que segue para apreciação do Ministério Público.
Quevedo não esperava que o caso seria retomado dessa forma. “Conversei com advogados da cidade, defensor público e com o pessoal da OAB. Todos ficaram pasmos com a situação. Não com o prefeito ter se achado no direito de apresentar a queixa-crime, mas com o fato do Ministério Público ter aceitado”.
O jornalista diz que está incomodado com a situação, pois acredita que o procedimento resultará em denúncia na Justiça.
 
Fonte: Portal Comunique-se
Postar um comentário