25 de fevereiro de 2013

OAB Itaituba constata sevícias em presos

A presidente da OAB - Sub seção Itaituba conseguiu visitar os presos após a revista efetuada pelo Grupamento Tático da Polícia Militar no Centro de Recuperação de Itaituba.
Inicialmente teria sido impedida de adentrar no Centro "por precaução e por temerem um atentado à sua vida". A advogada, acompanhada de advogados criminalistas e um integrante da comissão de Direitos Humanos da subseção em Itaituba reuniram, ontem (23) à noite, com o diretor do presídio, Márcio Ferreira, que não autorizou o grupo a checar as condições dos detentos. Após intensa negociação, a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) autorizou que a comitiva liderada por Cristina Bueno visitasse alguns detentos.
“Visitamos apenas 4 detentos no parlatório do presídio. Eles apresentavam péssimas condições físicas, pois estavam com hematomas, dedos quebrados, tanto das mãos quanto dos pés”, descreveu Cristina. A advogada ainda informou que ouviu dos detentos. “Eles disseram que os policiais do Grupamento Tático usaram spray de pimenta, balas de borracha e bombas de efeito moral”.
O clima está tenso no Centro de Recuperação.

Informações complementares da OAB/Pará.
Postar um comentário