Geologia e Ambiental

14 de fevereiro de 2011

Verdade Verdadeira

Do sitio O Estado do Tapajós:
Dificilmente a prefeitura de Itaituba, que admininstra o aeroporto daquele cidade, terá condições de atender a principal exigência da ANAC para liberar a pista para pousos e decolagem de aeronaves com mais de 50 passeiros.

O veículo de combate à incêndio exigido custa a bagatela de R$ 600 mil, cifra praticamente impossivel de ser bancada pela prefeitura de Itaituba.

Atualmente, a pista está liberada para pequenos e médios aviões em operação diurna.
Postar um comentário