Geologia e Ambiental

10 de novembro de 2010

Sobre o Censo 2010

Comentário do leitor que assina C. Roberto sobre o post Censo 2010:
A pergunta é muito simples. Todos os domicilios que foram recenseados em 2007 foram visitados em 2010? É com quse certeza que não. Em 2007 trabalhei como Recenseador e digo com firmeza que visitamos muitas áreas de garimpo, (Penedo, Rato, Teodorico, áreas indigenas etc..) mas acredito que este ano essas pessoas não foram contados, pois no Jardim do Ouro, que é bem localizado em relação aos demais garimpos, há gente que não foi contado. Infelizmente agora é tarde, os vereadores deveriam acompanhar de perto a pesquisa; fala-se em falta de apoio financeiro, logístico e afins, mas agora só resta chorar o leite derrado. Caso o amigo queira, procure Coordenador Wellington no posto do IBGE ITB e peça que lhe mostre algumas regiões de Garimpo que foram feitas as pesquisas, certamente, só as de facil acesso.

Em 2007, os recenseadores só iam à Campo em região de garimpo após passar na SEMMA COM O SAUDOSO ELias Leão, com mapa atualizado daquele garimpo e ia com IVO Preto no Amot colher infoprmações daquela região, de como chegar até lá, mas esse ano, não teve nada disso. O IBGE pediu apoio, não deram importancia, e fizeram o CEnso do jeito que deu, aos trancos e barrancos, com muitas negativas de recenseadores de ir à garimpo por falta de recursos. Mas ora, se Maomé não vai a montanha, montanha vai à Maomé... Mesmo com a pouca importancia que se deu ao Censo 2010, mesmo assim o IBGE deveria ir atrás dos órgãos de apoio, caso SEMA e AMOT entre outros, afinal o interesse da contagem é do Municipio, porém o sucesso dos serviços é do IBGE; A culpa desse desastre é de Todos. Certamente Itaitruba tem mais de 120 mil habitantes, como foi contado pouco mais de 117 mil em 2007. O povo vai pagar essa conta por motivo de desleixo de suas autoridades.
C. Roberto - Recenseador em 2007.
Postar um comentário