3 de junho de 2010

Tony Fábio é a vítima

Do Jornal Atual:
Em 2007, na admininstração de Tony Fábio, foi retirado CASCALHO de um lugar impróprio e sem autorização prévia de orgãos competentes como SEMA. Agredindo profundamente o Meio Ambiente e depois de 3 anos, a própria SEMA, (Secretaria de Meio Ambiente) aplicou no final do mês passado uma multa á prefeitura municipal, já na administração de Madalena Hoffmann (PSDB), no valor de R$ 1,200.000.00 (Hum Milhão e Duzentos Mil Reais). Esclarecendo que a multa imposta poderá sofrer redução 20%, caso seja efetivado o pagamento no prazo de 5 dias e a não quitação do débito no prazo de 10 dias, importará multa de 1% ao dia e sua inscrição imediata na DIVIDA ATIVA para cobrança judicial. CABE RECURSO: A prefeita de Novo Progresso Madalena Hoffmann, esteve na Secretaria de Meio Ambiente do estado em Belém, onde junto com sua assessoria juridica onde está tentando solucionar junto ao orgão, mais essa "HERANÇA" deixada pelo ex-prefeito Tony. A assessoria juridica do municipio, representada pelo Sr. Edson, declarou ao Jornal O Atual que recorrerá a multa e entrará com um processo onde o ex-prefeito Tony Fábio terá que responder pelo seu ato inconsequente. " A população, não pode pagar por imprudencias do ex-administrador, ele, terá que arcar com as consequencias de seus atos". Finaliza a assessoria juridica municipal de Novo Progresso.
Postar um comentário