4 de junho de 2010

Opinião

Dias desses encontrei alguns leitores que me cobraram equilibrio nas opiniões "agora que estou do outro lado do poder".

Referiam-se aos casos da Água da Sonda e das Calçadas.

No primeiro caso - Água da Sonda - continuo com a mesma opinião que mostrei em post aqui mesmo: tem que ser feito um trabalho profissional senão corremos o risco de ocorrer um colapso na estrutura da praça (afundamento do solo). O projeto previu uma retirada de água do subsolo e não sabemos se a recarga do aquífero comporta tal medida, além de haver a probabilidade de estar ocorrendo uma corrosão nas rochas que a circundam. Como já ocorreu em diversos locais no Brasil, também.

No caso das Calçadas me cobram uma posição equilibrada porque eu efetuo críticas à ocupação das calçadas por tabuleiros, motos, capas de bombas, ambulantes, estacionamento de bicicletas e até carros. E que aceito absolutamente tudo da ocupação de mesas e cadeiras no passeio da Orla, porque faço parte do grupo que sempre está lá curtindo uma "gelada" e conversa fiada de montão. Mas nunca disse que não deveria consertar este erro (sic) que está se tornando comum.
Então respondo: se for para retirar todos os que ocupal as calçadas e pista de rolamento da Orla, que seja feito com tudo o que está ocupando calçadas na cidade inteira! Que seja promovida a contratação de diversos caminhões para recolher TUDO o que atrapalha, nas calçadas da cidade, o pedestre de caminhar com tranquilidade.

Então fiquei "controlado" agora?
E sempre estarei à disposição para contribuir com o bem estar desta cidade que escolhi para morar!

Postar um comentário