Geologia e Ambiental

15 de abril de 2010

A Continuidade

Eu fico impressionado com a facilidade com que os políticos preparam sua cama para amanhã.
Deve ser a falta de fazer alguma coisa a mais em seu lugarzinho de origem.
Vejam só o que prometeu a nova ministra de Meio Ambiente a uma turma das "estranjas":
Em reunião com os presidentes dos parlamentos da Noruega, Dag Tarje Andersen, e do Povo Sami, Egil Olli, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse, nesta segunda-feira (12) que ações como o Fundo Amazônia podem mostrar ao mundo que o Brasil é capaz de assumir seus compromisso e reduzir o desmatamento da Floresta Amazônica.
Ela falou à comitiva norueguesa que o Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) faz parte da estratégia brasileira para criar novas unidades de conservação (UC), e adiantou também que serão criados 10 milhões de hectares de UC na Amazônia nos próximos 10 anos, na segunda fase do Arpa. O Brasil foi responsável pela criação de 70% de todas as unidades de conservação criadas no mundo , nos últimos sete anos. Para a ministra, o Fundo Amazônia é a base para a implementação do Arpa.
Não consigo visualizar mais 100 milhões de quilometros quadrados desta maneira na Amazônia, sem que se tenha pessoal para sua fiscalização. Vão de 1 milhão de hectares, em média por ano, na Amazônia!
É uma vergonha que este governo esteja simplesmente tentando empurrar goela abaixo um tratamento diferenciado para que as grandes construtoras se encham de grana, construindo mega-sonhos e deixando um rastro de destruição ao meio ambiente sem tamanho.
Nestes anos já fizeram "cagadas" em todos os licenciamentos ambientais das hidrelétricas construídas por aqui e em outros locais. Tipo as hidrelétricas em Rondonia.
E a promessa foi logo para a Noruega, onde se abre todos os anos uma temporada de caça às baleias e aos golfinhos na Dinamarca - países que se dizem evoluídos - sem igual!
Quer dizer que a Noruega dá uma "graninha" ao Brasil e faz o que quer com as suas áreas e animais que deveriam ser preservados? Assim, mano velho, é moleza não discutir sobre conservação e fazer promessas mirabolantes.
Ou a ministra pensa que os habitantes destas plagas não vão querer discutir sobre estas UC prometidas?
Ou quem sabe ela esteja pensando além deste governo Lula?
Postar um comentário