22 de abril de 2010

Campanha do Contra

O grupo Liberal faz uma campanha conta a Divisão do Pará. Vejam o que diz o portaleco:
Com a criação dos Estados do Tapajós e do Carajás, o Pará não ficará pequeno apenas na sua área territorial e no número de habitantes. Ele perderá muito mais:

O PIB do Pará cairá de quase R$ 50 bilhões para aproximadamente R$ 29 bilhões.

Deixará de ser o maior PIB do Norte, ficará atrás do Amazonas e do Maranhão.

O PIB
per capita do paraense será um dos menores do Brasil. Talvez só maior que o do Tocantis, na região Norte.
O "novo" Pará perderá 8 dos 10 municípios paraenses com as maiores rendas
per capita do Estado.
E seis dos seus 10 municípios com maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).
A área desflorestada do Estado crescerá de 17,5% para 30,7% no "novo" Pará.
O Pará perderá ainda seis de suas 13 bacias hidrográficas. Hoje, 1.238,03 km²; depois, apenas 245. 360,85 km²

Querem mesmo reduzir o Pará e não apenas o seu território

Querem reduzir a nossa importância

Querem reduzir o respeito pelo Pará

Mais do que nunca, precisamos dar um basta!

Sabe o quê aumenta com o retalhamento do território do Pará? o déficit público.

Eu faço campanha pela nossa independência, como cidadãos que devem gozar de prerrogativas tributárias, de desenvolvimento e de respeito político.
E isto não é retalhamento. É Melhoramento público.
Basta de campanhas contra nosso direito de sermos o que queremos ser: TAPAJÔNICOS.

Estado do Tapajós Já!
Postar um comentário