29 de janeiro de 2010

BARRADO NO BAILE

O Jeso Carneiro informa:
O MEC (Ministério da Educação), através da Secretária de Educação Superior, inderefiu o pedido de autorização para implantar do curso de Direito na cidade de Itaituba.
A solicitação foi feita pela Faculdade de Itaituba (FAI), mantida pelo Centro de Estudo Superior de Itaituba.
Em março do ano passado, uma comissão do MEC esteve em Itaituba analisando a viabilidade de implantação do curso de Direito na FAI, que atua na cidade desde 2003.
A sêde era muito grande e o pote não tem água...

2 comentários:

Jeso Carneiro disse...

Qual a avaliação que tu fazes, Jubal, dos cursos atualmente ministrados pela FAI?

Jubal disse...

Não posso fazer qualquer avaliação nos cursos colocados à disposição do alunato em Itaituba.
Posso, sim, comentar sobre a avaliação dos alunos que estão cursando as faculdades, a partir de declarações - em off - dos professores: fraquíssimos!
Saem de um curso de ensino de nivel médio precário e ingressam em faculdades sem saber se expressar ou escrever com a desenvoltura de um estudante de ensino superior.
Logo, o curso superior que desenvolveram torna-se uma escada de degraus frágeis para uma vida profissional.
Lembro que quando éramos adolescentes (há priscas eras) e os cursos superiores na capital eram sonhos, bastava ser "formado" em ensino secundário para estar acima das outras "camadas". Atualmente, para mim, o curso superior significa a mesma coisa: um diploma guardado na parede, sem exercer a profissão por falta de conhecimento e oportunidade (isto para uma parcela enorme e descontados os voluntariosos).
Abs