19 de julho de 2010

O Local Errado

Neste domingo resolvi ir almoçar no restaurante do Hotel Apiacás.
Quase vazio enfrentei uma demora inexplicável para o garçon se aproximar da mesa.
Quando o fez ainda teve a cara de pau de perguntar se eu já havia sido atendido.

Pedi uma cerveja e o prato do dia.
Muitos minutos, mas muitas dezenas de minutos depois ele voltou e perguntou: "Mas qual era mesmo seu pedido?"

Claro que minha paciência - que não é grande - esgotou-se imediatamente.
Saí e me diriji à recepção para me queixar na gerencia. Como ela não estava descarreguei minha decepção e raiva por lá mesmo.

Logo em seguida encontrei com dois amigos que contaram situações semelhantes.
Um deles - o Louro - contou que numa ocasião, o filho do dono (pelo menos o pinto calçudo assim se identificou) se negou a atende-lo porque "sou dono deste espaço e atendo a quem quiser!"  Quase sai porrada por isso!
Eles também não aparecem mais por lá.

Quer dizer: se não quer atender o público que transforme aquela propriedade em clube particular.

Então fica um conselho e uma campanha imediata: NÃO FREQUENTE O APIACÁS! 

Postar um comentário