14 de janeiro de 2006

Quer conhecer a Amazônia?

Quem quer saber como é a Amazonia brasileira?
Então prepare-se, com urgência, antes que ela seja extirpada do coração amazônico.
A culpa desta destruição é o INCRA, segundo o biólogo e doutor em zoologia Fábio Olmos. Ele conta suas experiências em artigo, publicado em O Eco, desde a época de Rondonia até, recentemente, o Tocantins.
Aqui, em nossas plagas, na abertura da Avenida João Paulo II (antiga 1º de dezembro), para não "invadir" uma área municipal cedida em comodato para a Assembléia Paraense (clube de elite paraense) foi preciso cortar mais um pedaço da Área do Parque Ambiental de Belém. E com a concordância de todos os envolvidos: Estado (SECTAM), Município (SEMMA), empreiteiras e o diabo a quatro!
A quem deveremos se queixar?
Promotor Raimundo Moraes, largue o "osso" de Juruti e Canãa dos Carajás e olhe pro seu quintal! Antes que a rua acabe com os locais de abastecimento de água de Belém e arredores. Por favor!

6 comentários:

Desambientado disse...

É cada vez mais necessário uma educação para a cidadania activa.

Juvencio de Arruda disse...

Concordo com voce Jubal,e com o Desambientado tb.

Jubal Cabral Filho disse...

Juca,
Este comentário vai me levar a desvendar o mistério do comodato que se tornou posse da AP.
EU QUERO A RECEITA (PROMETIDA NO BLOG)DO BACALHAU A GOMES DE SÁ OU DE QUALQUER MANEIRA, HEIN?

Jubal Cabral Filho disse...

Caro Félix,
A força que vem das ações ambientais de vocês me torna mais responsável pelas nossas. Obrigado pela visita.

Desambientado disse...

Jubal.
Não temos outro remédio senão poupar o pouco que temos. A minha ilha tem apenas 400 km2 de área.

Jubal Cabral Filho disse...

Mas vou continuar lutando. E já tenho companhia: meus colegas de Gestão Ambiental do NUMA/UFPa.